LightBlog
>

ROBERTOLOGIA EM DESTAQUE

7/28/2020

O Mindset na Construção do Sucesso

Mindset significa configuração da mente, é o modelo mental dos valores interiorizados...


Por: Prof. Paulo Lopes 

“O sucesso não tem a ver com o quanto você ganha, mas com a diferença que você faz na vida de outras pessoas.”

Com essa frase, de Michele Obama, faço reverência aos colegas de profissão que destacam-se não só por terem conquistado uma posição financeiramente agradável, mas também por serem referência e destaque nas suas áreas de atuação. 

Procuro conviver com essas pessoas, não com objetivo de obter ganhos financeiros ou de influência, mas sim para observar o seu mindset e entender o padrão de pensamento para conquistar o sucesso.

Mindset significa configuração da mente, é o modelo mental dos valores interiorizados, a maneira como vejo-me e vejo o mundo. Ele influencia diretamente nas minhas ações fazendo-me entender que os obstáculos precisam ser superados, primeiro mentalmente, para logo buscar a coragem de transpô-los fisicamente. Possibilita que eu tenha consciência de minhas forças e fraquezas e de que não desperdice tempo reafirmando diariamente “aquilo que sou bom” (força), mas sim desenvolvendo “aquilo que me impede de chegar ao sucesso” (fraqueza).

O convívio com tais pessoas agrega muito conhecimento e faz com que eu desenvolva o meu mindset de crescimento, estimulando-me a sair da “zona de conforto” e arriscar mais em busca de novos desafios, a não ter medo do esforço e entender que ele é o único caminho para atingir os objetivos. Ao analisar algumas de suas ações frente a situações de vitórias e de derrotas, consigo adaptar técnicas pessoais para tornar-me mais equilibrado frente às mesmas situações. 

Ao observar as suas habilidades (inovação, liderança, delegação, mediação de conflitos, empatia, compaixão) sinto-me estimulado e motivado a desenvolve-las agregando-as às minhas técnicas de gestão. Relações sociais ou profissionais com pessoas de “sucesso” podem tornar-se muito mais produtivas quando permitirmo-nos observar, adaptar, aprimorar e contribuir.

Concluo esse texto ousando adaptar uma frase de Augusto Cury: “Uma pessoa inteligente aprende com os seus erros, uma pessoa sábia aprende com os erros dos outros”. Acredito que o sábio aprende não só com o erro, mas principalmente com os acertos dos outros.

🔶🔶🔶


NOTA DA REDAÇÃO:

Sem comentários:

Publicar um comentário

ESTIMADO LEITOR: esteja à vontade para partilhar e comentar este post em qualquer rede social, mas não esqueça de comentar aqui no próprio post. O autor agradece,

Topo