Se você tem uma ideia inovadora pode apresentá-la na quinta edição do IncoDay - Portal Splish Splash

Recentes

quinta-feira, julho 08, 2021

Se você tem uma ideia inovadora pode apresentá-la na quinta edição do IncoDay

Estão abertas até o dia 25 de julho as inscrições da edição 2021 da Chamada de Ideias, evento organizado pela Plataforma Brasileira de Tecnologia (BraFIP). Os interessados em promover o desenvolvimento de maneira colaborativa podem submeter seus trabalhos para avaliação..


Os melhores projetos de pesquisa na área de inovação serão selecionados para participar do evento, que promove a internacionalização de ideias e negócios.


Estão abertas até o dia 25 de julho as inscrições da edição 2021 da Chamada de Ideias, evento organizado pela Plataforma Brasileira de Tecnologia (BraFIP). Os interessados em promover o desenvolvimento de maneira colaborativa podem submeter seus trabalhos para avaliação. Os 15 melhores serão selecionados e convidados para apresentar sua pesquisa na quinta edição do International Cooperation Day (IncoDay), evento previsto para dezembro, em Goiânia (GO), com transmissão ao vivo pelos canais oficiais da organização.


“A participação nesta Chamada de Ideias é aberta a todas as empresas, startups, núcleos de pesquisa e inovação em ambiente acadêmico ou de instituições científicas, desde que interessados em trabalhar em prol de meios que permitam acelerar a inovação tecnológica, independentemente de pertencerem às entidades-membro ou não, assim como para corporações que desejam lançar desafios”, explicou o vice-presidente da BraFIP, José Antonio Antonioni, durante webinar promovida pela entidade em parceria com a Associação das Empresas Brasileiras de Tecnologia da Informação (Assespro-PR). A Chamada é divulgada internacionalmente e publicada em três idiomas: português, inglês e espanhol.


Entre outros critérios, seguirão na proposta os projetos que se destacarem quanto ao grau de inovação/desafio, ao modelo de negócio, à abrangência geográfica, além do tamanho e da tendência do mercado-alvo. Na primeira etapa, a avaliação é interna, feita por membros da entidade; na segunda, é o público da IncoDay quem avalia e vota. “A votação é pública e o resultado gerado automaticamente”, explica Roberto C. Mayer, diretor na Federação Assespro.


As melhores ideias ficarão à disposição de grandes mercados, especialmente o asiático, o americano e o espanhol, onde a BraFIP tem representantes. “A ideia é formar esse network para que seja construído um consórcio entre as organizações nessa colaboração de projetos inovadores”, explica Mayer.


A Creare Sistemas, empresa gaúcha, é um exemplo de como o evento surte resultados. Após participar de uma das Chamadas, foi apoiada no processo de internacionalização por uma empresa americana. Nos Estados Unidos, a Creare lançou a GoAwake, um sistema que busca a prevenção de acidentes através da identificação de sinais de fadiga, distração e uso de celular ao volante em motoristas. A matriz fica na Flórida.


Outros países, além dos EUA, também podem ser acolhedores. Na Ásia, principal destino das importações globais, a aposta é para investimentos em Cingapura, região do Sudeste que concentra 8 das 18 startups que se tornaram unicórnios. “Buscamos parceiros, oportunidades para que as empresas venham para cá e que encontrem outras empresas que possam se somar a elas. Nosso trabalho é o de buscar, entre as empresas brasileiras, as que mais poderiam se adaptar”, disse Helio Ciffoni, falando, via web, direto de Tóquio. No continente, inovações nas áreas de seguro, alimentação, produção sustentável, limpeza do solo são as que mais crescem.


Já na Espanha, a proximidade de perfil, além da própria língua, é um fator positivo para novas relações. “A BraFIP é um agregador de projetos de inovação. Esse trabalho na Espanha é facilitado pela questão cultural, [dos] povos latinos, que pensam parecido e que têm uma certa admiração um pelo outro. São inovadores moderados”, pontuou Reynaldo Costa de Oliveira, representante da BraFIP em Madrid.


A BraFIP é a plataforma tecnológica brasileira, cuja construção iniciou ainda em 2011, nos moldes cunhados originalmente pela União Europeia para auxiliar no desenvolvimento tecnológico. Constituída atualmente como associação sem fins lucrativos, a BraFIP trabalha para auxiliar na construção de projetos de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação (P+D+i) em cooperação, ou seja, envolvendo diversas empresas, universidades e centros de pesquisa, frequentemente de países diferentes.


SERVIÇO:

Para saber mais, acesse: http://www.brafip.org.br/brafip/

Inscrições para a Chamada de Ideias: https://pt.surveymonkey.com/r/ChamadaBraFIP2021

Nenhum comentário:

Postar um comentário