ROBERTOLOGIA EM DESTAQUE

11/10/2019

CCB | fim-de-semana dedicado à LUA > conferência "Lua Século XXI" e música com a OML "A Chegada do Homem à Lua" | 16 E 17/11

conferência "Lua Século XXI" e música com a OML "A Chegada do Homem à Lua" CCB Lisboa 16 e 17/11

No fim-de-semana de 16 e 17 de novembro venha ao CCB redescobrir a aventura da exploração espacial

[conferência]

Lua Século XXI
O futuro de uma pegada com 50 anos

Sábado  ▪ 16 novembro  ▪ 20h30  ▪  Sala Sophia de Mello Breyner Andresen

Os desafios colocados à criatividade e ao engenho humano transformam o inimaginável em algo possível. Pousar na Lua apresentou à espécie humana milhares desses desafios. Ao mesmo tempo, abriu novos horizontes de possibilidades.

Materiais do dia-a-dia, como os microcircuitos de computadores e telemóveis, ou diversos sistemas de cuidados de saúde, são fruto desse sonho de escapar à gravidade da Terra. Mas talvez o maior impacto tenha sido no nosso imaginário coletivo, pela imagem da Terra vista da Lua, e pela representação das viagens espaciais no cinema.

Chegámos à Lua! E depois?

Há 50 anos, a Humanidade pisou o solo lunar pela primeira vez. Incrível proeza do ponto de vista científico e tecnológico, as suas consequências estendem-se bem para além da ciência espacial. Desde a tecnologia que temos ao nosso dispor, à nossa perceção do planeta e do Espaço, muito mudou. Deixámos de estar confinados à Terra e abriram-se as portas para nos tornarmos uma espécie multiplanetária.

Junte-se a uma conversa com oito investigadores de áreas como a microbiologia, geofísica, ciências do desporto e astrofísica e descubra o que será que o futuro nos reserva.

No final, não perca a oportunidade de observar e tirar uma fotografia à Lua através de telescópios.

Convidados:

Adriano Henriques (ITQB-NOVA), Alexandre Cabral (IA, FCUL), Daniel Marinho (UBI, CIDESD), Edson Oliveira (FML), Pedro Machado (IA, FCUL), Pedro Matos Soares (IDL, FCUL), Rui Agostinho (IA, FCUL), Rui Moura (FCUP)

Moderação Joana Lobo Antunes (IST)

🌖🌗🌘


A Chegada do Homem à Lua
Orquestra Metropolitana de Lisboa

Domingo  ▪  17 novembro  ▪  17h00  ▪  Grande Auditório

Orquestra Metropolitana de Lisboa
Coro Sinfónico Lisboa Cantat
Maestro do coro Jorge Carvalho Alves
Maestro Adrian Leaper

Gustav Mahler (1860-1911) Adagio da Sinfonia n.º 10 (1910)
Gustav Holst (1874-1934) Os Planetas, op. 32 (1914-16)

Foi há precisamente cinquenta anos que o Homem pisou a superfície lunar, assim emprestando valores palpáveis ao espaço extraterrestre. Apesar disso, o universo dos planetas, das estrelas, das galáxias e das proporções intangíveis sempre representou (e representará) uma dimensão misteriosa e inspiradora para a ciência, para o espírito, e também para as artes. Desde a revolução coperniciana, em meados do século XVI, o conhecimento astrológico fundado no movimento dos astros em torno da Terra caiu em descrédito.

Assistiu-se, porém, ao seu revivalismo no início do século passado, projetando-se até aos nossos dias. Em 1916, o compositor inglês Gustav Holst deixou-se fascinar por essa mundividência que reconhece em cada planeta do sistema solar aspetos distintos da personalidade. Manifestamente inspirado no livro pioneiro The Art of Synthesis, de Alan Leo, publicado em 1912, dedicou cada um dos andamentos de uma suíte orquestral aos diferentes planetas e respetivos caracteres. Neste programa, a sua música contrasta com a imponência telúrica do Adagio de uma sinfonia que Gustav Mahler deixou inacabada à data da morte, em 1911.

Sem comentários:

Enviar um comentário