Sobre gerar vida e gerir pessoas - Portal Splish Splash

Recentes

domingo, maio 09, 2021

Sobre gerar vida e gerir pessoas

Sou admirador e fã incondicional das habilidades e técnicas de gestão das mulheres e procuro observá-las com muita atenção. Essa admiração vem desde a minha infância e adolescência, quando tive o privilégio de conviver com uma gestora exemplar, minha mãe, que sempre utilizou a mediação de conflitos, delegação de tarefas e...



Cabe a nós, homens, observamos essas mulheres bem sucedidas na arte de gerir, exercitarmos a nossa vulnerabilidade e buscarmos orientações com essas gestoras de excelência!


Por Prof. Paulo Lopes*


Sou admirador e fã incondicional das habilidades e técnicas de gestão das mulheres e procuro observá-las com muita atenção. Essa admiração vem desde a minha infância e adolescência, quando tive o privilégio de conviver com uma gestora exemplar, minha mãe, que sempre utilizou a mediação de conflitos, delegação de tarefas e planejamento, habilidades que auxiliam na liderança de equipes, para gerir uma família complexa: companheiro, dois filhos e três enteadas, aliando a essa gestão uma rotina de trabalho e estudos. 


Essa admiração se perpetua, pois, hoje, convivo com uma mulher que consegue harmonizar rotina familiar, que além dos filhos, inclui o cuidado e preocupação com os pais e  rotina profissional... é uma escola de gestão! Admiro a forma com que ela exerce a “Liderança Democrática”, dividindo as tarefas e as conquistas com a equipe, ouvindo anseios com empatia e buscando atendê-los sempre que possível. 


No âmbito profissional, tive a satisfação, em um passado recente, de conviver com uma “chefa” modelo, sempre confiante em suas decisões, exerceu sua liderança alternando com maestria os estilos “Marcador de Ritmo” e “Afiliativo”. Ao mesmo tempo que fixava as tarefas, acompanhava o processo de forma firme, valorizava os sentimentos com conselhos e atenção.


A lista de grandes líderes que me inspiram se estende para Brené Brown, Michele Obama, Kamala Harris, Elizabeth Alexandra Mary, Teresa de Calcutá. Mulheres fortes que exercem suas lideranças através da vulnerabilidade, empatia, compaixão e liderança servidora.


Fico pensando: o que trazem consigo que seja nato de gestão? A possibilidade da gestação? Por certo esse diferencial é desequilibrante...


Mas não menos mulheres, temos as que não podem ou, simplesmente, não desejam esse lugar de maternidade seja ele biológico ou não...


Cabe a nós, homens, observamos essas mulheres bem sucedidas na arte de gerir, exercitarmos a nossa vulnerabilidade e buscarmos orientações com essas gestoras de excelência!


Dedico esse texto, em especial para a minha mãe Alba Maria Fraga Bittencourt , para a mãe dos meus filhos Nara Martins Lopes, para a Chefa/mãe Barbara Cristina Muller Marconato 💗💗💗 e para todas as mães, mulheres que me inspiram diariamente! 


*Professor Esp. Paulo Lopes
- CREF:3080 G/RS
- Graduado em Educação Física (UFRGS 2001)
- MBA em Gerenciamento de Projetos (UNILASALLE 2015)
- Pós MBA em Inteligência Emocional nas Organizações (UNILASALLE 2019). Leia Mais sobre o autor...

2 comentários:

  1. Excelente homenagem a todas as mães e ao mesmo tempo a todas as mulheres do mundo, a fazer lembrar o conhecido dito "Por trás de um grande homem há sempre uma grande mulher".

    ResponderExcluir
  2. A emoção toma conta do coração ao ver esta linda homenagem do meu amado filho Paulo publicada no conceituado Portal Splish Splash, acompanhada da maravilhosa foto de apresentação. Só me resta agradecer. Bjs com carinho. ❤ 🙏🌹

    ResponderExcluir