ROBERTOLOGIA EM DESTAQUE

9/04/2013

18.º Bate-papo entre Roberto Carlos e eu – Apaixonite aguda




 

Por: Armindo Guimarães
Doutorado em Robertologia Aplicada e Ciências Afins
Facebook
https://www.facebook.com/armindo.guimaraes




 

APAIXONITE AGUDA

Desde 19 de Abril que o NMQT - Nosso Mais Que Tudo não me contactava e escusado será dizer da minha impaciência esperando bater papo com ele. Porém, compreendia a razão da demora, porquanto sabia que Roberto Carlos estava em digressão por terras brasileiras sendo-lhe impossível arrumar um tempo para descontraidamente poder bater um papo comigo. Sim, descontraidamente, porque os nossos bate-papos nunca são breves, pois palavra puxa palavra e às páginas tantas, quando damos por ela, em vez de cinco ou dez minutos que prevemos de conversa, estamos horas e horas.

Foi o que aconteceu mais uma vez neste nosso bate-papo em que pela primeira vez constatei um especial interesse de Roberto Carlos por saber notícias do Portal Clube do Rei, em especial da galera que faz daquele Portal a sua segunda casa.

Mais uma vez notei um certo nervosismo por parte de Roberto Carlos em querer saber tudo de uma vez, sempre interrompendo o meu relato para saber pormenores disto e daquilo. E como todos sabem, eu não sou de ferro e então novamente aconteceu que por diversas vezes nos chateamos, tendo inclusivamente o Roberto me ameaçado, como melhor se poderá verificar na transcrição do bate-papo em que falamos:

- Sobre a recente transformação operada no Portal Clube do Rei, quer ao nível de conteúdos, quer ao nível gráfico;
- Do fórum do Portal, em especial da Sala Cartas de Amor, e da doença chamava “apaixonite aguda” que por lá apareceu e ficou;
- Do aviso que Roberto Carlos recebeu do Maestro Eduardo Lages acerca do meu artigo “Quem é quem no Portal Clube do Rei – Parte II” e da preocupação do Roberto por eu, sem sua autorização, ter incluído o seu login de membro;
- Das muitas coisas que nós, membros do melhor Portal do mundo, escrevemos no fórum acerca da sua vida e da sua obra, e do espanto que ele manifestou por verificar que tanta coisa sabemos dele, inclusive, coisas que ele próprio não sabe;
- Do site do Maestro Eduardo Lages e duma ideia que o Roberto teve que eu gostei mas que depois vi que era só para me chatear de forma a que eu tivesse ainda mais trabalho do que o que tenho ao passar para o papel e depois para o computador mais um bate-papo;
- De, tal como início do nosso bate-papo, nos termos zangado novamente, justamente quando estávamos a dar por terminada a nossa conversa;
- De como eu fiquei lixado com o Roberto, e de como ele tentou alegrar-me oferecendo-se para me contar uma anedota mais antiga do que as pirâmides do Egipto.

8 de Outubro de 2007, Segunda-feira, 19,35h
O meu telemóvel vibra.
Trrrrrrr, trrrrrrr, trrrrrrr... Chamada anónima.
E eu atendo.

