ROBERTOLOGIA EM DESTAQUE

3 de dezembro de 2018

20ª Edição do "HÁ TEATRO NO CAMÕES" CCCP Luanda 11 e 12/12


Dias 11 e 12 de Dezembro (3ª feira e 4ª feira) de 2018, pelas 17H00, no AUDITÓRIO PEPETELA do CAMÕES/CENTRO CULTURAL PORTUGUÊS (Av. de Portugal nº 50).

A propósito de uma obra de teatro de José Mena Abrantes, o escritor e poeta Manuel Rui diz “O teatro decorre de uma necessidade vital, apontando sinais de que a representação está em toda a vida enquanto acontecimento social de estética como encontro, comunhão de proximidade ou distância de frente a frente”.

“HÁ TEATRO NO CAMÕES” vai apresentar, dias 11 e 12 de Dezembro, um Programa que envolve grupos teatrais, actores, encenadores, dramaturgos e reputadas figuras ligadas ao mundo teatral angolano. O Auditório Pepetela do CAMÕES vai ser animado com Mesas Redondas, Debates/Conversas e Momentos Teatrais.   

Serão realizadas Mesas Redondas, nos dois dias consecutivos. No primeiro dia, sobre “A Inserção dos Formados de Arte no Mercado de Trabalho” e, no segundo dia, sobre “O Artista como Empreendedor”, serão apresentadas duas peças de pequeno formato de grupos teatrais de Luanda.  

Dia 11 (3ª feira)
17H00 – Mesa Redonda sobre “A Inserção dos Formados de Arte no Mercado de Trabalho” com a participação de Mizete Rodrigues, Sizainga Raúl, Don Sebas Cassule, Filipe Vidal, Nelson Kabanga e Estefana Ondina.
19H00 – Momento Teatral
Grupo – Companhia VELA
Peça – Helena
Autor/Adaptação – Deazevedo Buchecha

Sinopse: A peça conta a história de um grupo de jovens actores, que têm o sonho de formar uma família e viverem juntos para sempre. Mas antes, definem como prioridade, a conclusão da formação académica. Helena é uma jovem de 25 anos, apaixonada pelo seu namorado Uriel. Durante o namoro, ela já desejava ter um filho. 

Acidentalmente, Uriel descobre que Helena está grávida e decide não assumir a gravidez por achar que não é o momento exacto por afectar a sua carreira académica e o exercíco profissional de apoio aos negócios do pai.

Dia 12 (4ª feira)
17H00 – Mesa Redonda sobre “O Artista Como Empreendedor” com a participação de António Custódio Cali, David Canka e Simão Kikuvula.
19H00 – Momento Teatral

Grupo – Grupo Imbondeiro Teatro
Peça – A Dor do Meu Sangue
Autor/Encenador – Katondi Paulo

Sinopse: A peça “A Dor do Meu Sangue”, retrata a problemática das drogas na sociedade. Jonas é um jovem cantor e artista muito talentoso que, influenciado pelos seus amigos, começa a consumir drogas.

O pai tenta, por todos os meios possíveis, tirá-lo desse vício e, quanto menos espera, acontece o inevitável... 
Armindo Guimarães

Sobre o autor

Armindo Guimarães - Doutorado em Robertologia Aplicada e Ciências Afins e Escriva das coisas da Vida e da Alma. Administrador, Editor e Redator do Portal Splish Splash e do site oficial da Confraria Cultural Brasil-Portugal. Leia Mais sobre o autor...

Sem comentários:

Enviar um comentário

OS NOSSOS REDATORES PERMANENTES

OS NOSSOS REDATORES PERMANENTES
clique na imagem para ver os perfis