Escritor e historiador Luiz Vadico lança livro "O moinho que derrotou Dom Quixote"

Em “O moinho que derrotou Dom Quixote”, Luiz Vadico se dirige o tempo todo ao leitor. Em um livro leve e cheio de reflexões, lançado pela editora Literare Books International, o escritor distribui o conteúdo de forma completamente desigual, mas proposital.

Na obra, Luiz Vadico não conta apenas uma estória, mas várias. Quebrando todas as regras, ele não só fala com o leitor, mas também se coloca como personagem

Em “O moinho que derrotou Dom Quixote”, Luiz Vadico se dirige o tempo todo ao leitor. Em um livro leve e cheio de reflexões, lançado pela editora Literare Books International, o escritor distribui o conteúdo de forma completamente desigual, mas proposital. Textos curtos, textos longos, crônicas, micro-contos, poesias e fábulas. “Se me perguntasse, eu diria que é um romance de um personagem só, uma obra para se emocionar e se apaixonar”, destaca ele.

Na narração em primeira pessoa, o personagem fica mais próximo do leitor. O autor também se coloca como personagem, narrando suas experiências, emoções, medos e indecisões. O livro se forma por frases subentendidas, trocadilhos, referências e ironias. “Narcisismo contemporâneo ou uma poética da solidão? O próprio leitor irá responder essa pergunta. Ainda assim, se trata de um romance. Uma ruptura!”, afirma o escritor.

O título do livro veio de uma frase do autor Luiz Vadico perdida entre muitas, mas cheia de verdade: “Eu sou o moinho de vento que derrotou Dom Quixote!”. Pensado e estruturado nos mínimos detalhes, a obra segue a lógica da montagem dos documentários televisivos, ao invés de imagens e textos. Em vez de uma única estória, uma linha do tempo com idas e vindas, dias, horários, meses e anos.

“O título jamais foi uma frase para exaltá-lo, afinal moinhos não se envaidecem. Foi apenas uma percepção de que o mundo da ilusão, seja virtual ou não, não o comportou”, diz Luiz.

SOBRE O AUTOR
Luiz Vadico – Escritor, historiador e doutor em Multimeios (Unicamp). Dividido entre a escrita e a carreira acadêmica, publicou: “Maria de Deus” (1999), “Filmes de Cristo”. “Oito aproximações” (2010), “Memória impura” (2012), “Noite escura” (2013), “O campo do filme religioso”. “Cinema, religião e sociedade” (2015), “Fábulas cruéis” (2016), “Cinema e religião”. “Perguntas e respostas” (2016). Ganhou vários prêmios ao longo dos anos. Sua produção literária situa-se entre a fantasia histórica e as relações humanas contemporâneas. Seus livros costumam romper com a forma e os gêneros literários; na busca pelo novo, apresenta-nos: O moinho que derrotou Dom Quixote.

FICHA TÉCNICA
O moinho que derrotou Dom Quixote
Autor: Luiz Vadico
Literare Books International – 1ª edição – 408 páginas – 2022
Formato: 16 x 23 cm
Categoria: Ficção
ISBN do físico: 9786559222483
ISBN Digital: 9786559222490
E-book (Amazon): https://amzn.to/3JpVHaO
À venda nas principais livrarias físicas e plataformas digitais.
Tags

Enviar um comentário

0 Comentários
* Gostou do que leu, viu e/ou ouviu? Então, para completar, só falta o seu comentário. Se não gostou, comente também. O autor agradece.

buttons=(OK!) days=(20)

Este site utiliza cookies para tornar a sua experiência melhor. Saiba mais
Accept !