Escola Empreendedora inicia as aulas: 130 jovens de todo Brasil serão formados - Portal Splish Splash

Recentes

segunda-feira, janeiro 18, 2021

Escola Empreendedora inicia as aulas: 130 jovens de todo Brasil serão formados

Escola Empreendedora inicia as aulas: 130 jovens de todo Brasil serão formados Os participantes estão sendo apresentados a conceitos sobre liderança, transformação social, responsabilidade, cidadania, influência digital e educação midiática O programa Escola Empreendedora, que vai formar 130 alunos de mais de 20 estados brasileiros, teve início nesta semana. O programa ensina jovens estudantes a aplicarem a atitude empreendedora diante dos desafios da vida e não apenas na perspectiva de negócios.


Os participantes estão sendo apresentados a conceitos sobre liderança, transformação social, responsabilidade, cidadania, influência digital e educação midiática


O programa Escola Empreendedora, que vai formar 130 alunos de mais de 20 estados brasileiros, teve início nesta semana. O programa ensina jovens estudantes a aplicarem a atitude empreendedora diante dos desafios da vida e não apenas na perspectiva de negócios. Os participantes são apresentados a conceitos sobre liderança, transformação social, responsabilidade, cidadania, influência digital e educação midiática. Os encontros ocorrem online, com desafios práticos. No final da jornada, os alunos deverão realizar ações de empreendedorismo para resolver problemas de suas comunidades locais.


A coordenadora do projeto, Guilhermina Abreu, conta que os jovens demonstram muito entusiasmo com o projeto, antes mesmo de iniciar as aulas. “Desde o dia em que divulgamos o resultado, no momento que ligamos para comunicar a seleção dos participantes, dava para sentir em cada reação, a alegria e empolgação desses jovens em iniciar as aulas na Escola Empreendedora. Agora com uma semana de aula constatamos como esse projeto é diverso e traz consigo verdadeiras potências criativas. Os alunos são comprometidos e cheios de ideias. Tenho certeza de que será um sucesso, vamos ter resultados importantes saindo daqui”, afirma.


Davy Oliveira é um dos alunos do projeto. Morador de Betim (MG), o jovem de 15 anos define a experiência como uma das melhores da sua vida. “Mesmo virtualmente, somos capazes de, empaticamente, sentir o que o outro sente. Diferentes sotaques, diferentes experiências de vida. Juntos estamos aprendendo sobre empreendedorismo e não é só isso. Na Escola Empreendedora, percebemos como somos rodeados de sonhos, ambições, reflexões, sentimentos e que podemos colocar a mão-na-massa. Estou muito ansioso pelos desafios práticos. É uma das melhores oportunidades da minha vida”, declarou o jovem. Davy também elogiou a iniciativa do Sebrae e dos Embaixadores da Educação em realizar o programa. “Não há adjetivos para agradecer tamanha competência e inteligência em reverberar o empreendedorismo”, disse.


Diretamente de Salvador (BA), Luana Beatriz de Carvalho acredita que a Escola Empreendedora irá contribuir para que ela seja uma pessoa que realiza mudanças que impactam positivamente sua comunidade. Aluna de escola pública, a menina tem 14 anos e se diz muito motivada com as aulas: “É inspirador poder ouvir e compartilhar histórias com pessoas que são de outras regiões do Brasil. Espero me tornar uma dessas pessoas incríveis, que conseguem virar o jogo e fazer desse país um lugar mais acessível, com oportunidades para os estudantes das escolas públicas”.


Do outro lado do país, da cidade de Xapuri no Acre, Juan Pablo dos Santos, 17 anos, diz que se inscreveu no projeto, sem acreditar muito que teria chances de ser selecionado, mas agora, com o início das aulas, vai trabalhar para passar o conteúdo aos colegas mais próximos que não foram selecionados. “Quando soube do edital fui sem acreditar, me inscrevi. Alguns dias depois, recebi a mensagem falando que tinha sido escolhido para a Escola Empreendedora. Durante essa semana minha vida mudou drasticamente. Ouvi histórias incríveis que me inspiram a continuar e não desistir dos meus sonhos. Vou usar essa oportunidade que tive para incentivar outros colegas que não tiveram a mesma chance que a minha. Quero ser um jovem que vai construir a minha história e poder fazer parte da história de novos estudantes que virão para a Escola Empreendedora. Aqui nós vemos o que a educação e o empreendedorismo podem fazer pela vida das pessoas”, refletiu. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário