ROBERTOLOGIA EM DESTAQUE

3/11/2020

Jazz latino, sarau, festival de Rap e MPB: confira o que vai rolar na Lapa

O carnaval acabou, mas o agito não para no bairro mais boêmio do Brasil


Criado pela cantora Rosângela Si, o Palco Lapa 145 abre as portas com o intuito de ser uma casa dos artistas e seus movimentos no bairro mais boêmio do Rio de Janeiro, a Lapa. Com uma programação eclética, o casarão do final do século XIX está totalmente antenado com o nosso tempo, abraçando a diversidade e as manifestações artísticas em estado puro com festivais, shows, exposições, saraus, gastronomia, rodas de samba, rap e hip-hop e oficinas de cinema, dança e iniciação musical. “Somos a casa da diversidade e da cultura, sempre aberta a todos que queiram mostrar o seu talento e, é claro, para quem está ávido a curtir e descobrir a cena carioca das artes muito além do mainstream”, ressalta a fundadora.  

Confira a programação da casa:

Toda terça-feira, às 20h – Jam Latin Jazz Session

Jazz com tempero latino. Essa é a proposta da banda DS Grooves, liderada pelo saxofonista, clarinetista, compositor e arranjador uruguaio Daniel Santos. Com mais de 30 anos de carreira e participações em diversos projetos e Big Bands na América Latina, o artista apresentará com seu conjunto músicas autorais, clássicos fusionados com ritmos latinos e canções de expoentes como Paquito D’Rivera e Chucho Valdés. O evento começa às 20h e a entrada é uma contribuição consciente.

Toda quarta-feira, às 18h – Microfone aberto

Microfone Aberto é um sarau moderno que acontece todas as quartas, a partir das 18h, onde os artistas podem recitar suas poesias, cantar, apresentar monólogos, ler seus contos, manifestos, lançar novos trabalhos, em resumo, mostrar a sua arte, sem amarras nem mordaças. A entrada franca. 

Quinta-feira, dia 12 de março, às 19h – Sarau Fiomulticultural: Especial 5 anos 

O Sarau Fiomulticultural completa cinco anos. Nesta edição, haverá homenagens a artistas e grupos que se destacaram e participaram de grande parte da trajetória do evento e a mulheres artistas e poetas, como Clarice Lispector e Conceição Evaristo. A noite contará com apresentações de diversos músicos e poetas, como as bandas Poética Planetária Subtropicalista e Minha MPB Morde. Além disso, terá o lançamento do novo projeto editorial da Fio Cultural Produções, FioZine, divulgação de futuros projetos e atividades previstas para 2020. O evento começa às 19h e a entrada é franca.

Sexta-feira, dia 13 de março, às 20h – 19º Festival Lapa é Rap

Idealizado pelo músico e agitador cultural Kobá Xilon, o evento reúne o melhor da nova cena do Rap com encontros imperdíveis e novidades sempre na segunda sexta de cada mês. A sua 19ª edição vai contar com batalha de MC’s, intervenções poéticas e apresentações de Don Capuccino, HG MC, Toca do Índio, Tropa 74, Bjazz, Macô, 42 Rec, DJs Karma Emici e Gravina Gravina. O evento começa às 22h e a entrada custa R$ 5,00.

Sábado, dia 14 de março, às 20h – Banda Madá 

A MADÁ é uma banda de rock que nasceu em 2019 e é formada por músicos amigos de diferentes partes da cidade do Rio de Janeiro. No seu repertório, Chico Buarque, Caetano Veloso, Tim Maia, Clube da Esquina e outros nomes da MPB são interpretados em versões rock ‘n’ roll, além de artistas já consagrados do rock nacional, como Rita Lee, Paralamas do Sucesso e Barão Vermelho, misturados com ícones internacionais, como Queen, Chuck Berry e Stevie Wonder, com muito solo de guitarra e pegada dançante. O show começa às 20h e a entrada é franca.

O Palco Lapa fica na Rua da Lapa, 145. Mais informações pelo telefone (21) 98231-0108 ou pelo site www.palcolapa145.com.br

Sem comentários:

Publicar um comentário

ESTIMADO LEITOR: esteja à vontade para partilhar e comentar este post em qualquer rede social, mas não esqueça de comentar aqui no próprio post. O autor agradece,

Topo