ROBERTOLOGIA EM DESTAQUE

8/12/2020

Voz indígena no "Bloco Jotano": Alice Pataxó dá entrevista à empresa júnior de jornalismo da USP


Discussões sobre as identidades indígenas, causas dos povos originários e muito mais nesse evento da Jornalismo Júnior


No dia 16 de agosto, acontecerá o Bloco Jotano com Alice Pataxó. O evento faz parte do Especial América Latina da Jornalismo Júnior, a empresa júnior de jornalismo da USP. É uma iniciativa que visa abordar essa porção do continente de que fazemos parte. Todas as produções relacionadas ao especial podem ser encontradas no site da Jornalismo Júnior.

O evento consistirá em uma entrevista com Alice Pataxó, jovem ativista e comunicadora indígena, que atua como youtuber e palestrante. Alice faz parte da liderança de sua comunidade desde os 15 anos e trabalha, atualmente, levantando discussões sobre a diversidade indígena e suas causas, a fim de desmistificar os estereótipos acerca  das diversas comunidades indígenas..

Você poderá abrir os olhos e buscar compreender melhor essa parte tão essencial da população e cultura brasileiras, que é invisibilizada e marginalizada. Com certeza, é muito engrandecedor para qualquer um, desde os mais engajados com a causa indígena, até os que não têm muito conhecimento sobre o assunto. É muito necessário praticar a escuta da voz de representantes dos povos que são parte da base cultural do nosso país. 

Alice também integra os movimentos estudantis e chegou a ministrar aulas de cultura no colégio de sua aldeia. Hoje, ela cursa Bacharelado Interdisciplinar em Humanidades na Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB) e nos contará um pouco também de sua experiência nessa área. 

O evento começará às 15h e vai até às 16h no canal do YouTube da Jornalismo Júnior. Confira também o Evento no Facebook. Não perca essa oportunidade! 

Tema:  “Bloco Jotano com Alice Pataxó”
Transmissão: YouTube  

Sem comentários:

Publicar um comentário

ESTIMADO LEITOR: esteja à vontade para partilhar e comentar este post em qualquer rede social, mas não esqueça de comentar aqui no próprio post. O autor agradece,

Topo