ROBERTOLOGIA EM DESTAQUE

12/06/2019

Um Apanhado Sobre os Especiais de Roberto Carlos




Por: Carlos Marley

O tradicional Especial de Fim de Ano de Roberto Carlos entra em nossas casas através da Rede Globo de Televisão desde o ano de 1974. Esse encontro só não foi realizado no ano de 1999, devido à morte da sua cônjuge Maria Rita (19/12/1999). No ano de 2011, o especial exibido foi o show gravado em Jerusalém, que agora também tem uma versão para o cinema em 3D. 

Os últimos 44 especiais contaram com a participação de um grandioso elenco de cantoras e cantores, bandas, músicos, corais, atores e atrizes, esportistas, religiosos, artistas plásticos e outras celebridades. Também fizeram parte dos especiais alguns familiares e pessoas importantes dos seus relacionamentos pessoal e profissional.

Muitos artistas internacionais dividiram o palco com o rei como: Armando Manzanero, Fred Cole, Jennifer Lopez, Erika Ender e Alejandro Sanz. Os shows que viraram especiais foram realizados nos mais variados ambientes que vão de casas de espetáculos a ginásios esportivos, teatros e espaço público, como o apresentado na Praia de Copacabana. Os conjuntos de elementos visuais que formaram os cenários de todos ambientes foram do modesto ao exuberante, como o do show em Jerusalém. 

Todos os anos os especiais seguiram uma temática que era escolhida para cada programa. Entre tantos temas vale ressaltar o do lançamento da campanha do Ano Internacional da Criança (Um Milhão de Amigos, 1978), o do lançamento do Ano Internacional da Pessoa  Deficiente (1980), o especial que tratou  da defesa da natureza (Verde é Vida, 1990).

Os clipes fizeram parte de muitos especiais, tanto com imagens internas como externas, inclusive contendo cenas gravadas no exterior. 

Não podemos deixar de lembrar também daqueles que dirigiram os especiais como: Augusto Cesar Vannucci, Jorge Fernando e Roberto Talma, todos já falecidos, além de Aloysio Legey, Walter Lacet, Mario Meirelles, Jayme Monjardim, entre outros.

As plateias dos shows gravados para os especiais, na maioria das vezes restrita aos artistas da Rede Globo, foi o ponto sempre questionado pelos fãs. Com a presença dos mesmos o show seria bem mais participativo e caloroso. 

A grande expectativa que sempre surge em cada especial é o repertório a ser apresentado, principalmente depois que Roberto deixou de lançar seus discos anualmente. Essa era dos poucos discos lançados também tem influenciado no set list dos especiais. Ultimamente pouquíssimas novidades acontecem. Agora a torcida das novidades tem se voltado mais para os convidados.

O especial do Roberto de Carlos é o único momento em que todos os fãs se reúnem em locais diferentes para juntos e misturados ficar “pertinho” do rei e usufruir da magia e das emoções do show mais aguardado pelos fãs de Roberto Carlos.

No dia 20 de dezembro a Rede Globo apresentará a 45ª edição do Especial de Fim de Ano do rei. Desta vez o especial foi intitulado “Roberto Carlos – Além do Horizonte”. O especial desse ano vai ser diferente: serão exibidas imagens de alguns shows da turnê internacional “Amor Sin Limite” realizada no primeiro semestre. Serão mostradas ainda imagens inéditas de bastidores do rei, além de trechos dos shows gravados nos dias 29 e 30 de novembro na Ópera de Arame, em Curitiba, que contou com a participação especial de Erasmo Carlos. A novidade apresentada pela dupla foi quando juntos cantaram a composição “Maria e o Samba” de Erasmo Carlos, composta há 60 anos e que nunca foi gravada, mas que agora receberá o devido destaque no lançamento do álbum de Erasmo Carlos “Quem foi que disse que eu não faço samba”.  Outra curiosidade sobre qual a canção que Erasmo compôs para Roberto Carlos cantar quando se apresentasse na Boate Plaza, seu primeiro emprego. Só nos resta agora aguardar as compilações dos shows e as imagens editadas que serão mostradas no dia da exibição do especial.

Para homenagear o aniversariante do mês, sugiro que revejam as imagens do especial de 2012, intitulado Reflexões, onde Roberto Carlos e Arlindo Cruz interpretam a canção “O Homem” uma das mais lindas canções do rei. Como exclamou Arlindo Cruz no final da sua apresentação: “Que presente!”.

Feliz Natal e um Próspero Ano Novo a todos!

NOTA DA REDAÇÃO:

Roberto Carlos: Especial 2012

3 comentários:

  1. Um apanhado muito especial sobre os Especiais de Roberto Carlos e em especial sobre o Especial deste ano, a 20 de dezembro. Obrigado, amigo Carlos Marley por mais este importante artigo, no qual ainda ressaltas a canção "O Homem", brilhantemente interpretada pelo RC e pelo Arlindo Cruz. Por essa altura, tinha decorrido o "45.º Bate-papo entre Roberto Carlos e eu" sob o título "Rei põe fim aos bate-papos com fã português". Aconteceu que naquele Especial de 2012, ao retribuir o Viva do Arlindo Cruz, disse "Viva o Armindo!" e até mesmo quando dele se despede o chama de Armindo em vez de Arlindo. Conclusão: por causa desse episódio, o Roberto achou melhor retomar os bate-papos com o portuga e foi o que fez melhor. Parabéns, amigo Marley! Grande abraço. Ah! Para quem quiser conferir o que eu atrás revelei, deixo aqui o link do vídeo com RC e Arlindo Cruz. https://www.youtube.com/watch?v=O44Xhox1nzM

    ResponderEliminar
  2. Nobre colega Armindo, obrigado pelo incentivo. Notaste as coincidências da magia do número 45. Este ano será a 45ª edição do especial e a retomada do bate papo começou no 45º isso só pode ser coisa do Homem.

    ResponderEliminar
  3. Roberto Carlos e meu grande amor 💞 de infância,lá no interior do meu Piauí 🙏 até apanhei eu só tinha 5 anos vi sua foto ❤️, disse que ele seria meu grande amor 💞 pra sempre, até hoje tenho grande amor 💞 por ele já fui vários shows dele 🙏🛐 obrigado TV Globo,po mim dar essa grande felicidades 🙏🏻

    ResponderEliminar