ROBERTOLOGIA EM DESTAQUE

9/14/2019

Grupo de Referência do Projeto Guri e Grupo Perciclando se apresentam em Marília

Jovens do Grupo de Referência de Marília – Percussão | Foto: Gustavo Morita

Evento será realizado no Teatro Waldir Silveira de Mello, no dia 18 de setembro, às 19h

Para quem gosta de uma boa música, vale conferir a apresentação do Grupo de Referência de Marília – Percussão com o grupo Perciclando. O encontro acontecerá no Teatro Municipal Waldir Silveira de Mello, no dia 18 de setembro, às 19h. O evento é gratuito e é aberto ao público.

O Grupo de Referência de Marília é um dos 13 conjuntos musicais formados por adolescentes e jovens, em estágio avançado de aprendizagem, do Projeto Guri – maior programa sociocultural brasileiro mantido pela Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Governo do Estado de São Paulo. Já o Perciclando é reconhecido por utilizar instrumentos construídos a partir de materiais recicláveis.

Com apresentações individuais e em conjunto, o repertório será composto pelas seguintes músicas: Baião e Cadência para Berimbau, ambas de Ney Rosauro; Batuque, de Oscar Lorenzo Fernandez; Tico-Ttco no Fubá, de Zequinha de Abreu; Shock Factor, de Nathan Daughtrey; Collisions, de Jared Spears; Mother Earth Father Sky e Bebê, de Hermeto Pascoal; Sweet Dreams, de Eurythmics; e Oye Como Va, de Tito Puente, entre outras.

SERVIÇO:
Apresentação do Grupo de Referência de Marília – Percussão e o Grupo Perciclando 
Data: 18 de setembro
Horário: às 19h
Local: Teatro Municipal Waldir Silveira de Mello
Endereço: Avenida Rio Branco, s/nº, Centro – Marília/SP
Entrada gratuita e aberta ao público.

Sobre o Grupo de Referência de Marília – Percussão
O conjunto executa desde peças clássicas para a formação camerística de grupo de percussão até improvisos calcados em ritmos brasileiros e latinos, apresentando a enorme riqueza do universo da percussão. O Grupo recebeu a orientação de importantes percussionistas como Santiago Vazquez (Argentina, 2012), Eduardo Gianesella (2013), Percussion de Tournai (Bélgica, 2014) e Ignácio Bori Garcia (2015). Em 2015, o grupo dividiu o palco com o Groupe Percussions de Tournai, na Bélgica. Em janeiro de 2017, o conjunto tocou no Teatro Castro Alves, em Salvador, durante o PercPan – maior festival de percussão do Brasil.

Sobre o Perciclando
O grupo de percussão surgiu em 2013 com alunos e ex-alunos do Projeto Guri, sob a coordenação de Jorge Rafael do Nascimento. A banda toca exclusivamente com instrumentos construídos a partir de materiais recicláveis, como garrafas, baldes e tubos de PVC.  Foi vencedor do quadro “Se vira nos 30”, do programa Domingão do Faustão, da Rede Globo, em 2014. No mesmo ano, participou do 1º Miss Reciclagem de Maracaí, evento com profissionais da coleta seletiva em estrutura sustentável da região de Marília.

Patrocinadores e apoiadores do Grupo de Referência: VALGROUP; Caterpillar.

Patrocinadores e apoiadores do Projeto Guri – Sustenidos: CTG Brasil; VISA; Bayer; WestRock; Microsoft; VALGROUP; Supermercados Tauste; Novelis; Caterpillar; EMS; Capuani do Brasil; Pinheiro Neto; Instituto CCR por meio da CCR AutoBAn; Grupo Maringá; AES Tietê; Faber Castell; Distribuidora Ikeda, ASTA; Mercedez-Benz; Supermercados Rondon; Castelo Alimentos; Raízen; Arteris; GRUPO GR; Pirelli; Tereos.

Sobre o Projeto Guri
Mantido pela Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Governo do Estado de São Paulo, o Projeto Guri é o maior programa sociocultural brasileiro e oferece, nos períodos de contraturno escolar, cursos de iniciação musical, luteria, canto coral, tecnologia em música, instrumentos de cordas dedilhadas, cordas friccionadas, sopros, teclados e percussão, para crianças e adolescentes entre 6 e 18 anos (até 21 anos nos Grupos de Referência e na Fundação CASA). Cerca de 50 mil alunos são atendidos por ano, em quase 400 polos de ensino, distribuídos por todo o estado de São Paulo. Os mais de 330 polos localizados no interior e litoral, incluindo os polos da Fundação CASA, são administrados pela Sustenidos, enquanto o controle dos polos da capital paulista e Grande São Paulo fica por conta de outra organização social. A gestão compartilhada do Projeto Guri atende a uma resolução da Secretaria que regulamenta parcerias entre o governo e pessoas jurídicas de direito privado para ações na área cultural. Desde seu início, em 1995, o Projeto já atendeu mais de 770 mil jovens na Grande São Paulo, interior e litoral.

Sobre a Sustenidos
Eleita a Melhor ONG de Cultura de 2018, a Sustenidos administra o Projeto Guri. Desde 2004, é responsável pela gestão do programa no litoral e no interior do estado de São Paulo, incluindo os polos da Fundação CASA. Além do Governo de São Paulo, a Sustenidos conta com o apoio de prefeituras, organizações sociais, empresas e pessoas físicas. Instituições interessadas em investir na Sustenidos, contribuindo para o desenvolvimento integral de crianças e adolescentes, têm incentivo fiscal da Lei Rouanet e do Fundo Municipal da Criança e do Adolescente (FUMCAD). Pessoas físicas também podem ajudar. Saiba como contribuir: www.projetoguri.org.br/faca-sua-doacao

Sem comentários:

Enviar um comentário