ARMINDO – Estou!
ROBERTO – Oi, cara! Cê nem imagina quanta saudade, bicho!
ARMINDO – Ena, pá! Nem estou em mim, carago! Já estava a ficar lixado com tanta demora, pá!
ROBERTO – Bicho, cê sabe que eu tô percorrendo meu Brasil e aí então não tem dado pra nada mais, né?
ARMINDO – Eu sei, Berto. E é por isso que eu tenho estado muito calado à espera do teu telefonema. Mas sabes bem que quem espera, desespera, pá!
ROBERTO – Pô, cara! Se sei!... Cê nem imagina as vezes que eu, durante minhas digressões por Terras de Vera Cruz (como cê diz eheheheheh), pensei pra meus botões: Puxa vida! Nem tá dando pra ir dar uma olhada lá no Portal e muito menos pra bater papo com meu amigão Mindo lá de Portugal me esperando roendo unhas.
ARMINDO – eheheheheh Foi mesmo como pensaste, pois agora só me restam as unhas dos pés, e sabes que eu não sou contorcionista senão até essas eu roía eheheheheh. Ó Berto, como é que têm corrido os teus concertos, pá?
ROBERTO – Mindo, que mania cê tem de fazer pergunta desnecessária, mora! Me conte aí como vai a galera lá do Portal, viu?
ARMINDO – Pergunta desnecessária? Ó Berto tu às vezes sais-te com cada uma do carago, pá! Então eu pergunto-te como estão a correr os teus concertos e tu dizes-me que é uma pergunta desnecessária? Não estou a perceber, pá!!!
ROBERTO – Bicho, não comece enchendo saco, tá? Pra quê eu perder meu tempo contando pra você o que cê já sabe, cara?
ARMINDO – Perderes o teu tempo? Ó Berto, se estás com pressa, mais vale desligares o teu celular, pá!
ROBERTO – Puxa vida, meu! Cê tá mesmo demais demais, cara! Não é você que diz que passa sua vida transando em meu site oficial e lá no Portal Clube do Rei? Então aí que mais eu posso lhe dizer que cê já não saiba, rapaz? Vai ver é que cê bem que pode contar pra mim novidade. Eheheheheh
ARMINDO – Eu contar-te novidades do teu site? Os gajos dizem que tu estás sempre a par de tudo o que se passa por lá e queres que eu te conte novidades?
ROBERTO – Bicho, não tô querendo novidade de meu site pois aí estou por dentro, né? Tou querendo é que cê me conte como vai correndo lá no fórum do Portal, cara!
ARMINDO – Ah! Ó pá, desde que a administração fez uma limpeza geral ao nível dos conteúdos do fórum, aquilo agora corre sobre rodas. O Portal, designadamente o fórum, já estava muito sobrecarregado e um gajo demorava um tempão do carago para entrar num tópico e agora até parece manteiga.
ROBERTO – Mindo, mas quando eu perguntei a você como táva correndo, me estava referindo à galera, né? Se estão portando bem, bicho?
ARMINDO – Sim, Berto. Mas acho que também deves ficar a saber o esforço que a administração fez no sentido de melhorar o Portal no que se refere ao seu funcionamento e até mesmo no visual. Um gajo entra no Portal e dá logo de caras contigo em grande plano, de microfone na mão olhando tudo o que se passa no melhor Portal do mundo, tendo como pano de fundo a lua inspirada na tua “Lua Nova” de 1984.
ROBERTO – É isso aí cara! Bem que eu já vi o novo visual e adorei mesmo, mas me conte aí como vai a galera do Portal, bicho!
ARMINDO – Ó Berto, essa parte de eu te contar como vai a galera, costuma ser sempre no final dos nossos bate-papos e desta vez estás com uma pressa do carago em saber novidades…
ROBERTO – Acontece que desta vez está me apetecendo começar pelo fim. Eheheheheh
ARMINDO – A galera do Portal vai de vento em popa, Berto. Só que não sei o que aconteceu, mas anda lá muita malta doente, pá!
ROBERTO – Como assim, cara!? Que tá acontecendo?
ARMINDO – Como sabes, o Portal tem quatro salas: “Papo de esquina”, “Amigos, amigos”, “Uma palavra amiga” e “Cartas de amor”. Acontece que nesta última Sala, a “Cartas de amor”, entrou lá uma epidemia chamada “apaixonite aguda”, que anda a contagiar malta pra carago, pá.
ROBERTO – Cê disse apaixonite aguda? Puxa vida, meu! Me fala dessa doença de nome esquisito e como ela entrou na Sala, bicho.
ARMINDO – Ó pá, como entrou não sei, mas sei que contribuiu para que a doença se elevasse pelos ares, tomasse conta da sala e provocasse inexplicáveis emoções.
ROBERTO – Nem tô em mim! É assim mesmo como cê diz? Eheheheheh
ARMINDO – Ó Berto, tu és um gajo do carago, pá! Então eu estou a dizer-te que há malta doente no Portal e tu estás a rir-te?
ROBERTO – Bicho, se deixe de armar em chapéu de coco, tá? Cê bem sabe que eu me estava rindo, não da doença, mas de mim próprio por ter dito “nem tô em mim!” como cê costuma dizer, né?!
ARMINDO – Eu estou a armar-me em chapéu de coco? Onde é que foste buscar essa expressão, pá?
ROBERTO – Raios e coriscos, Mindo! Cê hoje tá transando uma de interrogatório pra mim, é?
ARMINDO – Não te enerves, Berto! Mas tens que reconhecer que tu hoje também estás muito impaciente, pá. Será do cansaço das digressões que tens feito pelo Brasil?
ROBERTO – Bicho, você é que tá me cansando demais com sua conversa. E se você não continua contando direitinho seu relato sobre a malta, digo, sobre a galera lá do Portal, bem que eu desligo meu celular e logo tô fazendo queixa de você pra Verinha, viu?
ARMINDO – Vais fazer queixa à Verinha? Quem é ela, pá?
ROBERTO – Aquela que no “Quem é quem no Portal Clube do Rei – Parte II”, cê disse que gostava quando ela ficava vera. Eheheheheh
ARMINDO – Ah! Já sei quem é, Berto! É a Verasilvalu.
ROBERTO – Verasilvalu? Nome esquisito, mora!
ARMINDO – Ó Berto, não é o nome dela, mas sim o login que usa no Portal, pá! Por exemplo, tu no Portal registaste-te com o login de Zungaberto e ela, à falta de melhor, lembrou-se de usar o login de Verasilvalu. Eheheheheh
ROBERTO – Bicho, cê é demais! Cê disse “à falta de melhor”? Na certa Verinha bem que vai ficar vera com você dizendo isso aí, bicho! Nem queria tar em sua pele, Mindo. Verinha é fogo! Eheheheheh
ARMINDO – É mesmo, Berto! Essa garota é papo firme. E se alguém diz que está errada, ela dá bronca, fica zangada e manda tudo pró inferno. eheheheheh
ROBERTO – eheheheheh Olhe aí, bicho! Por falar de login, qual foi a sua de botar meu login na sua matéria “Quem é quem no Portal Clube do Rei”, fazendo comentário a meu respeito? Agora todo mundo vai entrar em meu Perfil de Membro botando comentário e logo me mandando mensagens pro Correio Interno. Cê sabe que meu tempo não dá pra responder a toda a galera, mora!
ARMINDO – Ó Berto, não te preocupes com isso, pá. Eu pensei nisso e pedi ao Carlyle para que o teu login não fizesse ligação ao teu Perfil de Membro, o mesmo acontecendo com o login do Maestro Eduardo Lages. A malta que ler o artigo e clicar nos logins dos membros, terá ligação directa com os respectivos perfis, mas o mesmo não acontece com o teu login e com o do Lages.
ROBERTO – Ah! Essa aí eu não topei, não. Dei uma olhada rápida e mesmo assim foi porque o Edu me avisou dizendo: “Roberto, cê já viu aquele artigo que aquele portuga maluco botou lá no Portal Clube do Rei?”. E eu respondi: “Que artigo e que maluco cê tá falando, Edu?”. Aí ele esclareceu: “Do “Quem é quem no Portal Clube do Rei – Parte II”, escrito por aquele cara lá de Portugal que cê costuma bater papo telefónico e até de MSN com ele, Roberto!”.
ARMINDO – O Maestro chamou-me maluco, Berto?
ROBERTO – E não é o que você é, bicho? Eheheheheh Mas aí então eu o interroguei, dizendo: “Edu, você chamou de maluco a meu amigo Mindo?”.
ARMINDO – eheheheheh E ele o que te disse, pá?
ROBERTO – Cê nem imagina como Edu ficou vermelhão com minha pergunta, não sabendo nem onde se meter. Eheheheheh Então aí, foi quando dei uma olhada em sua matéria e pensei pros meus botões: “Bem que Edu tem razão. Meu amigo Mindo é mesmo maluco, mora!”. Eheheheheh
ARMINDO – Ó Roberto, vai-te lixar, pá!
ROBERTO – Olhe aí, cara! Cê continua se desviando da conversa não contando pra mim como vai a galera.
ARMINDO – Não fui eu que desviei a conversa, mas sim tu. Eu estava a falar sobre a “apaixonite aguda” que está a afectar vários membros do Portal e tu de repente mudaste de assunto.
ROBERTO – Então me diga aí o que está acontecendo com essa doença, tá?
ARMINDO – Como te estava a dizer, a “apaixonite aguda” se elevou pelos ares, tomou conta da Sala Cartas de Amor, provocando inexplicáveis emoções. As pessoas se sorriem e se falam, se entendem e se calam no fascínio desse instante.
ROBERTO – Puxa vida! Da maneira que cê tá falando, me tá fazendo lembrar algo, bicho!
ARMINDO – O pior é que a doença é contagiosa, pá! Por isso, havia que fazer algo com urgência e fez-se: foi constituída uma equipa médica para as emergências.
ROBERTO – Essa ideia bem que foi boa, Mindo. Mas quem são os médicos, cara?
ARMINDO – Ó pá, no momento foram aqueles que estavam mais à mão no fórum do Portal, ou seja, o Doutor Mindo das Meiguices, o Doutor Derbson Todo Bom, o Doutor João Coração e como chefe de equipa o Doutor Zungamor.
ROBERTO – Nunca ouvi falar nesses médicos, cara!
ARMINDO – Os médicos, sou eu, o Derbson Frota, o João Severo e tu como chefe de equipa.
ROBERTO – eheheheheh Bicho, razão tem Edu dizendo você ser maluco, cara! Como vocês se foram lembrar de formar essa equipe médica, usando esse nomes super ridiculos? Mindo das Meiguices, Derbson Todo bom, João Coração e Zungamor, eheheheheh Mas agora me estou lembrando: cê disse que Zungamor era eu? Chefe de equipe?
ARMINDO – Sim, pá!
ROBERTO – Minha nossa! Você é que deve tar doente precisando de ser internado em um manicómio, cara! Quem deu autorização pra você me incluir nessa equipe caricata com nomes ridículos, bicho?
ARMINDO – Ó Berto, tem calma, pá! Primeiro, não te admito que chames de caricatos a mim, ao Derbson Frota e ao João Gonçalves. Segundo, nós não dissemos a ninguém que o Doutor Zungamor eras tu. E, terceiro, não foi por acaso que escolhemos aqueles nomes, pois que concluímos que ao serem lidos e ouvidos pelos pacientes seriam logo à partida como que um bálsamo para as suas chagas.
ROBERTO – E tem resultado, Mindo?
ARMINDO – Não!
ROBERTO – Cê disse, não?
ARMINDO – Sim, pá! Estamos lixados, Berto! Não só os pacientes estão a ficar pior da doença como sempre aparecem novos pacientes para tratamento e o pior é que eu, o Derbson e o João estamos a sentir uns sintomas estranhos o que nos leva a crer que também nós estamos infectados com o vírus da apaixonite aguda.
ROBERTO – eheheheheh
ARMINDO – Estás-te a rir mas eu não sei onde está a piada, pá! Ainda por cima a culpa da doença é toda tua por espalhares amor aos corações. Vê lá tu que o Jamesrc (James Lima), aquele gajo que mesmo quando tiver 30 anos ou mais há-de ter sempre a mania de ser a mascote do Portal…
ROBERTO – eheheheheh Mindo, dá pra nós continuarmos nosso bate papo pelo Messenger? Tô ligando meu computador, viu?
ARMINDO – Depois não digas que sou eu que interrompo a conversa. O meu computador já está ligado. Vou só ligar o MSN.

