ROBERTOLOGIA EM DESTAQUE

13 de março de 2009

Reibeto Pra Sempre!



Por: Armindo Guimarães
Diplomado em Robertologia Aplicada e Ciências Afins
Facebook
https://www.facebook.com/armindo.guimaraes

 
Recebi uma mensagem de uma nossa amiga robertocarleana membro do Portal Clube do Rei desde 09-09-2004.

Trata-se da Lucineide Serra, de Olinda, Brasil.

Com o login de Reibeto, a Luci era uma habitual frequentadora do fórum do Portal que por motivos técnicos (?!) está há mais de um ano fora do ar. Um dia, cansada de lhe trocarem o sexo, pois o seu login fazia com que muitos membros pensassem estar perante um membro masculino e como tal a tratavam, resolveu avisar num tópico que iria mudar de login. Respondi-lhe que não fazia sentido a troca do login, porque era original e lhe pertencia e porque se alguém lhe enviava mensagens tomando-a por homem em vez de mulher era sinal de que em tais mensagens não tinham em linha de conta o factor da sua condição de mulher mas apenas de fã do nosso mais que tudo.

A Luci pensou no assunto e acabou por não trocar de login, decidindo continuar Reibeto para sempre e agora até se ri quando se lembra do episódio.

Mas na mensagem que me enviou a Luci não riu. Não vou transcrever aqui o teor da sua mensagem porque ela poderia não gostar. Mas vou reproduzir o último parágrafo: “Duas músicas do nosso Rei refletem um pouco de mim atualmente”.

Resumo (1974) de Mário Marcos e Eunice Barbosa e Se eu pudesse voltar no tempo (1970) de Pedro Paulo e Luís Carlos Ismail, são as músicas referidas pela Reibeto e que eu, para além de postar aqui as letras que ela me enviou, também coloco vídeos alusivos que encontrei no Youtube.

Para completar, anexo a este texto uma foto da Reibeto com o seu LP preferido e que consta do seu perfil de membro do Portal Clube do Rei. Espero que a Luci não fique zangada comigo por ter tomado esta iniciativa sem a avisar, mas penso que o Splish-Splash, para além das suas vertentes Lusitanidade, Robertologia Aplicada e Disto & Daquilo, também deve servir para estarmos ao lado de quem muito nos diz.

Resumo (1974)
Mário Marcos - Eunice Barbosa


Qual Folha que vaga
Sem rumo e sem vida
No espaço perdida
Sou eu a vagar

Qual chuva correndo
Nos olhos do tempo
Nos mares crescendo
Sou eu a chorar

Qual sombra da noite
De um céu nevoento
Que canta a tristeza
Sou eu a cantar

Qual mente que vai
Aos pés do infinito
Gritando, gritando
Sou eu esse grito

Eu sou o consumo
De um sol sem calor
Enfim sou resumo

Do riso e da dor
Eu colho a tristeza
Em forma de flor
Na paz da certeza
Onde canta o amor


Se eu pudesse voltar no tempo (1970)
Pedro Paulo - Luiz Carlos Ismail


Pode ser que exista alguém no mundo
Pra contar e pra dizer o que fez
Quando viu que teve tudo
Pra viver e não viveu

Se eu não estava certo do que eu sentia
Se tudo está distante do que eu queria
O que vou fazer preciso saber
O que vou fazer preciso saber

Quando a gente olha é tarde demais
Vê as marcas que ficam pra trás, no caminho
E depois ainda tem que viver
Procurando dizer tudo sem nada pra dizer, pra dizer

Pode ser que exista alguém no mundo
Pra contar e pra dizer o que fez
Quando viu que teve tudo
Pra viver e não viveu

Se tudo eu fiz pensando em ser feliz um dia
Se o tempo passa e a minha vida é tão vazia
O que vou fazer preciso saber
O que vou fazer preciso saber

Armindo Guimarães

Sobre o autor

Armindo Guimarães - Doutorado em Robertologia Aplicada e Ciências Afins e Escriva das coisas da Vida e da Alma. Administrador, Editor e Redator do Portal Splish Splash e do site oficial da Confraria Cultural Brasil-Portugal. Leia Mais sobre o autor...

6 comentários:

  1. Olà Mindo! fizeste bem aconcelhar a nossa amiga Luci de nao mudar o seu login porque realemente tambem o encontro original.E se para alguns avia duvida com respeipo ao sexo agora sim ficou clarissimo.Armindo ès um gajo que nao te escapa nada pà vai là ser forao o carago.

    ResponderEliminar
  2. Olá, Manel!

    eheheheheh

    Disseste tu: "Vai lá ser furão ao carago!"

    E eu ri-me pra carago com essa tua saída. eheheheh És do baril, pá!

    Ontem o nosso bate-papo foi fixe. Quando tal ainda vai haver os "Bate-papo entre o Manel e eu". eheheheh

    Grande abraço, pá!

    Gudvai que eu gudfico!

    ResponderEliminar
  3. Oi Armindo!

    Também acho que fizeste bem em aconselharnoss amiga a não trocar o login.
    De fato é original.

    Mas eu não me lembro dela no Portal.
    Bem, você disse que ela participava mais do Forum, e eu peguei pouco dele. Logo ele saiu do ar, talvez para não mais voltar...

    Se ela passar por aqui, deixo um beijo.Aparece amiga.

    Beijo também para você meu amigo do coração,
    Carmen Augusta

    ResponderEliminar
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  5. Olá Armindo
    Este post, foi uma bela ideia!
    "Reibeto "que fique para sempre!
    Eu achei piada, ao login da Lucineide!
    E adorei as letras e as músicas que não conhecia!
    O poema "Qual folha que vaga"é lindo!
    Felicidades para a Lucineide!
    Abraços

    ResponderEliminar
  6. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar

OS NOSSOS REDATORES PERMANENTES

OS NOSSOS REDATORES PERMANENTES
clique na imagem para ver os perfis