CCB + OSP | Concerto Inaugural da Temporada de Música com Artur Pizarro (piano) e Joana Carneiro (direção) - 12/9 - Portal Splish Splash

Recentes

terça-feira, setembro 07, 2021

CCB + OSP | Concerto Inaugural da Temporada de Música com Artur Pizarro (piano) e Joana Carneiro (direção) - 12/9

O compositor português Armando José Fernandes (1906-1983) tem sido injustamente esquecido. Alexandre Delgado definiu a sua música como «lindíssima dentro do paradigma neo-classicista que, em Portugal, (…) durou até à década de 1960».


Concerto Inaugural da Temporada de Música

Orquestra Sinfónica Portuguesa

Piano Artur Pizarro

Direção Joana Carneiro


CCB . 12 setembro . domingo . 17h00 . Grande Auditório


Programa

Armando José Fernandes (1906-1983) 

Concerto para Piano e Orquestra de Cordas

Béla Bartók (1881-1945)/Arr. Roland Freisitzer 

Concerto para Orquestra (versão para Orquestra de Cordas)


O compositor português Armando José Fernandes (1906-1983) tem sido injustamente esquecido. Alexandre Delgado definiu a sua música como «lindíssima dentro do paradigma neo-classicista que, em Portugal, (…) durou até à década de 1960». Para este musicólogo, grande parte da culpa do injusto esquecimento deve-se ao facto de a obra não se encontrar editada e disponível. Artur Pizarro e a Orquestra Sinfónica Portuguesa apresentarão a versão para orquestra de cordas do seu Concerto para Piano, de 1951, procurando assim inverter este panorama.


O Concerto para Orquestra de Béla Bartók, uma das mais conhecidas e populares partituras do compositor húngaro, foi composto em 1943 e revisto em 1945. O seu título aparentemente contraditório (dado que concerto implica a existência de um ou vários solistas) foi justificado por Bartók pelo tratamento solístico e virtuosístico que deu a cada secção da orquestra. O músico utiliza aqui declaradamente os elementos da linguagem clássica, mas combina-os com música popular da Europa de Leste, especialmente húngara. Será interpretada a versão para orquestra de cordas, um arranjo de Roland Freisitzer. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário