ROBERTOLOGIA EM DESTAQUE

2/27/2020

Ivete Sangalo é eleita Rainha de Clash Royale em ação da NBS no Carnaval de Salvador

Ivete Sangalo é Rainha de Clash Royale-Divulgação
 Agência criou uma estratégia completa de conteúdo para a Supercell, que uniu o universo do game e da música para ampliar as fronteiras do jogo. Ativação no Trio Elétrico foi o grande fechamento

O Carnaval de Salvador foi transformado em um grande “baile real” para a coroação da primeira Rainha do game Clash Royale: Ivete Sangalo. No alto do trio elétrico, acompanhada de personagens do jogo, a cantora recebeu as chaves do reino, dançou e declarou aberto o “reinado de mainha”. Foi o ponto alto de uma ação completa de conteúdo, desenvolvida pela agência nbs para a Supercell.

A ação começou quando foi anunciado nas redes de Clash Royale que o Rei havia desaparecido. Ocupado com projetos pessoais secretos, o então monarca imaginário abandonou suas responsabilidades, criando uma confusão no reino e dando início à busca por uma nova liderança, que iria segurar as pontas e motivar as tropas temporariamente. 

Trio elétrico de Ivete Sangalo caracterizado com Clash Royale-Divulgação

Agência e cliente então selecionaram oito produtores de conteúdo da comunidade fã do jogo. Eles receberam armas e itens de personagens de Clash Royale. Um machado cravado em uma estante, uma adaga na parede, flechas, clavas, espadas e até um baú foram deixados junto com cartas assinadas pelo personagem que seria o dono do item. Ao gerar conteúdo sobre o que encontraram e lerem a carta, os creators começaram a contar a história, divulgaram o sumiço do Rei e pediram ao publico deles sugestões de nomes para substituí-lo.

Todas as sugestões de nome foram ouvidas e no meio do caminho começou a surgir a possibilidade de uma rainha. O reino inteiro curtiu a ideia e a história passou pela primeira reviravolta, quando, em vez de rei, a busca passou a ser por uma rainha. E não demorou para o nome de Ivete Sangalo aparecer. Aí a fronteira da comunidade do game foram ultrapassadas. Os fã clubes de Ivete começaram a participar da história, tentando motivar a cantora a aceitar o convite, usando a tag #aceitaIVETE.

Ivete então recebeu um baú com o convite em casa. Aceitou e prometeu uma festa de início de reinado como ninguém jamais tinha visto no game: o primeiro dia de carnaval em Salvador. E foi o que aconteceu.

Ivete Sangalo vestida de Rainha de Clash Royale-Divulgação
A roupa de Ivete Sangalo foi produzida pela estilista Michelly X, inspirada na princesa que também é um personagem de Clash Royale. Os principais personagens também formavam a Comitiva da Rainha e estavam representados no carro de apoio, customizado com  duas torres e um canhão que atirava papel colorido bio-degradável nos foliões. No sábado de Carnaval o perfil da marca ainda disponibilizou um filtro de Instagram com a coroa do jogo, para que todos pudessem ser o “meu rei” ou a “minha rainha” da Ivete, durante o carnaval.

O projeto inteiro é uma história que começou dentro do jogo, passou pra vida real das comunidades que curtem o game e extrapolou esse universo, criando awareness para o jogo como um todo.

“Existem várias maneiras de ir de A até B. A gente optou pela maneira mais divertida e a que tinha espaço pra mais gente participar. Usamos a força da história pra engajar as pessoas e dar a sensação de que todos faziam parte de cada um de seus desdobramentos, até porque, faziam mesmo”, explica Bruno Pinaud, criativo da nbs e um dos responsáveis pelo trabalho.

Sem comentários:

Enviar um comentário

ESTIMADO LEITOR: esteja à vontade para partilhar e comentar este post em qualquer rede social, mas não esqueça de comentar aqui no próprio post. O autor agradece,

Topo