ROBERTOLOGIA EM DESTAQUE

30 de outubro de 2018

André M. Santos, é o novo compositor residente da Orquestra de Câmara de Cascais e Oeiras (OCCO)


O músico e compositor André M. Santos, que recentemente editou o seu disco a solo "Sete", é o novo compositor residente da Orquestra de Câmara de Cascais e Oeiras (OCCO).

No dia 27 de Outubro a sua "Sonata da Desumanização" foi eleita pela audiência como a melhor peça no concerto de "Nova Música" promovido pelas Câmaras Municipais de Cascais e Oeiras. Como resultado deste prémio, André M. Santos será em 2019 o compositor residente da Orquestra de Câmara de Cascais e Oeiras (OCCO), que irá apresentar três peças escritas por ele em salas de concerto nesses dois concelhos.

Também em 2019 será apresentado um concerto com dez peças de André M. Santos interpretado pela Orquestra Chinesa de Macau na comemoração dos trinta anos da Orquestra, em Macau. Este concerto inclui a peça "Pádua" - que o compositor escreveu para guitarra, baile e orquestra chinesa e é dedicada à sua filha -, em que subirá ao palco como guitarrista solista, ao lado da sua mulher Marta Chasqueira (bailarina de flamenco).

André M Santos - Sonata da Desumanização



ANDRE M. SANTOS nas redes sociais
Armindo Guimarães

Sobre o autor

Armindo Guimarães - Doutorado em Robertologia Aplicada e Ciências Afins e Escriva das coisas da Vida e da Alma. Administrador, Editor e Redator do Portal Splish Splash e do site oficial da Confraria Cultural Brasil-Portugal. Leia Mais sobre o autor...

Sem comentários:

Enviar um comentário

OS NOSSOS REDATORES PERMANENTES

OS NOSSOS REDATORES PERMANENTES
clique na imagem para ver os perfis