ROBERTOLOGIA EM DESTAQUE

11/19/2012

O Súbdito que sonhou com o Rei





 
Por: Armindo Guimarães
arguimar@gmail.com
Facebook

Como diplomado em Robertologia Aplicada e Ciências Afins, apenas lamento que das cadeiras que frequentei não fizesse parte a disciplina “ Interpretação dos Sonhos”. Contudo, não é preciso ser-se especialista na matéria para sabermos que esta coisa dos sonhos tem muito que se lhe diga. Têm a ver com o nosso subconsciente, ou seja com as nossas vontades e emoções. Apesar disso, interrogamo-nos por nunca podermos sonhar o que gostaríamos e de sonharmos o que de bom grado dispensaríamos, isto já para não falarmos daqueles sonhos que são autênticos pesadelos e daqueles que de tão benignos que são nos acordam para a realidade e nos levam a tentar adormecer novamente para lhes dar continuidade.

A mim aconteceu-me ter na mesma semana dois sonhos que, confesso, apesar de nunca os ter desejado aconteceram. Digamos que surgiram do meu subconsciente, porém, não da minha vontade mas apenas das minhas emoções uma vez que desde os meus 6 anos de idade sou admirador do cantor/compositor Roberto Carlos com todas as emoções que de então para cá tenho vivido pelo facto de seguir a par e passo a sua carreira artística e não só. Portanto, está explicada a razão pela qual o meu subconsciente foi responsável por aqueles dois sonhos.

Porém, o que me admira é o facto de apenas ao fim de 51 anos eles se terem realizado. E nem sequer se pode aventar a hipótese onírica de natureza sexual porquanto desde cedo ela é manifestamente heterossexual. Teria sido pelo facto de eu nunca ter desejado os sonhos e portanto só agora se terem realizado por acaso, no caso de haver acasos no que aos sonhos se refere? Pode ser. Mas, a ser assim, fica por explicar porque então não sonho eu, não sonhamos nós, o que tanto desejamos. Ficam estas dúvidas no ar para o caso de alguém saber responder. Porém, eu é que não vou ficar eternamente à espera da resposta pois vou já tratar de me especializar na matéria pedindo ajuda ao meu amigo Carl Gustav Jung que é barra na matéria.

Entretanto, fiquemos com os sonhos:

“De repente dei por mim passeando com o Roberto Carlos nas ruas da cidade do Porto (da minha cidade). Acompanhavam o Rei 2 ou 3 amigos que não sei quem eram, mas sempre um pouco afastados pois só eu ia ao lado do Rei, falando não sei de quê. Mas o mais curioso é que ele não tinha a idade que tem agora (71), mas sim entre os vinte e os trinta anos. Usava óculos escuros e vestia roupa ligeira. Outra coisa curiosa é que eu via-me e desejava-me para o acompanhar pois ele em vez de andar em passo de passeio andava depressa, não a correr, mas como se tivesse pressa de chegar a algum lado, porém, sempre a falar comigo, se bem que não falasse do que eu mais queria, que era sobre o Portal Splish Splash e os nossos bate-papos telefónicos, assuntos que não queria ser eu a abordar. Já cansado de acompanhar o seu apressado passo, interpelei-o: “Ó Roberto, vais como uma pressa do carago, pá! Onde é que vais?” Ao que ele, sem abrandar o passo, respondeu: “Não vou a lado algum, bicho! Simplesmente tô indo com você.” E riu-se.”

O outro sonho deu-se na mesma semana com um dia de intervalo pelo meio e foi exatamente igual ao primeiro, sem tirar nem por.

E eu rio-me!

ADENDA DO AUTOR, EM 1/5/2015
Quando em 19/12/2012 escrevi este texto, estava convencido que esta seria a primeira vez que tinha sonhado com o Rei, mas hoje, ao rever algumas matérias que escrevi sobre Roberto Carlos, verifiquei que, na verdade, já tinha tido um sonho em que entrava Roberto Carlos, sonho esse que escrevi e publiquei no Portal Splish Splash em 1-7-2009, sob o título ‘O meu primeiro sonho robertocarlistico’. E ainda bem que escrevi e publiquei esse sonho, caso contrário, para além de jamais me lembrar dele ou de o confundir com este segundo sonho, não ficaria a saber de uma curiosidade que em ambos se repetiu, ou seja, o facto de o Roberto Carlos aparentar ter cerca de 34 anos e se apresentar com o cabelo e roupa que usava nessa idade (princípios dos anos 70).


