CCB/Museu do Fado | Há Fado no Cais: BERNARDO COUTO - 17/12

Há Fado no Cais: BERNARDO COUTO, no CCB Lisboa 17 de Dezembro no Pequeno Auditório



Há Fado no Cais: BERNARDO COUTO
O ciclo Há Fado no Cais é uma coprodução
entre o Centro Cultural de Belém e a EGEAC-Museu do Fado

CCB . 17 dezembro . sexta . 19h00 . Pequeno Auditório
21h30 online em Ticketline Live Stage

«A ideia deste concerto é a de apresentar ao público o trabalho a que eu e o violista Bernardo Saldanha nos dedicámos durante quase todo o confinamento. Quero deixar um contributo, o meu contributo pessoal, ao repertório de guitarradas de Lisboa, com o único objetivo de que possam um dia vir a ser tocadas pelos guitarristas da cidade, passando assim a fazer parte deste património musical onde me inscrevo.

O maior desafio deste projeto de dez guitarradas foi, desde o início, o de compor algo que estivesse dentro da “linguagem” fadista de Lisboa mas que, ao mesmo tempo, revelasse um cunho próprio. Só o tempo e o público dirão se esse objetivo foi atingido.» – Bernardo Couto

Bernardo Couto (Lisboa, 19 de Dezembro de 1979) é um dos mais virtuosos guitarristas da atualidade. Começou a tocar guitarra portuguesa aos 14 anos tendo como mestre o guitarrista Carlos Gonçalves. Mais tarde, estudou o instrumento com Paulo Parreira, Ricardo Rocha e Pedro Caldeira Cabral.

Licenciou-se em Direito, estudou no Conservatório de Música e, a partir de 2004, começou a tocar na Mesa de Frades, em Alfama.

Desde então, Bernardo Couto transformou-se num dos mais requisitados guitarristas da atualidade, acompanhando inúmeros artistas, como António Zambujo, Camané, Cristina Branco, Carminho, Ana Moura e Raquel Tavares, percorrendo os palcos de países como Espanha, França, Holanda, Dinamarca, Chile, Argentina, Hong Kong, etc.

Com o guitarrista José Peixoto e o contrabaixista Carlos Barretto, Bernardo Couto integra o Lisbon String Trio. Juntos desde 2013, editaram o primeiro álbum, “Matéria”, em 2014, e com este primeiro registo ganharam o Prémio Carlos Paredes atribuído pela Câmara Municipal de Vila Franca de Xira.

Em 2016 os Lisbon String Trio editam “Lisboa” e com este trabalho, para além de continuarem a atuar um pouco por todo o país e em alguns festivais no estrangeiro, são nomeados para Melhor Disco - Prémio Autores 2017, atribuído pela Sociedade Portuguesa de Autores.

Este concerto realiza-se em sala, com público, às 19h00 e é transmitido online, no Ticketline Live Stage, às 21h30.

Um cheirinho a Bernardo Couto
Etiquetas

Enviar um comentário

0 Comentários
* Só falta o seu comentário! O autor agradece.

buttons=(OK) days=(20)

Este site utiliza cookies para tornar a sua experiência melhor. Saiba mais
Accept !