Adeus, Brasil! As dores e delícias de imigrar

Do Texto: Dedicado a brasileiros imigrantes ao redor do mundo ou que pretendem morar fora, o livro é uma boa oportunidade de entender os dilemas de viver em out

Composição: A autora Isabel Arruda e capa do livro "A despedida de quem fui"

Em crônicas sobre os dilemas de mudar de país, ex-produtora de TV conta como foi largar tudo para recomeçar a vida no Canadá

Assim como outros 4,2 milhões de brasileiros que vivem no exterior, escritora e ex-produtora de TV Isabel Arruda fez as malas e, junto do marido e da filha, deu adeus ao Brasil sem previsão de retorno. Passados mais de seis anos da escolha que virou a vida dos três de ponta cabeça, a carioca transformou a experiência em livro. A despedida de quem fui é um passeio menos pelo Canadá, destino escolhido pela família, e mais pelo que essa mudança representou em termos de renúncias e ganhos para ela e a família.

Os desafios, a barreira do idioma, os perrengues, as alegrias, a saudade do Brasil, e também as vantagens oferecidas em um país de primeiro mundo – como a segurança nas ruas e qualidade educacional: são 50 crônicas em que Isabel retrata, com razão e emoção, suas motivações e o dia a dia no Canadá.

O ponto de partida foi o desejo de novas vivências e o anseio pela mudança, afinal vivia uma rotina sufocante, que já não fazia mais sentido para ela. Após reavaliar tudo, deu o primeiro passo: pediu demissão da TV que trabalhou por dez anos, esvaziou o apartamento no Rio de Janeiro e embarcou num voo sem olhar para trás.

Dedicado a brasileiros imigrantes ao redor do mundo ou que pretendem morar fora, o livro é uma boa oportunidade de entender os dilemas de viver em outro país. Em um diálogo sincero com o leitor, Isabel oferece palavras de amparo para que ninguém se sinta sozinho na própria jornada de imigração.

No embaraço que é a vida de um imigrante, os caminhos mais

improváveis foram se abrindo para me ensinar que a vida não

é como aquele roteiro de gravação que eu usava para me guiar

nos tempos de televisão. (A despedida de quem fui, pág. 104)

Carioca de alma inquieta, a autora hoje trabalha com desenvolvimento pessoal e profissional com imigrantes e refugiados de todas as nacionalidades. É também cocriadora do Wholehearted em Vancouver, grupo de suporte para mulheres brasileiras que promove encontros para troca de experiências cotidianas, em prol do bem-estar emocional. Para Isabel, o livro é uma extensão deste trabalho, que visa acolher ainda mais expatriados pelo mundo.

FICHA TÉCNICA
Título: A despedida de quem fui
Autora: https://br.linkedin.com/in/isabel-arruda-arruda-677091120
Editora: Chiado Books
ISBN/ASIN: 9 789893 710197
Formato: 16x23 cm
Páginas: 235
Preço: R$ 44,00

Sobre a autora: Isabel Arruda é carioca, formada em jornalismo. Atuou na TV Globo do Rio de Janeiro como produtora na área de entretenimento por mais de 10 anos, quando decidiu largar tudo e mudar para o Canadá. Hoje atua como Career Advisor, que auxilia imigrantes a se recolocarem no mercado de trabalho canadense. Além disso, se dedica a grupos de suporte emocional para mulheres brasileiras, o Wholehearted, e produz conteúdo para o podcast Não faz o menor sentido. Em 2021 publicou A despedida de quem fui, seu primeiro livro.  Instagram - Linkedin - Podcast: Não faz o menor sentido
Também pode ler:
Tags

Enviar um comentário

0 Comentários
* Gostou do que leu, viu e/ou ouviu? Então, para completar, só falta o seu comentário. Se não gostou, comente também. O autor agradece.

buttons=(OK!) days=(20)

Este site utiliza cookies para tornar a sua experiência melhor. Saiba mais
Accept !