Dia do Montador de Móveis: a importância de profissionais qualificados

Duas mulheres com fatos de trabalho montando uma estante.

Mulheres não exerciam a profissão, até os últimos anos, por ser considerada uma atividade majoritariamente masculina

A profissão de montador de móveis existe há décadas, para garantir que os produtos sejam montados adequadamente, assegurando beleza e preservação, tanto do móvel como dos consumidores. São os profissionais, qualificados e com experiência, que entenderão qual a melhor maneira de montar um móvel sem arranhões, amassados e sem que desmontem conforme o uso, conservando o produto por mais tempo.

Por muitos anos, a profissão de montador de móveis era considerada um trabalho temporário, como fonte de renda extra. Além disso, os profissionais ganhavam experiência por tempo de trabalho, sem que houvesse qualquer tipo de especialização ou treinamento, até pouco tempo atrás.

“A grande maioria dos profissionais hoje no mercado de montagem de móveis começou sem ter um nível técnico. Foram os trabalhos do dia a dia que tornaram profissionais experientes. Mas hoje, já é possível encontrar vídeos, palestras e tecnologias que os ajudam para serem mais qualificados e acompanharem as necessidades e tecnologias do mercado”, explica Geraldo Rigoni, CEO da Achei Montador, e-commerce pioneiro em montagem de móveis e serviços.

Além disso, mulheres não exerciam a profissão, até os últimos anos, por ser considerada uma atividade majoritariamente masculina. De um tempo para cá, houve um impulsionamento geral da presença de mulheres em todas as profissões, inclusive na montagem. A Achei Montador foi pioneira em oferecer curso de qualificação voltado exclusivamente para mulheres, abrindo oportunidades e garantindo que as profissionais exercessem a atividade.

Apesar de parecer fácil, não é recomendado que pessoas leigas realizem este serviço. Além de danificar os materiais, com a possibilidade de criar uma frustração em relação à decoração, há riscos sérios de acidentes com crianças e idosos. No Brasil, todos os dias, cerca de oito crianças morrem e 288 são internadas em decorrência de acidentes domésticos, de acordo com dados do Instituto Bem Cuidar, responsável pela continuidade da ONG Criança Segura. E muitos deles são causados por quedas de mobiliários ou eletrodomésticos.

“Pessoas que não conhecem a técnica de montagem podem negligenciar a estrutura e a forma adequada de montagem, tornando o móvel instável e capaz de tombar com o uso diário”, explica Geraldo.

Outro ponto importante é a garantia do serviço. Escolher um profissional experiente atrelado à uma empresa assegura que a montagem será feita utilizando todas as técnicas e ferramentas necessárias, além da testagem no final da montagem e responsabilidade por qualquer dano aos materiais.

“O montador de móveis é um profissional como qualquer outro, que precisa entregar um serviço de qualidade. E como garantir este serviço? Procurando profissionais atrelados à uma empresa séria, que emite notas ficais e garantias nos serviços prestados. É preciso se atentar ao profissional que está contratando e sempre optar pelo serviço de companhias conhecidas no mercado”, completa o CEO.

Enviar um comentário

0 Comentários
* Gostou do que leu, viu e/ou ouviu? Então, para completar, só falta o seu comentário. Se não gostou, comente também. O autor agradece.

buttons=(OK!) days=(20)

Este site utiliza cookies para tornar a sua experiência melhor. Saiba mais
Accept !