Passados uns segundos, no MSN:

ZUNGA diz:
Mindo, cê tá aí, cara?
MINDO diz:
Estou, pá!
ZUNGA diz:
Continue o que cê tava dizendo, Mindo.
MINDO diz:
Ah! Era a propósito da apaixonite aguda que está a afectar alguns membros do Portal. Então, estava-te a dar o exemplo do Jamesrc (James Lima) que em resposta a um tópico da Milagros (Azul41), intitulado “El Candado/O Cadeado”, respondeu: “Maravilhoso Milagros. Excepcional. Agora, abra esse cadeado para que eu pelo menos possa entrar nesse coração. Eheheheheh Um grande abraço. James”.
ZUNGA diz:
O garoto escreveu isso, Mindo?
MINDO diz:
Exactamente. Mas espera aí que há mais, pá! Logo a seguir veio a Paula (PSER), de Lisboa, que tem a mania que é madrinha do rapaz, e vai daí e dá-lhe um raspanete do carago que o gajo até andou de lado. Disse ela: “Mascote, que é lá isso? Um "menininho" (um "puto" jejejeje) a dizer coisas dessas a uma senhora?...”.
ZUNGA diz:
Pô, cara! Paulinha é barra limpa, mora! Imagino até como ficou nosso mascote. Eheheheheh
MINDO diz:
Tás enganado, Berto! O gajo ficou como se nada fosse, pois logo a seguir respondeu à madrinha: “Paulinha… Não te preocupes. Creio que temos que estar dentro do coração de nossos amigos eheheheheh”.
ZUNGA diz:
Nossa! Não é que ele é safado demais? Eheheheheh Paulinha ficou até sem palavras, não?
MINDO diz:
A Paulinha ficar sem palavras? Eheheheheh Se um gajo lhe der trela está tramado que nunca mais se safa, pois ela é fod…, digo, é lixada, pá! Vê lá tu, Berto, o que ela respondeu de imediato ao rapaz: “É claro “menino”, mas neste caso consigo vislumbrar um “engatanço” (peço desculpa pela expressão) à senhora em causa. Juizinho meu afilhado!...”
ZUNGA diz:
Eheheheheh Cara, este nosso bate-papo me está dando uma gozação incrível! Como eu ia imaginar tanta vida em nosso Portal, Mindo? Essa resposta aí da Paulinha foi mesmo pra arrumar esse tal de mascote. Eheheheheh
MINDO diz:
Realmente foi como disseste, pois o James Lima engoliu em seco. Em contrapartida, a Paulinha arrumou o James Lima, mas logo a seguir teve pela frente a Milagros (Azul41) que mandou uma mensagem para o tópico, toda lixada com a Paula por esta a ter designado por senhora, porque era tão senhora como ela e que no Portal não havia títulos, que éramos todos amigos e que entendia muito bem o que o James Lima quis dizer…
ZUNGA diz:
E que idade tem nossa Milagros, bicho?
MINDO diz
Sei lá, pá! Sabes que a malta lá no Portal não olha a idades, pois partimos do princípio que sendo todos teus fãs, são jovens, independentemente da idade.
ZUNGA diz:
Eheheheheh Cê se sai com cada uma que me deixa até sem palavras, bicho! Mas me diga uma coisa, Mindo: cê não me vai dizer que Paulinha e Milagros brigaram e se zangaram… Isso me deixaria triste, sabe?
MINDO diz:
Nada disso, pá! Olha, faz de conta que sou eu e tu. A malta às vezes chateia-se por isto e por aquilo mas logo depois tudo passa. A Paulinha, respondeu à Milagros dizendo que só a tinha chamado de “senhora” para assinalar a diferença entre um “miúdo” e ela. Ponto final. E tudo ficou bem graças a Deus! Eheheheheh
ZUNGA diz:
Será que ficou, Mindo? James Lima não teria fazendo vir ao de cima sua gene de macho latino, ficando amuado por Paulinha o ter chamado de “miúdo”? Cê sabe como é, né?!
MINDO diz:
Penso que não, Berto. O James Lima apesar de novo na idade é muito maduro como pessoa. E depois, não te esqueças que quando fala a madrinha, o afilhado baixa a bola, né? eheheheheh
ZUNGA diz:
Quer dizer então que aí não precisou de entrar a tal equipe médica? Eheheheheh
MINDO diz:
Eheheheheh Não esqueceste da equipa médica, pá! É claro que num caso como este a equipa médica de emergência teve que entrar com todos os seus elementos. Além disso, embora não sejam médicos, entraram também para apagar o fogo os consagrados bombeiros Felipe Moura (Lipe), Daniel (Danny) e o Edson (Edsinho). E, como nestes assuntos as mulheres unham-se e desunham-se para se meter neles, não faltaram a Isabel (Iatrever) e a Yolanda (Bampirela).
