ROBERTOLOGIA EM DESTAQUE

12/14/2019

Julieta Brandão mescla a nova música brasileira à latina no EP "Meeiro"

Julieta Brandão - Meeiro EP
Álbum sai pelo selo Cantores del Mundo e chega com clipe

Após chamar atenção com uma série de singles, a cantora carioca Julieta Brandão reúne as quatro canções já reveladas em seu novo EP, “Meeiro”. A artista entrega canções realizadas ao lado de parceiros de longa data em uma interpretação que dilui as fronteiras entre a música brasileira e a latina. O lançamento é do selo Cantores del Mundo e chega também com um clipe para a faixa “Hueco de paz”.

Sem pressa, Julieta Brandão costura sonoridades que dão forma ao trabalho. Em “Torso”, o tempo surge numa referência ao passado - em uma alusão às manifestações políticas dos últimos anos no Brasil. “‘Torso’ foi escolhida como single pelo momento político que vivemos. É uma música densa, que faz referência às manifestações de 2013. A preocupação social e política sempre fez parte do meu repertório”, conta Julieta.

A letra foi escrita como um poema por Liv Lagerblad e foi musicada por Arthus Fochi. A canção ganha contornos de spoken word quando a própria autora surge declamando um outro texto, uma intervenção em forma de resposta à sua poesia original. 

Se é o tempo que permite vivências e experiências, é também ele que nos lembra da finitude e da brevidade da vida. É olhando para as duas metades da ampulheta da existência humana que Brandão entrega “Tempo Movediço”. Novamente intérprete da poética dos compositores Lagerblad e Fochi, a artista se debruça sobre as contradições e paradoxos do viver.

Com um olhar de cronista, a letra questiona a passagem da vida à nossa revelia e provoca: será que existe uma cura para o destino, o inevitável desatino? Em meio a essas dúvidas, o instrumental se desdobra em diferentes andamentos, seguindo um compasso tão incerto quanto a própria vida.

Já em “Meeiro” e “Hueco de paz”, Julieta retorna a essa temática temporal que permeia todo o EP, mas com um olhar contemplativo sobre a terra, a chuva, o sol, o vento e com participação da vocalista espanhola Irene Atienza. A poética de “Meeiro” vem da autora Iara Ferreira. A cantautora paulista soma dois álbuns e participa da LUA – Livre União de Autoras. Já “Hueco de paz” é da autoria de Marcelo Fedrá e Arthus Fochi - este último, também presente como violonista nas e produtor e diretor musical de todo o EP. 

As canções apontam um ponto de virada na carreira de Julieta Brandão, que é cantora profissional há mais de 10 anos. Após se dedicar ao samba e à música regional, que geraram o álbum “Viramundo” (2016), ela busca um caminho estético diferente no novo trabalho.

“O ‘Viramundo’ era um disco regional, com arranjos elaborados de choro, samba e forró. Nesse EP a gente buscou uma linguagem mais minimalista, experimental. A ideia foi trazer novas estéticas a partir de compositores da cena carioca”, explica Brandão.

Fazer uma ponte e promover a proximidade entre novas vozes de toda a América Latina é a meta da gravadora Cantores del Mundo: combater essa sensação de isolamento, de que o Brasil é uma enorme ilha no meio de países hispânicos. Fundado por Tita Parra, neta da lendária Violeta Parra, o selo está sendo consolidado com a direção de Arthus Fochi e do produtor musical Guilherme Marques. 

Ouça o EP “Meeiro”: http://smarturl.it/MeeiroEP

Julieta Brandão-Crédito Gus Bomfim
Siga Julieta Brandão:
https://www.youtube.com/user/Julietacantarolando

Julieta Brandão feat. Irene Atienza - Hueco de Paz (Vídeo clipe)

Sem comentários:

Publicar um comentário

ESTIMADO LEITOR: esteja à vontade para partilhar e comentar este post em qualquer rede social, mas não esqueça de comentar aqui no próprio post. O autor agradece,

Topo