Pandemia aumentou busca por procedimentos para rejuvenescer o pescoço entre pacientes mais jovens

Fatores comuns da pandemia como maior estresse, videoconferências mais frequentes e uso constante do celular fizeram com que pacientes cada vez mais jovens buscassem formas de combater rugas e flacidez na região do pescoço, como a cirurgia de lifting.

Fatores comuns da pandemia como maior estresse, videoconferências mais frequentes e uso constante do celular fizeram com que pacientes cada vez mais jovens buscassem formas de combater rugas e flacidez na região do pescoço, como a cirurgia de lifting.

São Paulo – Novembro/2021 - Quando o assunto é rejuvenescimento, o pescoço, por muito tempo, passou despercebido, afinal, os esforços para combater o envelhecimento, em sua maioria, sempre estiveram voltados para o rosto. Mas esse cenário parece estar mudando. Para se ter uma ideia, mesmo com os consultórios fechados por boa parte de 2020, mais de 160 mil pessoas realizaram liftings de pescoço nos Estados Unidos no último ano, segundo dados da American Society of Plastic Surgeons. E o aumento na busca por procedimentos capazes de rejuvenescer a região também parece estar ocorrendo em território nacional, principalmente entre pacientes mais jovens, devido a fatores como o maior uso de celulares durante a pandemia. “Recentemente, o número de pacientes jovens com rugas do pescoço vem aumentando, o que tem relação com o efeito da postura que eles adotam ao olhar para baixo quando usam smartphone ou outros dispositivos. Isso porque a pele do pescoço é muito fina, praticamente sem glândulas sebáceas, com espessura próxima a dois milímetros, pouco hidratada e onde há grande movimentação natural pela própria dinâmica da região. Logo, a inclinação frequente da cabeça para baixo a fim de olhar o celular, tablet ou outro dispositivo favorece o surgimento precoce dos sinais de envelhecimento e a formação de sulcos na região”, destaca a Dra. Roberta Padovan, médica pós-graduada em Dermatologia e Medicina Estética.

Outro fator que contribuiu para esse aumento foi o maior número de videoconferências realizadas durante a pandemia, que fizeram com que nossa atenção se voltasse com mais frequência para o pescoço. “As reuniões de videoconferência possuem grande impacto no aumento da procura por procedimentos estéticos, pois, nesses momentos, temos mais contato com a nossa aparência, o que faz com que notemos alterações que antes passavam despercebidas, sendo normal então querermos tratá-las”, diz o cirurgião plástico Dr. Mário Farinazzo, membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica. A aceleração do processo de envelhecimento da região devido ao maior estresse que estamos sentindo na pandemia também é um dos fatores envolvidos nessa maior busca por procedimentos. “Isso porque, em momentos de estresse e ansiedade, nosso organismo libera uma maior quantidade de cortisol, conhecido como hormônio do estresse, que promove um quadro inflamatório do tecido cutâneo, favorecendo assim o envelhecimento da pele com consequente surgimento de flacidez e rugas”, explica a dermatologista Dra. Paola Pomerantzeff, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia.

E todos esses fatores só são agravados pelo fato de o pescoço ser esquecido na hora da rotina skincare. Logo, o resultado só poderia ser o aumento na busca por procedimentos estéticos para o rejuvenescimento do pescoço, principalmente o lifting. “O lifting de pescoço tem como objetivo tratar as estruturas da região de modo a combater a flacidez e rugas e devolver o contorno do local. Feito sob anestesia geral ou local, o procedimento é realizado através de um corte na região anterior da orelha, ao redor do lóbulo e avançando para dentro do cabelo. A partir disto é feito o descolamento da pele da face e do pescoço, o reposicionamento da musculatura e o reposicionamento e retirada do excesso de pele”, diz a cirurgiã plástica Dra. Beatriz Lassance, membro titular da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica. “Toda a tensão da tração do músculo é feita com pontos internos e não há qualquer tensão na pele, o que resulta em cicatrizes de boa qualidade e resultados naturais. As cicatrizes, apesar de extensas, são muito bem escondidas em dobras e linhas já existentes, ficando assim imperceptíveis”, afirma a especialista.

