ROBERTOLOGIA EM DESTAQUE

10/01/2020

DuSouto faz uma ponte Brasil-Colômbia no novo clipe, “Mexilena”

O trio DuSouto lança o clipe "Mexilena" com cenas gravadas em Bogotá
DuSouto - clipe 
 

Faixa integra o álbum “Conecta” da banda potiguar


Sons regionais brasileiros e ritmos latinos se encontram em “Mexilena”, novo clipe do grupo DuSouto. Expoente do efervescente cenário de Natal (RN) há quase duas décadas, o trio faz do vídeo uma celebração das culturas musicais que unem Brasil e Colômbia e, ao mesmo tempo, oferece uma bem humorada interpretação para os encontros e desencontros amorosos. O registro conta com participação do Mc Priguissa e da modelo Jaiara Fontes e traz imagens da primeira passagem do DuSouto por Bogotá e filmagens realizadas no Beco da Lama, em sua cidade.


Presente no quinto álbum de estúdio de DuSouto, “Mexilena” ganha novas cores no clipe. A narrativa da letra aposta em uma sinceridade escancarada para transformar a conquista em uma caça ao tesouro.


O vídeo amplia essa história. A participação na feira de música Bogotá Music Market a convite da CDBABY Brasil e RedBull Colômbia - onde se apresentaram e realizaram um workshop intitulado “Colômbia feat Brasil” - levou os músicos pelas ruas do centro da cidade. 


De volta a Natal, encontram o Mc Priguissa em busca, literalmente, de uma “mina de ouro”: a modelo Jaiara Fontes. Se perdendo pelos becos do centro da capital potiguar, ele passa a não diferenciar realidade e imaginação e pede ajuda a uma cartomante, interpretada por Luci Braga. A história acaba sendo uma crítica, com um sentido figurado, aos encontros marcados pela internet, que nem sempre estão fadados a dar certo. 


Trazendo um olhar de bom humor para os amores e desamores modernos, o trio tem em “Mexilena” um dos destaques do seu mais recente disco e um ponto alto de seus shows. A pegada popular, urbana e de junção de ritmos latinos faz parte da sonoridade do DuSouto desde o início. 


A banda se formou em 2003 com uma proposta de mesclar a música eletrônica, jamaicana, brasileira e nordestina ao unir samba com drum’n’bass, reggae com repente, xote com ragga e forró com surfmusic. Eles se utilizam de loops, guitarras, samples, groovebox, cavaquinho, sintetizadores, sanfona e letras que trazem o cotidiano de uma cidade praieira pra fazer uma música solar, cheia de sotaque e com identidade genuinamente potiguar. O grupo conta com Gabriel Souto (produtor musical e músico), Gustavo Lamartine e Paulo Souto (compositores e músicos). 


“Acredito que buscamos representar essa ligação do DuSouto com Bogotá, e da música latinoamericana como um todo. O roteiro conta a história da própria letra da música, mostrando a musicalidade mista da banda e o bom humor que vem desde das apresentações ao vivo. O fato das imagens terem sido feitas em Bogotá é bem marcante pro DuSouto. Um cenário totalmente inédito e que combinou certinho com a parte das imagens feitas no Beco da Lama, Centro Histórico e Cultural de Natal”, reflete Gustavo Lamartine.


A finalização do clipe, realizada por Levi Herrera, foi viabilizada pela Chamada Pública Economia Criativa 2020 do SEBRAE/RN, que tem como principal objetivo, além do apoio, impulsionar e gerar novos negócios entre os criativos da nossa região. “Mexilena” está disponível no canal de YouTube do DuSouto e nas principais plataformas de streaming de música.


Assista a “Mexilena”: https://youtu.be/etEvjCam6VY

Ouça “Mexilena”: https://smarturl.it/DuSoutoConecta


DuSouto-Crédito: Luci Braga

Ficha técnica

Música: DuSouto e Mc Priguissa

Direção, Roteiro e Material Gráfico: Gustavo Lamartine

Captação de imagens: Gabriel Souto, Luci Braga, Gustavo Lamartine

Edição e Finalização: Levi Herrera

Produção Executiva: Luci Braga

Capa em técnica Patchwork: Elza Lamartine 

Participações: Mc Priguissa, Jaiara Fontes e Luci Braga

Locações: Ruas de Bogotá/CO // Beco da Lama - Natal/RN

Realização: BaseB Cultura&Entretenimento 

Assessoria de Imprensa: Build Up Media 

Apoio: Edital de Economia Criativa SEBRAE/RN 2020

Apoio Cultural: CDBaby Brasil e Bardallos Comida e Arte

Sem comentários:

Publicar um comentário

ESTIMADO LEITOR: esteja à vontade para partilhar e comentar este post em qualquer rede social, mas não esqueça de comentar aqui no próprio post. O autor agradece,

Topo