ZUNGA diz:
Tô vendo mesmo que vossa equipe médica bem que faz falta no Portal, mora! Mas afinal qual é meu papel como chefe de equipe como você abusivamente me nomeou, bicho?
MINDO diz:
O teu papel como Doutor Zungamor é o mais importante da equipa médica da qual tu és o chefe. Por exemplo, aqui há dias aconteceu uma cena do carago: o Jamesrc abriu na Sala “Cartas de Amor” (a tal sala onde paira a apaixonite aguda), um tópico intitulado “Um amigo”. Tratava-se de um poema do próprio James Lima inspirado em todos os seus amigos, principalmente de um: Nikholay Ullianov.
ZUNGA diz:
Pô, cara! O rapaz também é poeta, bicho?
MINDO diz:
Naquele Portal a ti dedicado, qualquer um arrisca-se a ser poeta, pá! Mas deixa-me continuar, pá! O primeiro a comentar o poema do James Lima foi o Felipe Moura (Lipe), escrevendo: “eheh… Bonito poema! Fica tranquilo! Lipe”. Vai daí, o James Lima, em vez de tranquilo ficou lixado, e logo responde ao Felipe chamando-o de preconceituoso por ter imaginado que ele estivesse apaixonado pelo seu amigo Nikholay. Então, fez-lhe ver o seguinte: que o amor existe, está aí e que até podemos ver Roberto e Erasmo Carlos. Eles se amam. Mas, por acaso um é apaixonado pelo outro?
ZUNGA diz:
Puxa vida! O rapaz estava danado mesmo, dando até exemplo de mim e Erasmo! Eheheheheh
MINDO diz:
E estava tão danado, que disse que não admitia que o chamassem de homossexual e que por isso aquela seria a sua última participação no Portal, mesmo que fosse solicitado. O Felipe Moura ainda foi ao tópico pedir desculpa ao James Lima, dizendo que a sua intenção nunca por nunca foi a que o James Lima havia pensado, etc. etc.
ZUNGA diz:
James Lima é caso sério, Mindo!...
MINDO diz:
É mesmo, Berto! E como não podia deixar de ser entrou também a madrinha dele, a Paula (PSER) a chamar o afilhado à realidade, mas o James Lima é que não esteve com meias medidas e bateu o pé, ou melhor bateu a porta do Portal, pedindo desculpa à madrinha e ao próprio Felipe Moura pela sua má interpretação. Agradeceu a todos que foram seus verdadeiros amigos durante esse tempo, nomeando o Adriano, o Armindo, a Rosângela, o Fabiano, a Paulinha, a Milagros, a Sandra, a Claudinha, o Edgar, o Carlyle, o Jotaefe, o Derbson, o Miguel Rocha, pedindo desculpa se tivesse esquecido alguém.
ZUNGA diz:
Mindo, a coisa ficou mesmo preta, bicho!
MINDO diz:
Pior do que isso, Berto. A coisa ficou foi marrom e aí teve que entrar o Doutor Zungamor, ou seja, tu. eheheheheh
ZUNGA diz:
Eu entrei como, cara? Cê me mete em cada uma, bicho!!!
MINDO diz:
Eu explico-te Berto: quando a nossa equipa médica chega à conclusão que não consegue tomar conta do recado, a táctica é fazer entrar o nosso chefe de equipa. Então, neste caso que já não era de apaixonite aguda mas crónica, vendo eu a gravidade do paciente, entrei de urgência no tópico mesmo sem a tradicional bata branca de médico, chamando o James Lima à razão e ameaçando-o que se não voltasse com a sua palavra atrás, ou seja, se persistisse em sair do Portal, que o lixava que ia fazer queixa dele ao Roberto.
ZUNGA diz:
Eheheheheh E o cara, como reagiu a sua ameaça, Mindo?
MINDO diz:
O gajo até caiu de cu, pá! Veio logo pedir-me que por amor de Deus não te fosse fazer queixa dele pois a última coisa que queria na vida é que tu te zangasses com ele, e isto e aquilo. Conclusão: foi remédio santo, Berto! O gajo continua lá batido no Portal e entretido com o seu blog a ti dedicado. Eheheheheh
ZUNGA diz:
Mas, me diga uma coisa, Mindo: a Sala “Cartas de Amor” não foi criada a fim da galera mandar mensagens de amor pra mim, bicho?
MINDO diz:
Isso é uma verdade, Berto. Mas na prática isso não acontece e compreende-se. Nunca vi, nem me acredito que veja algum membro do sexo masculino a ir à Sala “Cartas de Amor” abrir um tópico para te mandar uma mensagem de amor. A alguns não deve faltar vontade, mas sabes que os homens são uns envergonhados do carago e por isso nada dizem. Quanto aos membros femininos, como sabes sempre mais atrevidos, temos a Rosangela que é uma louca do carago por ti e que às vezes lembra-se e cria tópicos a mandar-te beijos, abraços e eu sei lá que mais, como se não bastasse o Fotolog que ela tem em tua honra. Temos também a Conceição Oliveira (Con) que às vezes ninguém sabe onde ela pára e de repente aparece com mensagens a dizer que vai casar contigo, que eu e a Isabel (Iatrever) do Peru, vamos ser os padrinhos de casamento e diz que tu és o melhor do mundo, que és um pão, uma brasa, etc. Depois, temos a Maria Luíza (Iza), para a qual no Portal só a Sala “Cartas de Amor” lhe interessa, criando tópicos e mais tópicos a dizer que te ama, que te adora, porque tu és o maior, o mais bonito e coisas que tais. eheheheheh
ZUNGA diz:
Eheheheheh
MINDO diz:
Por isso, se fossemos a respeitar à letra os fins para que foi criada a Sala “Cartas de Amor”, o resultado era que apenas três meninas andariam por lá a guerrearem-se umas com as outras por tua causa e isso a administração do Portal não quer e tu muito menos, não é? Eheheheheh
ZUNGA diz:
Tô entendendo. Assim do modo que está, dá até pros meninos e meninas se namorarem às minhas custas. Eheheheheh
MINDO diz:
É isso, Berto! Mas olha que às vezes aparece por lá alguém que vai para as Salas para falar de tudo menos de ti, como aconteceu aqui há dias com um membro que se lhe meteu na cabeça de mandar poemas e mais poemas de rajada, zangando-se com este e aquele membro pelo simples facto de não responderem aos seus poemas. Mas para esses, temos o nosso “Testa de Ferro”, o Carlyle Zamith, sempre atento a tudo e todos.
ZUNGA diz:
Puxa vida! Tô vendo que no Portal há de tudo como na farmácia. Eheheheheh Por você falar em nosso Carlyle, como vai ele, bicho?
MINDO diz:
Está porreiro, pá! Sabes que ele esteve gravemente doente, mas graças a Deus e a ti tudo correu bem e agora está aí que nem pêra doce. Eheheheheh
ZUNGA diz:
Cê disse graças a Deus e a mim? Que fiz eu pra Carlyle ficar melhor da sua doença, bicho?
MINDO diz:
Então tu não sabes, Berto? O gajo, quer no hospital enquanto estava internado, quer em casa enquanto se restabelecia da operação a que foi submetido, não dispensava ouvir as tuas músicas, pá! Ouvi até dizer, não sei se é verdade mas acredito, que até mesmo durante a operação ele exigiu um fundo musical com aquela tua canção “Amigo”.
ZUNGA diz:
Nossa! Essa aí eu não sabia, não, cara! Mas fico super feliz por ele, sabe? Carlyle é jóia, bicho! Me estou lembrando também de João Francisco. Como está indo ele, Mindo?
MINDO diz:
João Francisco? Quem é esse gajo, Berto?
ZUNGA diz:
É aquele cara legal que cês chamam de “Enciclopédia Ambulante” e de “Porteiro do Portal”!
MINDO diz:
Ah! É o Jotaefe, pá! Sabes que a malta conhece-se mais pelos logins e se tu não me falasses nas alcunhas dele eu nunca mais iria saber que te estavas a referir ao Jotaefe. Eheheheheh O gajo está cada vez mais na mesma, pá! Está sempre à porta do Portal, pronto para esclarecer qualquer dúvida que um membro tenha sobre tudo quanto a ti e à tua obra se refere. Não há nada que o gajo não saiba, Berto! Já te disse num dos nossos bate-papos que eu no teu lugar já o tinha contratado, pois dava-te um jeitão do carago, pá! Por exemplo, tu querias saber como é que tinhas ido vestido no show X realizado há Y anos, e ele logo te dizia que tinhas ido assim e assado, deste e daquele jeito e até te dizia se chovia ou fazia sol. O gajo é mesmo demais, Berto! Contrata-o já, pá! Enciclopédias como ele não se encontram aí aos pontapés. Vai por mim!!!
ZUNGA diz:
É mesmo, Mindo! Quem sabe eu o contrato, né?! Depois, dá pra ver que João Francisco é um cara bem legal, além de que sempre se actualizando.
MINDO diz:
Sim, Berto! Vê lá tu que aqui há dias o Fé Antenor (Pai), abriu um tópico acerca da tua altura. As opiniões divergiam entre 1,68m, 1,69m, 1,70m, 1,71m e 1,72m. Então, eis que apareceu o “Enciclopédia Ambulante”, abre o livro e diz: “O documento que tenho cópia é o Certificado de Isenção do Serviço Militar, datado de 25-02-1960 quando Roberto Carlos estava com quase 19 anos. Lá está escrito: Altura: 1,68m. Cútis: branca. Olhos: castanhos”.
ZUNGA diz:
Impressionante o quanto sabem de mim, cara!
MINDO diz:
O quanto sabem de ti e o quanto falam de ti. Por exemplo o Everaldo (Evefrc), tá sempre batido no fórum do Portal e às vezes lembra-se e sai-se com cada escrito acerca de ti que eu até fico com os olhos em bico. Eheheheheh Há tempos abriu um tópico intitulado “Roberto Carlos, alienado!?” e a propósito…
ZUNGA diz:
Everaldo me chamou de alienado, Mindo?
MINDO diz:
Nada disso, pá! Então o Everaldo era capaz de te chamar uma coisa dessas, pá? Ele escreveu foi a propósito de na época da Jovem Guarda tu e a tua turma serem taxados desse jeito. Então o Everaldo, no seu artigo, demonstrou por A + B que tu nunca foste nem és alienado, bem pelo contrário. A título de exemplo o Everaldo até referiu algumas das tuas frases que ficaram para a história, como esta: “Eu queria poder abraçar meu maior inimigo”.
ZUNGA diz:
Tô até emocionado, Mindo! E pensar que eu julguei Everaldo me chamando de alienado… Não escreva isso quando passar pró papel nosso bate-papo, tá?
MINDO diz:
Eheheheheh
ZUNGA diz:
Cê se tá rindo do quê, bicho?
MINDO diz:
Ó Berto, agora é a minha vez de te lembrar que para todos os efeitos os nossos bate-papos são fictícios. Por isso, o Everaldo jamais irá acreditar que tu pensaste mal dele, pá! Vai pensar que tudo é invenção minha e aí apenas se vai rir comentando para os seus botões: “Bem que aquele portuga pega tudo que a gente escreve lá no fórum do Portal, passando tudo pros seus bate-papos com Roberto, brincando com todos e nos fazendo crer que seus bate-papos são autênticos”.
ZUNGA diz:
Isso é o que cê diz, Mindo. Mas eu penso diferente de você, mora! Será que Everaldo não ficará pensando: “O Armindo lá de Portugal bem que é um felizardo. Como se não bastasse ter sempre bis e tris quando Roberto vai a Portugal dando shows, ainda por cima tem primazia de bater papo com ele. Ele bem que disfarça dizendo a todo mundo que tudo não passa de ficção, mas nessa de ficção eu não vou não! Depois, dá pra ver que desde que começaram os bate-papos entre eles, aquela coisa do transtorno obsessivo compulsivo está desaparecendo a olhos vistos.”.
MINDO diz:
Eheheheheh Ó Berto, essa não tinha eu pensado. Tu lembras-te de cada uma do carago, pá!
ZUNGA diz:
Mindo, tá na hora de darmos o fora, bicho! Adorei nosso bate-papo. Mande aquele abração pra galera lá do Portal, viu? E outro pra você também, rapaz!
MINDO diz:
Está bem, Berto. Um grande abraço para ti.
ZUNGA diz:
Quando você vai mandar este nosso bate-papo lá para o fórum do Portal, cara?
MINDO diz:
Ó pá, não sei, pois o tempo que estamos aqui a bater papo vai dar pano pra mangas e sabes que eu agora já não tenho a Tina Gaspar de Leiria que era a minha secretária administrativa e que me dava um jeito do carago pois sempre passava para o computador os nossos bate-papos.
ZUNGA diz:
Ela se despiu, digo, se despediu, cara?
MINDO diz:
Ó Berto, tu agora também te enganas nessa palavra como eu? eheheheheh
ZUNGA diz:
É isso aí, Mindo. Cê nem imagina a gozação de meus camaradas quando sem querer fico bancando fala de portuga e faço trocadilho de palavras como cê faz. Eheheheheh
MINDO diz:
Eheheheheh A Tininha não se despiu, digo, não se despediu, pá! Ela mudou de emprego e agora o seu tempo é pouco para aturar um louco como eu.