Mas o lifting de pescoço não é a única solução para a flacidez e as rugas na região do pescoço. Por exemplo, em casos mais leves, em que os sinais do envelhecimento não são muito evidentes, é possível apostar também nos injetáveis, como o Skinbooster. “O Skinbooster utiliza um ácido hialurônico bem ‘fininho’, com uma densidade pequena, para principalmente hidratar, mas também favorecer a reestruturação da derme e estimular o colágeno da mesma região, assim melhorando a qualidade da pele e tornando-a mais firme”, afirma o Dr. Mário Farinazzo. Também existem tecnologias capazes de rejuvenescer a região, como o Surgical Derm, que é indicado principalmente para o tratamento de rugas profundas no pescoço. “O Surgical Derm é um plasma endodérmico que penetra na pele através de pequenos orifícios e se espalha na derme. Com isso, há uma grande contração da pele, que reduz de forma eficaz as rugas com resultado percebido já na primeira sessão. Seu grande diferencial está no fato de fazer a sublimação (passagem direta de uma substância do estado sólido para o estado gasoso) da pele sem carbonizá-la, o que torna o procedimento mais seguro e confortável”, afirma o dermatologista Dr. Abdo Salomão Jr., membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia.

Além disso, é possível até mesmo unir injetáveis e tecnologias para potencializar ainda mais o tratamento do pescoço. Um exemplo é o protocolo conhecido como Collagen Neck Sculpt, que combina a aplicação de bioestimulador de colágeno com ultrassom microfocado, sendo ideal para tratar a flacidez do pescoço. “Nesse protocolo, tanto o bioestimulador quanto o ultrassom agem estimulando a produção de novas fibras de colágeno para devolver sustentação, elasticidade e firmeza. Então, há um super estímulo da produção de colágeno que é perfeito para combater a flacidez no pescoço, além de também melhorar as rugas e o contorno da região. Os resultados são excelentes, mas não são imediatos, já que pode demorar cerca de um a dois meses para a produção de colágeno proporcionada pelos procedimentos atingir seu ápice. Mas o protocolo não possui downtime e o paciente pode retornar imediatamente as suas atividades”, destaca a Dra. Paola Pomerantzeff.

Já quem, além de rugas e flacidez, também apresenta manchas na região do colo e pescoço encontra a solução no protocolo Triple Chest Renew, que combina luz intensa pulsada, microagulhamento e peeling. O Dr. Daniel Cassiano, dermatologista da Clínica GRU Saúde e membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), explica que o protocolo Triple Chest Renew se inicia com a aplicação da luz intensa pulsada, que emite feixes de luz com diferentes comprimentos de onda para atingir exatamente o pigmento que causa as manchas (melanina), eliminando-as, além de também estimular a produção de colágeno para melhorar rugas e o viço da pele. “Em seguida, realiza-se o microagulhamento com o auxílio de um dermaroller, um pequeno instrumento em forma de rolo que conta com agulhas finas que penetram na pele para estimular a produção de colágeno e torná-la mais firme e espessa”, destaca o dermatologista. O microagulhamento ainda abre microcanais que contribuem para que o peeling, que é aplicado em seguida, penetre de forma mais profunda na pele, o que potencializa sua eficácia. “Por fim, o peeling, é capaz de acelerar a renovação celular da pele da região, remover células mortas e estimula a circulação local e a produção de colágeno, assim não só melhorando os sinais do envelhecimento, mas também tornando a pele da região mais hidratada e luminosa”, completa. O resultado do Triple Chest Renew é o rejuvenescimento global da pele do colo, que se torna mais viçosa, firme, jovem, elástica, iluminada e livre de manchas, rugas e linhas de expressão.

Por sua vez, quem apresenta os primeiros sinais de envelhecimento no pescoço ou, apesar de ainda não sofrer com rugas na região, deseja uma pele mais viçosa e saudável, pode apostar no HydraFacial, uma experiência única de hidrodermoabrasão capaz de conferir a melhor pele da sua vida. Como conta com a exclusiva e patenteada tecnologia Vortex-Fusion®️, gera um efeito de vórtice para expelir e remover facilmente as impurezas da pele enquanto confere hidratação. Baseada no conceito de Beauty Health, que consiste em melhorar a aparência da pele ao mesmo tempo em que promove manutenção da saúde do tecido cutâneo, a experiência-base, em 3 etapas, é extremamente personalizável para atender às necessidades específicas de cada pele, com esfoliação, extração (com hidratação) e aplicação de antioxidantes, mas pode ser complementado com boosters, peels, LED's, perks e terapia linfática para personalizar ainda mais a experiência. Dessa forma, o HydraFacial promove melhora instantânea da qualidade da pele, com uniformização do tom e da textura e aumento da firmeza, viço e brilho da pele. Completamente indolor, o HydraFacial confere resultados em apenas uma sessão, que pode ser repetida mensalmente para manutenção dos resultados. A experiência é indicada para todos os tipos de pele, inclusive peles secas e sensíveis, e possui procedimentos rápidos, que duram de 30 a 60 minutos e não tem downtime, assim possibilitando uma experiência exclusiva sem atrapalhar a rotina.

