Novidades

quinta-feira, fevereiro 25, 2021

“Beijo de Borboleta” é finalista no Prêmio Ecos da Literatura como Melhor Thriller e Policial

“Beijo de Borboleta”, livro de Vanessa Guimarães, foi finalista em Melhor Thriller e Policial da 2ª edição do Prêmio Ecos da Literatura, premiação literária voltada para autores nacionais. O resultado foi anunciado neste último final de semana e a bancada anunciará o vencedor no dia 20 de março.

Votação popular foi encerrada e o resultado final será anunciado dia 20 de março


“Beijo de Borboleta”, livro de Vanessa Guimarães, foi finalista em Melhor Thriller e Policial da 2ª edição do Prêmio Ecos da Literatura, premiação literária voltada para autores nacionais. O resultado foi anunciado neste último final de semana e a bancada anunciará o vencedor no dia 20 de março.


Como finalista em Melhor Thriller e Policial, o livro concorre ao lado de “Adrenaline”, de Fran Nanii, e “Quando os Pássaros Pousam”, de Juliete Vasconcelos


A obra narra a renomada detetive Joanna Guivel sendo acionada para ajudar na solução de uma investigação em Florianópolis. O caso gira em torno de uma criança de 5 anos que desapareceu de dentro de casa durante a madrugada, e fica ainda mais tenso quando a família tem o histórico exposto na mídia. A população clama por respostas, e quanto mais a protagonista se propõe a solucionar o crime, mais ela revive traumas do passado.


Lançado em novembro pelo Grupo Editorial Coerência, durante a FLISP 2020, “Beijo de Borboleta” foi indicado em Melhor Thriller e Policial e Melhor Capa, além da obra a artista também foi indicada na categoria de Autor Revelação. Além dessa premiação, o título venceu ao Coerência Choice Awards 2020 na categoria de Melhor Suspense.


Vanessa Guimarães está sendo considerada uma promessa na literatura para 2021, seu livro já passou nas mãos de grandes figuras brasileiras, como Giovanna Antonelli, Mateus Solano e Álamo Facó.


Sinopse: Quando o repentino desaparecimento de uma criança choca a população de Florianópolis, a imprensa aproveita o histórico familiar da vítima para estampar as manchetes com matérias sensacionalistas. Pressionado a alcançar resultados em um caso popularmente conhecido, o investigador responsável se vê obrigado a pedir ajuda a Joanna Guivel, que chega à cidade especialmente para ajudá-lo a elucidar os fatos. Rapidamente, a renomada detetive mergulha no complicado crime e, conforme as peças vão se encaixando em sua mente com uma precisão cirúrgica, ecos de traumas pessoais se unem a mentiras, segredos, traições e mortes, fazendo-a perceber que até anjos podem esconder demônios dentro de si.

 

Biografia: Vanessa Guimarães nasceu em 1975, no Rio de Janeiro. Sempre viveu entre tubos de ensaio, pesquisas e diagnósticos, mas não como detetive ou perita - um sonho da adolescência, quando já era fã dos romances policiais -, e sim como biomédica. Leitora voraz desde criança, sempre soube que seu fascínio pela literatura policial traria algo grandioso à tona, o que se concretizou com seus escritos. Atualmente, reveza sua moradia entre o Brasil e Portugal, atuando como biomédica no Rio de Janeiro e como escritora em Lisboa. Beijo de borboleta é sua publicação de estreia, e foi a maneira encontrada pela autora para dar vida à brilhante detetive Joanna Guivel, seu alter ego.


Saiba mais em:

@Vanessaguimaraesv

@ComunicaHype

http://editoracoerencia.com.br/livros/beijo-da-borboleta/

Nenhum comentário:

Postar um comentário