Como lidar e evitar bloqueios na conta do Google Ads

Do Texto: É natural, portanto, que algumas políticas e regras tenham que ser cumpridas por quem usa o Google Ads, a plataforma de anúncios do gigante das buscas
 Mesa com computador e bloco de notas no qual está escrito Google ADS.


Especialista em tráfego pago explica principais erros que merecem atenção


O Google é o maior vendedor do mundo e, por conta disso, deve manter sua reputação. É natural, portanto, que algumas políticas e regras tenham que ser cumpridas por quem usa o Google Ads, a plataforma de anúncios do gigante das buscas.

“Quando essas regras não são cumpridas, pode haver bloqueio na conta. Nesse caso, possivelmente a culpa é de quem burlou as regras”, explica Caio Calderaro, empreendedor e especialista em marketing digital.

Ele afirma, entretanto, que apesar de raros, podem acontecer casos em que a culpa é do Google. Nessa situação se torna algo mais simples de resolver. "De qualquer forma, independentemente do que tenha acontecido, é de total interesse do Google que você ganhe dinheiro, pois assim você continua anunciando. Então mesmo que tenha cometido algum erro ferindo alguma política do Google, dá para consertar e recuperar a conta bloqueada”, explica.

Além de ler a política de privacidade do Google, o especialista recomenda atenção a  alguns pontos que podem causar bloqueios no Google Ads. Confira!

- Redirecionadores: Usar redirecionadores de links, como Bitly, pode causar bloqueio na sua conta. Em alguns casos, o Google também pode não aceitar alguns links de certas plataformas, principalmente as que são novas no mercado. “O ideal é se informar com outros afiliados ou até mesmo com o produtor se você pode anunciar tranquilamente com o link de afiliado sem correr riscos”, sugere Calderaro.
- Campanha reprovada: Caso tenha sua campanha reprovada, é bom consertar seguindo as recomendações do Google. Além disso, caso tenha campanhas nessa condição, não é interessante deixá-las com esse status. O ideal é resolver os motivos que causam a reprovação ou remover as campanhas.
- Pagamento Suspeito: Pode acontecer um bloqueio ao usar como forma de pagamento cartões de crédito de terceiros. A recomendação é usar sempre o seu cartão ou, ainda, pagar por boleto, mercado pago ou paypal.

De acordo com o especialista, caso a conta tenha sido bloqueada, vale usar uma conta extra até o Google analisar o caso e fazer a liberação. “Se você tiver uma conta extra, poderá continuar anunciando sem problemas, até ter seu acesso novamente. Por isso é sempre bom ter mais de uma conta”, diz. Essa conta deve ser criada com um e-mail diferente e, se possível, com outra forma de pagamento.

E se a conta tiver sido bloqueada sem motivo ou por algum motivo que o Google acuse, mas não seja verdadeiro? Nesse caso, vale a pena enviar uma contestação. “Envie os dados que o Google solicitar e seja o mais claro possível ao relatar o problema. Se o Google verificar que realmente cometeu um erro, sua conta será reativada muito mais rápido”, diz Calderaro.

Ele reforça a importância da leitura das políticas do Google para evitar bloqueios desnecessários. “Não tenha preguiça. O simples fato de você conhecer as regras muda tudo e pode te poupar muito tempo, que seria gasto recuperando contas bloqueadas”.

Sobre Caio Calderaro:
Caio Calderaro começou a trabalhar com tráfego pago em 2019, quando tinha acabado de largar a profissão de Engenheiro Civil. Foi estagiário, funcionário com carteira assinada e, mesmo trabalhando dez horas por dia em um escritório, não conseguia fazer 3 mil reais por mês. A história começou a mudar quando ele passou a se dedicar ao marketing digital, inicialmente usando a ferramenta do Google Ads. No quarto mês de projeto, conseguiu faturar 10 mil reais. Hoje, o faturamento mensal atinge os seis dígitos e ele já ajudou mais de 30 mil pessoas a virarem protagonistas de suas próprias vidas através dos métodos GPA Domínio Estratégico, Hiperfoco10k e Comunidade Jornada 2x. Para saber mais, acesse: https://caiocalderaro.com/  ou pelas redes @caiocalderaro
Também pode ler:

Enviar um comentário

0 Comentários
* Gostou do que leu, viu e/ou ouviu? Então, para completar, só falta o seu comentário. Se não gostou, comente também. O autor agradece.

buttons=(OK!) days=(20)

Este site utiliza cookies para tornar a sua experiência melhor. Saiba mais
Accept !