ZUNGA diz:
Por você falar em louco, porque cê não pede a Isabel lá do Peru pra ser sua secretária? Não é ela que é a sua Inca? Por isso… que tá esperando, cara?
MINDO diz:
Eheheheheh Ó Berto, bem que eu já lhe pedi mas ela não foi na cantiga. Respondeu-me que pra mim ela era tudo o que eu quisesse, excepto ser minha secretária. E convenhamos que ela até tem razão, Berto. Estas coisas administrativas dão um trabalhão do carago e sabes que ela, sendo odontologista, ser minha secretária seria para ela pior do que uma dor de dentes. eheheheheh
ZUNGA diz:
Pére aí, pére aí!!! Isabel disse que pra você ela era tu que cê quisesse, Mindo?
MINDO diz:
Ó Berto, deixa-te de coisas, pá! Isso foi só uma força de expressão dela que não pode ser levada à letra, pá!
ZUNGA diz:
Pois, pois… Perguntar não ofende, né?
MINDO diz:
Ó Berto estás-me a dar uma música do carago, pá!
ZUNGA diz:
Por você falar em música, me estou até lembrando de Edu. Cê já viu o site dele, bicho?
MINDO diz:
Já vi, pá! O site do Mestre está 5 estrelas e eu até já deixei lá alguns comentários.
ZUNGA diz:
Cê chama de Mestre ao Maestro Eduardo Lages, cara?
MINDO diz:
Ó pá essa de lhe chamar de Mestre, saiu-me um dia de repente e agora chamo-o sempre Mestre. Mas há algum mal nisso, Berto?
ZUNGA diz:
Mas é claro que não há mal nenhum, Mindo. Tô até achando uma ideia legal da sua parte pois que Edu sempre se entrega com mestria em tudo que faz. Um dia destes vou dizer pra ele bater papo com você e aí você começa escrevendo “1º Bate-papo entre Eduardo Lages e eu”, 2º Bate-papo… eheheheheh
MINDO diz:
Ó Berto, bem que seria uma honra para mim bater um papo com Eduardo Lages, mas por amor de Deus, não me venhas com essa de também escrever sobre tal bate-papo. Se tu soubesses o trabalho que isto dá…
ZUNGA diz:
Bicho, se deixe de bancar vítima, viu!? Se esquece que quem corre por gosto não cansa e que muitos pagariam pra estar em seu lugar e você ainda reclama?
MINDO diz:
Ó Berto, agora que estamos a acabar o bate-papo é que tu estar a criar um ambiente de cortar à faca, pá! Sabes bem que é de bom-tom acabamos os nossos bate-papos com alegria para animar os leitores e tu parece que estás a fazer de propósito para desta vez acabarmos à pega um com o outro, pá!
ZUNGA diz:
Olhe aí, Mindo! Pra acabarmos bem nosso bate-papo cê quer que eu lhe conte uma anedota? Eheheheheh
MINDO diz:
Qual anedota, Berto? Não me digas que me vais contar aquela do ouriço-cacheiro: “Você sabe como os ouriços-caheiros fazem amor? Com muitíssimo cuidado!”.
ZUNGA diz:
Pô! Como cê sabe essa anedota? Eu já tinha contado ela pra você?
MINDO diz:
Não, Berto! Aqui há dias a Milagros (Azul41) abriu um tópico lá no fórum do Portal contando essa tua anedota.
ZUNGA diz:
Impressionante como vocês até de minhas anedotas falam me roubando elas! Eheheheheh
MINDO diz:
Eheheheheh
ZUNGA diz:
Mindo, agora é que vamos mesmo dar o fora, tá? Escreva rápido este bate-papo, viu? Minha filha Luciana não perde um, sempre esperando pelo próximo! Eheheheheh Um abração seu portuga-brasuca! Eheheheheh Ah! E quando escrever este nosso bate-papo, não esqueça de botar lá o costume, dizendo que tudo é ficção! eheheheheh
MINDO diz:
Eheheheheh Xau, Berto! És um gajo do carago, pá! Abraços!

AVISO:

O texto que acabaram de ler é fictício.
Qualquer semelhança com a realidade é pura coincidência.

A ficção revela verdades que a realidade omite
Jassemin West
Armindo Guimarães

Sobre o autor

Armindo Guimarães - Doutorado em Robertologia Aplicada e Ciências Afins e Escriva das coisas da Vida e da Alma. Administrador, Editor e Redator do Portal Splish Splash e do site oficial da Confraria Cultural Brasil-Portugal. Leia Mais sobre o autor...

Sem comentários:

Enviar um comentário

MÚSICA LUSÓFONA

OS NOSSOS REDATORES PERMANENTES

OS NOSSOS REDATORES PERMANENTES - Clique para ver o perfil