ROBERTOLOGIA EM DESTAQUE

12/17/2018

Morre Isolda Bourdot, a compositora do rei

Isolda e Roberto Carlos (fonte: Facebook Isolda)
Por Derbson Frota
Faleceu na noite desse domingo, 16 de dezembro, vítima de um enfarto fulminante, a cantora e compositora Isolda Bourdot.

Natural da cidade de São Paulo, Isolda nasceu em 9 de janeiro de 1957. Ainda criança interessou-se por música, juntamente com seu irmão, o também compositor e falecido Milton Carlos. Ambos chegaram a participar de vários festivais de música da TV.

Tornaram-se conhecidos regionalmente quando Milton lançou em 1970 um LP com letras da dupla. Em 1973, foi lançada a primeira composição de sucesso a nível nacional: Amigos, amigos, gravada por Roberto Carlos. No ano seguinte, foi a vez de Jogo de Damas emplacar como um dos grandes sucessos do disco do rei. Posteriormente, Elas por elas, Um jeito estúpido de te amar e Pelo avesso tornaram-se outros grandes hits do cantor, alavancando ainda mais a fama de Isolda, recebendo na época a carinhosa alcunha de “Compositora do rei”. Com o falecimento precoce de Milton Carlos, em 1976, Isolda continuou compondo, apesar da sentida ausência do irmão e parceiro. Foi em 77 que comporia um dos maiores sucessos do rei: Outra vez.

Nos anos seguintes, viriam ainda para a corte de RC outros sucessos, como Tente esquecer, Como é possível e De coração pra coração. Além de Roberto Carlos, vários outros cantores gravaram composições de Isolda, entre eles Wando, Ângela Maria, Agnaldo Timóteo, Simone, Armando Manzanero, Pepino de Capri e Ray Conniff.

Isolda com certeza deixará grandes saudades e será sempre lembrada por suas composições de letras simples e marcantes e de uma sensibilidade muito apurada. Diante de tantas canções de sucesso, é impossível falar de discografia de Roberto Carlos e não lembrar de Isolda. O rei, aliás, sempre foi muito grato à autora. Nos últimos anos, antes de cantar Outra vez nos shows, o cantor reverenciava Isolda com vários elogios, inclusive pedindo a ela uma salva de palmas do público.

Eu particularmente só gosto de escrever matérias alegres e dar boas notícias, então estou deveras com o coração apertadíssimo por essa perda, mas não poderia deixar de prestar essa singela homenagem a nossa querida e agora eterna Isolda. Aos familiares e amigos, deixo-lhes meus sinceros sentimentos! O céu ficou mais feliz com mais uma estrela brilhante.

Vamos esquecer de tentar te esquecer, Isolda. Pois só assim sentiremos você bem perto de nós… outra vez! :-(

Nota da Redação do Portal Splish Splash - Clique e assista Roberto Carlos cantando Outra Vez, no especial de 2017, em que o cantor reverencia Isolda pela brilhante composição:



2 comentários:

  1. Ninguém está preparado para um momento desses, pouco pode ser dito ou feito perante um adeus definitivo, nestas horas sobram palavras para expressar nossos sentimentos, assim como se multiplicam as saudades. Isolda Bourdot, dificilmente será esquecida, pelo seu talento, pela maneira própria de compor onde trazia para a vida tudo aquilo que estava só em sua alma. Deixo aqui os meus sentimentos para os familiares, e aos demais relembrem quem foi a grande pessoa que partiu deixando a dor, a saudade, a memória e o amor.

    ResponderEliminar
  2. No dia 15 de Setembro de 2018 tive o prazer de conhecer Isolda apresentada pelo Roberto Carlos em Espaço das Américas São Paulo.

    ResponderEliminar