Estoicismo: mais do que uma filosofia da moda

A Jovem Pan, um dos maiores grupos de mídia do Brasil, apoia a Bienal do Lixo de São Paulo, um projeto cultural que tem a arte como meio de estabelecer um diálogo entre as relações do homem com o meio ambiente.

Escrito pelo professor de Oxford George Stock, o guia definitivo para estudar os filósofos estoicos chega ao Brasil pela Editora Edipro e traz os principais ensinamentos da corrente filosófica que segue atual na contemporaneidade

Corrente filosófica que conquistou a contemporaneidade, o estoicismo também foi dos pensamentos mais influentes na Antiguidade. Os estoicos foram os primeiros a reconhecer plenamente o valor do ser humano, pregavam a harmonia com a natureza e com o próximo, além de definirem os quatro principais ramos do conhecimento: Sabedoria, Temperança, Coragem e Justiça. Para explicar esta filosofia o professor de Oxford George Stock apresenta o livro O Estoicismo, publicado no Brasil pela Editora Edipro.

Considerado um guia definitivo da filosofia estoica, a obra de Stock ultrapassa o senso comum e se aprofunda nos ensinamentos sobre ética, lógica e física retratados nos textos clássicos greco-romanos. Em ordem cronológica, o professor passa por Zenão, criador do Estoicismo, até os demais adeptos ao movimento: Sêneca, Cícero, Aristóteles, Epicteto e Marco Aurélio. Os historiadores Plutarco, Diógenes Laércio, Estobeu, e poetas como Horácio, Pérsio, Virgílio e Juvenal também são essenciais para o embasamento do estudo apresentado.

A filosofia era definida pelos estoicos como ‘o conhecimento das coisas divinas e humanas’. Foi dividida em três departamentos: lógica, ética e física. Na verdade, essa divisão existia antes do tempo dos estoicos, mas eles ficaram com o crédito disso, como de algumas outras coisas que não criaram [...] com referência aos três departamentos podemos dizer que a lógica se ocupa da forma e expressão do conhecimento, a física da matéria do conhecimento e a ética do uso do conhecimento.(Estoicismo, p. 33)

Com uma linguagem de fácil entendimento, somadas as notas explicativas de rodapé, George Stock elucida a relação dos antigos com a filosofia e afirma que seria algo similar à função hoje ocupada pela religião. “A metafísica esteve fora das reflexões de Epicteto, como também a religião, uma vez que a prática da ética estoica substitui plena e satisfatoriamente a prática de uma religião”, contextualiza Edson Bini, prefaciador da obra, tradutor e graduado em filosofia pela USP.

Ao longo dos seis capítulos, Stock apresenta os diversos aspectos da clássica filosofia greco-romano, principalmente visão de mundo que os filósofos cultivavam no período helenístico. Destinado a todos que desejam aprofundar-se no estudo, O Estoicismo oferece uma profunda reflexão da doutrina baseada nas autoridades originais e faz justiça ao importante legado deixado pela escola estoica.

FICHA TÉCNICA
Título: O Estoicismo
Autor: George Stock
Editora: Edipro
Assunto: Filosofia
ISBN: 9786556600628
Edição: 1ª edição, 2022
Número de páginas: 112
Preço: R$ 35,90

Sobre o autor: George Stock, ilustre Professor de Oxford, produziu estudos sobre as obras de Platão, de Aristóteles, dos filósofos estoicos e da Septuaginta, mais antiga bíblia hebraica traduzida para o grego.

Sobre o tradutor e prefaciador: Edson Bino estudou filosofia na Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP. É tradutor há mais de 40 anos.
Também pode ler:
Tags

Enviar um comentário

0 Comentários
* Gostou do que leu, viu e/ou ouviu? Então, para completar, só falta o seu comentário. Se não gostou, comente também. O autor agradece.

buttons=(OK!) days=(20)

Este site utiliza cookies para tornar a sua experiência melhor. Saiba mais
Accept !