'O meu primeiro sonho robertocarlistico'
http://www.portalsplishsplash.com/2009/07/o-meu-primeiro-sonho-robertocarlistico.html
Armindo Guimarães

Sobre o autor

Armindo Guimarães - Doutorado em Robertologia Aplicada e Ciências Afins e Escriva das coisas da Vida e da Alma. Administrador, Editor e Redator do Portal Splish Splash e do site oficial da Confraria Cultural Brasil-Portugal. Leia Mais sobre o autor...

4 comentários:

  1. Meu querido doutor de Robertologia
    Aqui são 02:25 da manhã, antes de me deitar sempre faço uma visita no face, e dei com a história dos seus sonhos. Coisa bem simples, mas cheia daquela emoção de estar junto...
    E eu aqui senti esse mesmo prazer... deve ter sido muito agradável... poder conversar e estar junto de quem muito admira!! Direi mesmo; quem me dera que ele também pudesse simplesmente estar indo comigo... seria um sonho!!!
    E como o relógio não para, e a hora dos sonhos vai chegando.... quem sabe se é esta noite que ele me visitará também, mas... de preferência sem pressa!!
    Boa noite Armindo, e que mais sonhos desses ( e outros...) possam inebriar as suas noites*
    Abraços

    Natália Pires (Lita)

    ResponderEliminar
  2. Olá maninho querido!

    Que delícia de sonho!
    Sonhar com Roberto é uma coisa doce!
    De vez enquando sonho com ele, é uma delícia!
    Ultimamente não tenho sonhado, acho que ele pulou para os seus sonhos....
    Desejo que continue sonhando com ele e que nos conte também.

    Beijos,
    Carmen Augusta (Guta)

    ResponderEliminar
  3. Querido Armindo!

    Ter bons sonhos é tudo o que desejamos, agora,
    tu entrares no mundo mágico dos sonhos e ver caminhando ao teu lado o NMQT, deve ter sido maravilhoso!
    E ainda ouví-lo dizer:
    "-Não vou a lugar algum, bicho! Simplesmente tô indo com você!"
    Quanta emoção Armindo!
    Deve ter sido muito bom ver esse sonho se repetindo!
    Isso é a premonição do encontro de vocês, que já está mais do que na hora de acontecer.
    O encontro do NMQT contigo Armindo, o seu Maior Fã de Portugal e do mundo!
    Tu mereces viver essa grande emoção, por todo o carinho e devoção que vens demonstrando ao Nosso Rei.
    Quero ter a felicidade de ver o relato desse grande momento, vai ser lindo demais!

    Parabéns Armindo, pela tua criatividade na montagem da foto, ficou maravilhosa!

    Beijinhos
    Alba Maria

    ResponderEliminar
  4. Ena, pá!

    Aqui e agora, eu gostaria de colocar o meu ponto de vista, dado um pouco do conhecimento que ora detenho, acerca do assunto.

    Em seu primeiro parágrafo abre uma discussão, da qual, ressalto que a cada sono, temos sonhos de que necessitamos sonhar para nosso aprendizado espiritual, seja ele pesadelo ou não.

    A priori, entendo que sua relação com o Rei é sobremodo agraciada pela beleza deste alegre encontro, que aconteceu no Plano Transcendental Quintessenciado. Eu disse: que aconteceu! E estas foram tão somente, imagens que guardastes em sua consciência profunda, de vcs dois, em uma vida passada, quando ainda rapazinhos, viviam ambos pelas andanças neste mundo de Deus.

    Eram verdadeiros amigos, conservando este sentimento até os dias de hoje, ainda que desta forma, ou seja, sem que se suspeitem, de que estão amigos há muitas vidas.

    Este raciocínio lógico, é plausível de ser aceito, pois podemos sim ter amigos em lugares distantes do nosso, e que, de modo habitual, durante o sono, podemos perfeitamente, em espírito, encontrarmo-nos para nosso deleite.

    Outrossim, entende-se uma corrente espiritualista de que o sonho é esta recordação agradável dos lugares e das coisas que vimos ou que veremos em outras existências, em outra ocasião.

    Como vê, meu caro amigo, és alguém muito próximo do Roberto, muito mais do que possas imaginar e, com a sublime missão de por ele, agregar no universo de ambos, o clima de amizade entre as pessoas, que é o que o Nosso Mestre ensinou, há 2012 anos atrás.

    Um grandioso e espirituoso abraço do amigo, Bottary

    ResponderEliminar

HOMENAGEM A ROBERTO LEAL

OS NOSSOS REDATORES PERMANENTES

OS NOSSOS REDATORES PERMANENTES - Clique para ver o perfil