Resiliência: do suor ao ouro! - Portal Splish Splash

Recentes

quinta-feira, agosto 12, 2021

Resiliência: do suor ao ouro!

O conceito de resiliência, na Física, é a propriedade que alguns corpos possuem de retornar a sua forma original após serem submetidos a alguma transformação. Já na Educação Física (no esporte) é a capacidade de transformar as dificuldades em oportunidades...é curvar-se diante dos obstáculos e reerguer-se após transpô-los.



“Treine a sua mente para enxergar as possibilidades. Enquanto uns choram, outros vendem lenços" 

Steve Jobs



Por: Professor Esp. Paulo Lopes*


O atleta olímpico, Darlan Romani, evidenciou na prática o conceito de resiliência após conquistar o quarto lugar na competição de arremesso de peso nos Jogos Olímpicos de Tóquio.


O conceito de resiliência, na Física, é a propriedade que alguns corpos possuem de retornar a sua forma original após serem submetidos a alguma transformação. Já na Educação Física (no esporte) é a capacidade de transformar as dificuldades em oportunidades...é curvar-se diante dos obstáculos e reerguer-se após transpô-los.


Assim como vários outros atletas, Darlan precisou superar muitos obstáculos para conseguir estar presente nas Olimpíadas: manter a rotina dos treinos com as restrições impostas pela COVID, perder patrocínio e apoio governamental, treinar sem a presença física do técnico, improvisar espaço e equipamentos...essas foram algumas das dificuldades, pois ainda enfrentou uma cirurgia de hérnia de disco e, para concluir, contraiu a COVID. Apesar de ser um exemplo de superação, todos esses obstáculos foram bem frequentes na vida dos atletas. 


O fato que torna Darlan Romani um diferencial no mundo do esporte é a forma com que ele encarou o fato de não ter subido ao “podium", foi a virtude de valorizar a conquista de mais um quarto lugar com equilíbrio, foi o fato de mergulhar na tristeza e, após passar por um instante de “luto", transformar a tristeza em força e buscar motivação para iniciar um novo ciclo de treinamento.


O gigante, mais uma vez, reergueu-se e trouxe-nos esperanças de sonhar com o “louro olímpico”.


“Mais uma vez eu sou o quarto, mas eu não quero mais isso para a minha vida. O Brasil pode ter certeza de que se eu dava 200%, agora eu darei 300% para subir ao pódio" (Darlan Romani)


*Professor Esp. Paulo Lopes

CREF:3080 G/R - Graduado em Educação Física (UFRGS 2001) - MBA em Gerenciamento de Projetos (UNILASALLE 2015) - Pós MBA em Inteligência Emocional nas Organizações (UNILASALLE 2019). Leia Mais sobre o autor...

Nenhum comentário:

Postar um comentário