No entanto, em casos em que a flacidez e as rugas do pescoço são muito acentuadas, a única solução realmente eficaz é mesmo o lifting da região. “Por isso, antes de optar por qualquer procedimento, o mais importante é que você consulte um médico, que poderá realizar uma avaliação e indicar o tratamento mais adequado para o seu caso de acordo com a gravidade dos sinais de envelhecimento”, finaliza a Dra. Beatriz Lassance.

*DRA. PAOLA POMERANTZEFF: Dermatologista, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) e da Sociedade Brasileira de Cirurgia Dermatológica (SBCD), tem mais de 10 anos de atuação em Dermatologia Clínica. Graduada em Medicina pela Faculdade de Medicina Santo Amaro, a médica é especialista em Dermatologia pela Associação Médica Brasileira e pela Sociedade Brasileira de Dermatologia, e participa periodicamente de Congressos, Jornadas e Simpósios nacionais e internacionais.
*DRA. ROBERTA PADOVAN: Médica Pós-graduada em Dermatologia. Graduada em Medicina pela Universidade do Oeste Paulista (UNOESTE) e especialista em Medicina Estética e Dermatologia pela INCISA. Com participação regular em congressos, jornadas e cursos nacionais e internacionais, a médica é proprietária de duas clínicas, no Maranhão e em São Paulo, com diversos tratamentos para saúde e beleza da pele. Além disso, atuou como médica residente no Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto.
*DRA. BEATRIZ LASSANCE: Cirurgiã Plástica formada na Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo e residência em cirurgia plástica na Faculdade de Medicina do ABC. Trabalhou no Onze Lieve Vrouwe Gusthuis – Amsterdam -NL e é Membro titular da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, da ISAPS (International Society of Aesthetic Plastic Surgery) e da American Society of Plastic Surgery. Além disso, é membro do American College of LifeStyle Medicine e do Colégio Brasileiro de Medicina do Estilo de Vida.
*DR. MÁRIO FARINAZZO: Cirurgião plástico, membro Titular da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP) e Chefe do Setor de Rinologia da Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Formado em Medicina pela Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), o médico é especialista em Cirurgia Geral e Cirurgia Plástica pela Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), Professor de Trauma da Face e Rinoplastia da UNIFESP e Cirurgião Instrutor do Dallas Rinoplasthy™ e Dallas Cosmetic Surgery and Medicine™ Annual Meetings. Opera nos Hospitais Sírio, Einstein, São Luiz, Oswaldo Cruz, entre outros.
*LMG: A LMG é uma empresa que atua no mercado nacional tendo como objetivo de trazer soluções completas em equipamentos para tratamentos estéticos e dermatológicos. Os equipamentos respeitam os mais rigorosos padrões de segurança e qualidade estabelecidos por órgãos oficiais. Trata-se de uma empresa realmente comprometida, que vislumbra aumentar e melhorar o escopo de tratamentos. Laser, radiofrequência, cavitação e criolipólise em aparelhos consagrados como a Plataforma Solon e o Total Sculptor.
*DR. DANIEL CASSIANO: Dermatologista, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia e da Sociedade Brasileira de Cirurgia Dermatológica. Cofundador da clínica GRU Saúde, o Dr. Daniel Cassiano é formado pela Escola Paulista de Medicina da Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP) e Doutor em medicina translacional também pela UNIFESP. Professor de Dermatologia do curso de medicina da Universidade São Camilo, o Dr. Daniel possui amplo conhecimento científico, atuando nas áreas de dermatologia clínica, cirúrgica e cosmiátrica.
*HYDRAFACIAL: Sediada nos Estados Unidos com atuação em 87 países ao redor do mundo, HydraFacial é uma marca de equipamentos estéticos presente no mercado internacional há 24 anos. Recém-chegada ao Brasil, HydraFacial tem por objetivo entregar soluções de cuidados com a pele para todos, sendo precursora em um conceito de tratamento, totalmente indolor, que consiste não somente em tornar a pele mais bonita, mas também mais saudável. A marca trouxe com exclusividade ao Brasil a tecnologia HydraFacial, que permite a hiperpersonalização de todo o tratamento para atender às necessidades específicas de cada pele, com resultados eficazes.

Enviar um comentário

0 Comentários
* Só falta o seu comentário! O autor agradece.

buttons=(OK) days=(20)

Este site utiliza cookies para tornar a sua experiência melhor. Saiba mais
Accept !