property='og:image'/>

ROBERTOLOGIA EM DESTAQUE

1/20/2020

Sucessos do Rei - Marina Elali e o Maestro Eduardo Lages. Um show inesquecível



Por: Carlos Marley

Na quinta-feira (16/01) fui ao shopping RIOMAR, em Fortaleza (CE), para a estreia da turnê deste ano do show “Sucessos do Rei - Marina Elali e o Maestro Eduardo Lages”, no Teatro RIOMAR. O show contou com a participação especial do talento cearense Waldonys, músico (sanfoneiro dos melhores), cantor e compositor e nas horas vagas paraquedista e piloto acrobático.

No cenário do show uma plateia ansiosa aguardava o início do espetáculo. Abrem-se as cortinas e os raios luminosos focalizam o centro do palco, onde estava um solitário piano, que seria o instrumento principal do show. 

O show começou apenas ao som da voz do maestro Eduardo Lages, fazendo uma narrativa da sua trajetória artística com direito a trilha sonora sobre cada fato comentado. Ao final da narrativa o maestro entrou no palco. Cumprimentou o púbico, fez um pequeno comentário sobre o que ia tocar e iniciou seu habilidoso dedilhado no piano, que garantiu a execução de solos e melodias musicalmente brilhantes. 

Após uma sequência de músicas solo, Marina Elali adentra o palco usando um elegante vestido na cor verde. Interpretou algumas canções românticas do repertório do rei. Durante a sua apresentação ela desceu do palco e foi cantar junto com a plateia, formando um grande coral em todas as canções. Em seguida deixou o palco novamente com o maestro Eduardo Lages. 

Na segunda participação solo do maestro ele chamou uma pessoa da plateia para compor uma música com ele. Uma mulher se candidatou e foi chamada ao palco. Antes perguntou se era casada e fez uma brincadeira com o seu marido. Então pediu a ela que tocasse três notas no piano. Com base nas três notas dedilhadas o maestro improvisou uma canção. Agradeceu a participação da parceira musical e seguiu o show solo. 

Um momento muito especial ocorreu entre uma das canções. Para que isso acontecesse o maestro criou uma história sobre um pedido feito por um funcionário do teatro, que sugeriu que incluísse no show uma música que ele gostava muito. O maestro disse que também  gostava muito desta música, inclusive era uma das suas composições (em parceria com Paulo Sergio Valle), entre outras gravadas pelo rei. Convidou então o postulante, para ir cantá-la  no show. Dito isso, iniciou a introdução da música e pediu para que ele entrasse. A música continuava e nada dele entrar. O maestro disse que ele era muito tímido e talvez não entrasse. Foi aí que o público em coro começou a gritar entra, entra. O suposto funcionário não entrou, mas quem apareceu apenas em voz foi Roberto Carlos, que interpretou a canção “Eu nunca amei alguém como eu te amei”, que integra o cd “Romances” (2012) de Eduardo Lages. Foi muita emoção sentir a presença de Roberto Carlos, mesmo sendo apenas através da sua voz.  

Outras músicas foram executadas e Marina Elali retornou ao palco com outro vestido. Desta vez quem saiu de cena foi o maestro que brincou dizendo: “vou trocar o meu vestido também”. Marina relembrou com a utilização de playback alguns dos seus sucessos em trilhas sonoras das novelas da Globo. Começou com “Você” da novela “América” (2005). Seguiram-se outras canções. 

Terminada a sua sequência de novelas ela chama ao palco para uma participação especial o cearense Waldonys. Os dois fizeram uma sequência de canções da lavra de Zé Dantas (1921 – 1962), avô de Marina Elali e um dos parceiros de Luiz Gonzaga (1912 – 1989). Um show de forró. Foi tanta animação que Marina Elali chegou a chamar o maestro que estava no backstage para participar da festa. Mesmo não sendo a sua “praia” o maestro entrou na brincadeira. Ensaiou até uns passos de forró com a Marina Elali no palco. O público vibrou e dançou com essa sequência de forró, ritmo bem cearense. Waldonys deixou o palco com um gostinho de quero mais. 

O show seguiu com mais algumas canções dançantes e finalizou com a religiosa “Jesus Cristo”, com o público cantando de pé. Terminada a música despediram-se do público e saíram do palco. A plateia começou a pedir que voltassem para mais uma canção. Atenderam ao pedido e encerraram o show com a canção “Nossa Senhora” com a participação mais uma vez de toda a plateia.  

O repertório do show trouxe canções consagradas como: “Olha”, “Amor perfeito”, “Como vai você”, “É preciso saber viver”, “Outra vez”, “Como é grande o meu amor por você”, “A distância”, “O calhambeque”, “Vista a roupa meu bem”, “Eu nunca amei alguém como eu te amei”, “Você”, “Esqueça”, “Se você pensa”, “Jesus Cristo”, “Nossa Senhora”, entre outras que agradou ao público. Um show inesquecível!

A noite acabou com uma sessão de fotos no camarim. Confira abaixo.

Eu, Marina Elali, Mirtes (esposa), Eduardo Lages e Mírley (filha)
Eu e Eduardo Lages simulando o cumprimento com o rei
Marina Elali e o Maestro Eduardo Lages - Como é Grande o Meu Amor Por Você

2 comentários:

  1. Abração, querido amigo! Belo relato e muitas emoções!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nobre colega Everaldo, agradeço suas palavras. Como bom nordestino sabia que ias gostar

      Um forte abraço

      Eliminar