ROBERTOLOGIA EM DESTAQUE

11/26/2019

Cantor Moacyr Franco Lota Teatro com Público de Mocinhas de 80 anos

Com público fiel, Moacyr faz plateia dançar até ao chão com seu entusiasmo contagiante  


O cantor, ex deputado estadual do Estado de SP, comediante, ator, compositor Moacyr Franco lotou na quinta 21/11/19 o teatro Gamaro na cidade de São Paulo. A plateia composta por maior parte de senhoras de seus 80 anos se divertiu com composições do artista mineiro, radicado em São Paulo. No show o cantor homenageou várias personalidades brasileiras entres elas, o pugilista Éder Jofre (83). Moacyr criticou a falta de incentivo e notoriedade do boxeador no Brasil. “Hoje em dia Jofre está com  Alzheimer. Acho até bom, assim ele não lembra a injustiça que o Brasil fez com ele em não reconhecê-lo como deveria”, dispara o artista.

Com 83 anos, Moacyr lembra de longe ser um senhor. Ao começar o show entrou pelo meio da plateia onde beijou na boca, isso mesmo na BOCA algumas senhoras e até mesmo um senhor que devolveram empolgados o carinho caliente do cantor que divertiu o público com suas histórias e estórias engraçadas. Moacyr fez piadas sobre o tema terceira idade, por diversas vezes foi até ao público conversar, fazer gracinhas e sentar no colo de alguns espectadores.

Polivalente, Moacyr participou e dirigiu programas nas emissoras como a extinta TV Tupi, Globo e SBT, nessa última atualmente é jurado do quadro Shadow Brasil do Programa comandado pelo apresentador Raul Gil. Em sua extensa carreira coleciona 42 discos de ouro que de acordo com o artista estão guardados com muito carinho em sua residência em São Paulo.  

Ao término do espetáculo no teatro Gamaro, o cançonetista recepcionou os fãs no foyer, e fez uma “rapidinha” com a repórter do Portal Splish Splash.

PSS- Você é uma pessoa envolvida com questões ambientais. Aprecia fervorosamente a natureza. Qual a sua opinião em relação as posições consideradas radicais da jovem ambientalista sueca, Greta Thunberg?

MF- Sou muito mais radical do que a jovem sueca. Acho válidas suas posições. Digo que sou mais radical porque estou com horror dos humanos. Nós seres humanos estamos destruindo a natureza, como se a natureza precisasse da gente, enquanto é totalmente ao contrário somos nós que precisamos e dependemos da natureza, e a cada dia parece que não temos consciência dessa nossa dependência destruindo sem compaixão algo que é de total importância para nós.

PSS- Você acaba de lançar a música “Madrugada na Cidade” com o cantor Amado Batista. Como se deu essa parceria?

MF- A música foi composta para comemorar os 44 anos de carreira de Amado Batista, é uma letra simples, mas gratificante em compor e cantar.

PSS- O público pode esperar uma colaboração  emocionante entre você e o seu filho, o cantor e compositor Johnny Franco?

MF- Você já escutou a música do Johnny no Youtube? (pergunta com um sorriso orgulhoso no rosto).

PSS- Em novembro desse ano você estreou a canção “Perdão Por Ter Sido Só Corno”. Dói demais ser corno?

MF- É desconfortável ser corno. 

PSS- Você acredita ter um público fiel?

MF- Boa parte do meu público acompanha meu trabalho desde quando comecei. Posso dizer que amadurecemos juntos. Olha essa mulherada, elas são fieis.

Amado Batista & Moacyr Franco - Madrugada Na Cidade

Sem comentários:

Enviar um comentário