Sony Music inicia nova fase do projeto "Somos Um", buscando desmistificar os estereótipos ligados ao gospel

A Sony Music lançou no fim de outubro o projeto “Somos Um”, visando explorar a pluralidade da música gospel e quebrar os estereótipos ligados ao gênero. Dividido em três fases, a primeira trouxe uma websérie dividida em três episódios de cinco minutos, que apresentava de forma aprofundada e em formato documental sobre os três estilos mais populares do gênero gospel: o POP, o pentecostal e a adoração.

O projeto visa explorar a pluralidade da música e quebrar algumas barreiras ligadas ao gênero

A Sony Music lançou no fim de outubro o projeto “Somos Um”, visando explorar a pluralidade da música gospel e quebrar os estereótipos ligados ao gênero. Dividido em três fases, a primeira trouxe uma websérie dividida em três episódios de cinco minutos, que apresentava de forma aprofundada e em formato documental sobre os três estilos mais populares do gênero gospel: o POP, o pentecostal e a adoração.

A partir de agora, o projeto entra em sua segunda fase, em que traz depoimentos de cristãos anônimos como forma de desmistificar os estereótipos ligados ao gospel, como ser um estilo musical único, ouvido só por pessoas ultrapassadas e religiosas. Para encerrar, como o assunto é música, em breve será promovida uma live solidária, com os artistas participantes do projeto, para arrecadar doações para projetos missionários apoiados pelos artistas.

Estão presentes nesta iniciativa, que tem como narrativa central um grupo de oração, que discorre por uma trilha de ações e conta com a participação dos principais artistas e personalidades influentes no cenário cristão brasileiro atual, como os cantores Leonardo Gonçalves, Aline Barros, Damares e Weslei Santos, o produtor musical Johnny Essi, o diretor artístico da Sony Music, Mauricio Soares, além de apoio das digital influencers Jey Reis, Farkile, Gabriela Costa, Jordana Vucetic e Patrícia Ramos. A base do projeto está no texto de Efésios 4:4 - “Há um só corpo e um só Espírito, como também fostes chamados em uma só esperança da vossa vocação”.

Ano após ano a música gospel cresce e prova sua consolidação no mercado fonográfico e entre o público, principalmente entre aqueles que não fazem parte da chamada “comunidade cristã”. Dados divulgados pelo Google mostraram que a busca por termos ligados à música cristã cresceu mais de 200% durante o período de isolamento social, além disso, de acordo com o portal Terra, o mercado de música gospel bateu recorde mundial durante a pandemia da Covid-19.

Apesar de todo esse reconhecimento, os diferentes estilos presentes no gênero gospel ainda esbarram no pouco conhecimento por parte de muitas pessoas e nos estereótipos ligados ao público consumidor das músicas versus as denominações cristãs que seguem. Como contribuição para resolução desses desafios, a Sony Music, que investe no gênero gospel desde 2010 e lançou o projeto “Somos Um (corpo, alma e espírito EF 4:4)”.

O “Somos Um” reforça que independente do estilo, o propósito é um só: adorar a Deus e convida a todos para essa experiência. O projeto criou uma página em que as pessoas interessadas podem se cadastrar, receber as novidades e lançamentos ligados à iniciativa em primeira mão: https://www.somosumproposito.com.br/. 

Tags

Enviar um comentário

0 Comentários
* Só falta o seu comentário! O autor agradece.

buttons=(OK) days=(20)

Este site utiliza cookies para tornar a sua experiência melhor. Saiba mais
Accept !