Dia Mundial da Poesia > Em volta de Herberto Helder | CCB Lisboa 26 Março

CCB - CCB . 26 março . sábado . 15h00 – 18h00 . centro de congressos entrada livre


DIA MUNDIAL DA POESIA
Em volta de Herberto Heder

CCB . 26 março . sábado . 15h00 – 18h00 . centro de congressos
entrada livre

15H00 – 18H00:
FEIRA DO LIVRO
RECEÇÃO DO CENTRO DE CONGRESSOS E REUNIÕES – PISO 1
Realizar-se-á na Receção do CCB uma Feira do Livro com a presença de várias livrarias e editoras. Aqui poderá encontrar aquele livro que há muito quer ler, a obra do seu poeta preferido ou as mais recentes edições do mercado.

15H00 – 18H00:
EXPOSIÇÃO BIBLIOGRÁFICA
FOYER DA SALA LUÍS DE FREITAS BRANCO – PISO 1
Estarão em exposição algumas das primeiras edições da obra de Herberto Helder. Esta exposição bibliográfica foi concebida em parceria com a Biblioteca Nacional Portuguesa.

15H00 – 18H00:
MARATONA DE LEITURA
SALA FERNANDO PESSOA – PISO 2
Leitura dos poemas vencedores do concurso Faça lá um Poema e entrega de prémios aos mesmos. Este momento será intercalado com a leitura de poemas de Herberto Helder por diferentes convidados. Nesta Maratona de Leitura terá ainda lugar o lançamento de Postais da República com os poemas vencedores. A apresentação estará a cargo da atriz Ana Sofia Paiva.
Parceria com o Plano Nacional de Leitura.
Convidados:
Cláudia Jardim / JP Simões / Lígia Soares / Maria Sequeira Mendes / Miguel Loureiro / Paulo Pires / Paulo Pires do Vale / Rui Tavares / Sónia Balacó / Vera Mantero / Zia Soares

15H00-18H00:
EXPOSIÇÃO
“DESENHOS EM VOLTA DE OS PASSOS DE HERBERTO HELDER”
FOYER DA SALA SOPHIA DE MELLO BREYNER ANDRESEN – PISO 2
A obra poética e literária de Herberto Helder é o mote desta exposição de ilustração de Mariana Viana, que interpretou livremente os textos do livro Os Passos em Volta através de desenhos de figuras de animais (alguns explícitos no texto), ou antropomórficas, como se de um Bestiário se tratasse. Esta exposição é composta por formas que viajam de lugar em lugar, metamorfoseando-se ao longo de um fio condutor que se renova e que evoca um novo lugar.

15H00-18H00:
DIGA LÁ UM POEMA
BENGALEIRO NORTE – PISO 1
Espaço aberto ao público para leitura dos seus poemas em voz alta. Estas leituras são filmadas e reproduzidas no monitor que se localizará na receção do CCB. O alinhamento é feito mediante inscrição do público no local.

15H00-16H00 E 16H15-17H15:
OFICINA DE ILUSTRAÇÃO E POESIA
ANIMAIS À VOLTA DOS PASSOS DE HERBERTO HELDER
SALA SOPHIA DE MELLO BREYNER ANDRESEN – PISO 2
Com as imagens das palavras do poeta vamos fazer poesia visual em família. Nesta viagem, seremos acompanhados por duas ilustradoras – Margarida Botelho e Mariana Viana – e também por um livro ilustrado pela última. As famílias serão convidadas a criar as suas máscaras ilustradas e na luz assistirão à transformação. Haverá veados, aranhas, polvos e dinossauros. Esta oficina resultará num encontro marcado entre os novos seres fantásticos e as palavras do poeta.

Para famílias com crianças a partir dos 4 anos.
Lotação máxima: 12 famílias, entre 24 a 30 pessoas na sala.
Inscrição prévia através do telefone (+351) 21 361 28 99 ou no próprio dia mediante vagas disponíveis e ordem de chegada.

16H00-17H00:
CONVERSA “EM VOLTA DE HERBERTO HELDER”
SALA LUÍS DE FREITAS BRANCO – PISO 1
Uma conversa informal sobre a vida e obra de Herberto Helder, com a presença de Rosa Martelo, Luís Quintais e moderação de Vasco Santos.

16H30:
DOCUMENTÁRIO
“MEU DEUS FAZ COM QUE EU SEJA SEMPRE UM POETA OBSCURO”
SALA ALMADA NEGREIROS – PISO 2
Será exibido o documentário biográfico Meu Deus faz com que eu seja sempre um poeta obscuro, de António José de Almeida, sobre a obra de Herberto Helder. O documentário tem como base depoimentos de diversas personalidades, intercalados com a leitura de excertos de obras da sua autoria.
Tags

Enviar um comentário

0 Comentários
* Gostou do que leu, viu e/ou ouviu? Então, para completar, só falta o seu comentário. Se não gostou, comente também. O autor agradece.

buttons=(OK!) days=(20)

Este site utiliza cookies para tornar a sua experiência melhor. Saiba mais
Accept !