Brincar ao ar livre oferece benefícios a saúde física e psicológica das crianças

Segundo a psicóloga Karin Kenzler, uma das alternativas para evitar ou auxiliar na depressão e ansiedade são as brincadeiras ao ar livre em parquinhos e playgrounds de parques, praças, condomínios e escolas. “A criançada passa muito tempo na internet em frente às telas de celulares, tablets e computadores, é preciso ter o equilíbrio entre online e off line. Brincar ao ar livre é muito mais que um passatempo e diversão, auxilia a criança a desenvolver uma série de habilidades, além disso, estar em contato com a natureza é um antídoto natural que ajuda a desestressar e diminuir a ansiedade”,afirma.

São Paulo, dezembro de 2021-  De acordo com um levantamento da Secretaria Municipal da Educação de São Paulo, os casos de depressão e ansiedade entre crianças e adolescentes cresceram 120% na capital em três anos.  A pandemia agravou ainda mais essa situação, o isolamento trouxe consigo a falta de convívio com as pessoas, falta de atividades, brincadeiras e lazer. 

Segundo a psicóloga Karin Kenzler, uma das alternativas para evitar ou auxiliar na depressão e ansiedade são as brincadeiras ao ar livre em parquinhos e playgrounds de parques, praças, condomínios e escolas. “A criançada passa muito tempo na internet em frente às telas de celulares, tablets e computadores, é preciso ter o equilíbrio entre online e off line. Brincar ao ar livre é muito mais que um passatempo e diversão, auxilia a criança a desenvolver uma série de habilidades, além disso, estar em contato com a natureza é um antídoto natural que ajuda a desestressar e diminuir a ansiedade”, afirma.

Neste ambiente também é possível estimular a interação entre os pequenos, pois ensina a comunicar, fazer novas amizades, respeitar o outro e compartilhar o espaço de uso comum. “As atividades e brincadeiras ajudam no futuro, a tornar a criança um adulto com facilidade de planejar, solucionar problemas e fazer diversas atividades ao mesmo tempo”, destaca Karin.

Brincar ao ar livre auxilia no desenvolvimento do sistema motor neurossensorial, aguça os sentidos do olfato, estimula a coordenação motora e ajuda nas habilidades da criançada, por exemplo, ao brincar no balanço do playground, é preciso ter o controle e a força do corpo para conseguir movimentar o brinquedo sem colocar os pés no chão.

Para Percila Paloma, gerente de vendas e marketing, da Nogueira Brinquedos, o playground ou parquinhos infantis são muito importantes para o desenvolvimento dos pequenos, eles oferecem diversos benefícios para a saúde física e psicológica, coordenação motora e socialização. “Ao brincar no parque, a criança sobe escadas, pula e corre nesse momento ela está fazendo diversos exercícios sem perceber, ou seja, praticando atividade física enquanto se diverte. Espaços com circuitos, gangorras, balanço, escorregadores e outros brinquedos permitem que a criançada aprenda brincando e tenha momentos prazerosos com os amiguinhos”, finaliza a profissional.

Sobre Karin kenzler   -  Formada em psicologia pela PUC SP e pós graduada em psicopedagogia pela Universidade Santo Amaro, Karin tem no currículo experiência profissional na Alemanha, em psiquiatria de jovens e adultos e no Departamento de Desenvolvimento Pessoal. No Brasil, trabalha com psicoterapia para casais, famílias, adultos, adolescentes e crianças. Já atuou em psicóloga escolar, atendimento clínico em Terapia Artística, projeto social com crianças e adolescentes da favela e psicologia do esporte. Tem formação em Psiquiatria e Psicoterapia de criança e adolescentes, Especialização em Psicanálise da Criança, Extensão em testes e dinâmicas de grupo em Orientação Vocacional e Extensão em Terapia de Casal e Família.  Site:  www.karinkenzler.com 

Etiquetas

Enviar um comentário

0 Comentários
* Só falta o seu comentário! O autor agradece.

buttons=(OK) days=(20)

Este site utiliza cookies para tornar a sua experiência melhor. Saiba mais
Accept !