Dia Mundial da Alfabetização: a importância do livro para o desenvolvimento sensorial e social - Portal Splish Splash

Recentes

segunda-feira, setembro 06, 2021

Dia Mundial da Alfabetização: a importância do livro para o desenvolvimento sensorial e social

Celebrado em 8 de setembro, o Dia Mundial da Alfabetização foi criado em 1967 pela Organização das Nações Unidas (ONU) com o principal objetivo de ressaltar a importância da alfabetização para o desenvolvimento social e econômico mundial. A alfabetização é a base da educação e um direito humano fundamental pela Declaração Universal dos Direitos Humanos (DUDH).


Book Advisor fala sobre o poder da leitura como agente transformador da sociedade"



Celebrado em 8 de setembro, o Dia Mundial da Alfabetização foi criado em 1967 pela Organização das Nações Unidas (ONU) com o principal objetivo de ressaltar a importância da alfabetização para o desenvolvimento social e econômico mundial. A alfabetização é a base da educação e um direito humano fundamental pela Declaração Universal dos Direitos Humanos (DUDH).


A leitura, por exemplo, contribui muito para os processos de aprendizagem, principalmente das crianças. Por meio dos livros, elas têm o contato com o funcionamento do mundo ao seu redor, o entendimento mais apurado do convívio social e da relação com a natureza, assim como desenvolve mais rapidamente o senso crítico, a sensibilidade e a empatia.


Eduardo Villela*, book advisor e profissional com mais de 16 anos de experiência no mercado editorial, acredita que o papel dos pais na alfabetização das crianças é fundamental. “Mostrar um livro impresso para elas e incentivar a sua leitura ativa ao mesmo tempo diferentes sentidos, o raciocínio, na compreensão das próprias emoções, na evolução da parte cognitiva e o potencial imaginativo e criativo que todos nós temos desde a mais tenra idade”, revela.


O sistema sensorial é responsável pela memória afetiva e sensibilidade adquirida ao longo da vida por meio dos sentidos. Já o sistema cognitivo está ligado ao uso do raciocínio, à capacidade de refletir sobre assuntos, ao exercício da imaginação e às formas como lidamos com nossos pensamentos. Assim, um estímulo adequado de ambos os sistemas é fundamental para o crescimento saudável e o adequado desenvolvimento psicológico das crianças.


Ler para uma criança ou presenteá-la com um bom livro infantil buscando, por exemplo, a partir da história criar uma ou mais brincadeiras, é uma estratégia interessante para despertar a curiosidade e potencializar a imaginação contribuindo direta e positivamente no processo de alfabetização. “Quando uma criança se envolve em uma brincadeira que surgiu da leitura, ela cria um vínculo de amor pelos livros muito forte. A criação de brincadeiras ligadas às histórias dos livros é uma forma bem eficaz para construir o hábito de leitura nas crianças.”, afirma o book advisor.


A educação e a leitura são capazes de construir uma sociedade mais justa e contribuem diretamente para o desenvolvimento de uma pessoa.


*Eduardo Villela é Book Advisor e assessora pessoas, famílias e empresas na escrita e publicação de seus livros. Trabalha com escrita e publicação de livros desde 2004. Já lançou mais de 600 livros de variados temas, entre eles comportamento e psicologia, gestão, negócios, universitários, técnicos, ciências humanas, interesse geral, biografias/autobiografias, livros de famílias e ficção infantojuvenil e adulta.

Nenhum comentário:

Postar um comentário