ROBERTOLOGIA EM DESTAQUE

4/15/2020

MSF apoia hospitais iraquianos no combate à COVID-19

Para apoiar o Ministério da Saúde do Iraque no combate à pandemia de COVID-19, MSF apoia equipes de saúde iraquianas nos hospitais do país-MSF

A organização treina equipes de saúde para prevenir e controlar o contágio pelo novo coronavírus

A organização internacional Médicos Sem Fronteiras (MSF) alertou na última segunda-feira (13/04) para o aumento significativo no número de pacientes com COVID-19 no Iraque, com mais de mil casos e 60 mortes confirmados, de acordo com o Ministério da Saúde do país. Desde que o novo coronavírus começou a se espalhar na região, a capital, Bagdá, é a cidade que registra a maioria dos casos e mortes.

No dia 1º de abril de 2020, MSF iniciou as atividades no Hospital Ibn al-Khatib, em Bagdá, um dos três designados pelo Ministério da Saúde iraquiano para tratar pacientes de COVID-19 na cidade. A equipe de MSF avaliou a prontidão do hospital para lidar com o surto e iniciou treinamentos com os profissionais locais sobre prevenção e controle de infecções e gerenciamento da triagem. Essas preparações garantirão que os pacientes com COVID-19 recebam tratamento adequado e também protegem outros pacientes e profissionais de também serem contaminados.

“A equipe de MSF está trabalhando em colaboração com a equipe local do hospital para ajudá-los a lidar com os pacientes suspeitos ou confirmados de COVID-19 e garantir que eles sejam bem recebidos e tratados da melhor maneira possível. Também queremos evitar que outros pacientes sejam infectados dentro do hospital", explica Shaukat Muttaqi, coordenador-geral de MSF no Iraque.

MSF também está apoiando autoridades de saúde locais em outras partes do Iraque em suas respectivas respostas à COVID-19. Em Mossul, na província de Ninewa, MSF adaptou um edifício no complexo sanitário de Al Salam para o isolamento de casos suspeitos.

Localizado ao lado de Al Salam, o Hospital Al-Shifaa, que foi reconstruído por MSF em 2019, foi identificado pelas autoridades locais de saúde como o principal hospital para encaminhamento de pacientes com COVID-19 na província de Ninewa. MSF também planeja converter seu próprio centro de atendimento pós-operatório, localizado no complexo de saúde Al Salam, para que possa apoiar o Hospital Al-Shifaa no tratamento de pacientes com COVID-19.

“O sistema de saúde em Mossul e na província de Ninawa em geral foi fortemente impactado pela guerra em 2017. MSF está disposta a fazer a sua parte para ajudar a impedir que o surto seja somado ao sofrimento e à perda pelas quais as pessoas na cidade já passaram", acrescenta Shaukat Muttaqi.

Na província de Erbil, as equipes de MSF começaram a colaborar com três hospitais do Ministério da Saúde designados para o tratamento da COVID-19, com o objetivo de fornecer suporte técnico em medidas de prevenção e controle de infecção, triagem de pacientes e apoio à saúde mental.

Em outros lugares do Iraque, os projetos de MSF continuam a fornecer serviços de saúde a comunidades socialmente vulneráveis em todo o país. Esses serviços incluem atendimento cirúrgico, neonatal, pediátrico e materno, tratamento de doenças crônicas, atendimento de emergência e apoio à saúde mental. MSF implementou medidas preventivas adicionais para limitar o risco de infecção de pacientes e profissionais em seus projetos regulares.

“No Iraque, MSF apoia centenas de pessoas em situações de extrema vulnerabilidade todos os dias por meio de nossos programas médicos. É essencial facilitar o movimento contínuo de suprimentos médicos e profissionais e garantir que a oferta de cuidados médicos vitais aos nossos pacientes regulares continue”, conclui Muttaqi.

Sobre Médicos Sem Fronteiras
Médicos Sem Fronteiras é uma organização humanitária internacional que leva cuidados de saúde a pessoas afetadas por conflitos armados, desastres naturais, epidemias, desnutrição ou sem nenhum acesso à assistência médica. Oferece ajuda exclusivamente com base na necessidade das populações atendidas, sem discriminação de raça, religião ou convicção política e de forma independente de poderes políticos e econômicos. Também é missão da MSF chamar a atenção para as dificuldades enfrentadas pelas pessoas atendidas em seus projetos.

Sem comentários:

Publicar um comentário

ESTIMADO LEITOR: esteja à vontade para partilhar e comentar este post em qualquer rede social, mas não esqueça de comentar aqui no próprio post. O autor agradece,

Topo