ROBERTOLOGIA EM DESTAQUE

9/17/2019

Exposição conta essência mineira por meio do vestuário


Mostra “Uma Linha para Contar História” está em cartaz no Centro Cultural Usiminas

Até o dia 28 de setembro, a Galeria Hideo Kobayashi do Centro Cultural Usiminas, em Ipatinga, Minas Gerais, recebe a exposição “Uma Linha Para Contar História”.

Concebida pela artista visual Vanuza Bárbara, a mostra aborda a essência da identidade mineira por meio de uma coleção de 30 looks inspirados na Estrada de Ferro Vitória a Minas (EFVM).

A figura do trem é tão importante para a região que tornou-se um personagem do qual muitas pessoas se apropriam por identificação, lembranças, histórias e memórias.

Neste contexto, a estilista mineira Vanuza Bárbara acredita que o tema reforça o orgulho de pertencer a Minas Gerais e apresenta um caminho sobre os trilhos de um modo inédito.

O diferencial do seu trabalho é o conceito com foco na produção consciente: 100% da coleção é feita com tecidos reaproveitados.

As peças foram criadas com base em pesquisa de campo, conversas com preservacionistas ferroviários, jornalistas, famílias que participaram ativamente da chegada da linha de trem na região.

Entre uma informação e outra, a habilidosa estilista costurou estes fragmentos da história da EFVM a uma profunda reflexão sobre as fases da vida. Tudo isso expresso em cores, cortes, pinturas e bordados.

A exposição conta com o patrocínio da Provest Uniformes, Produtos Plinc e Fraldas Carinho, por meio da Lei de Incentivo à Cultura do Estado de Minas Gerais.

Vanuza Bárbara – empreendedora de um novo tempo

Há 22 anos, Vanusa trabalha com moda e adotou um caminho de responsabilidade em duas esferas importantes: ambiental e social. E os números impressionam: 100% das roupas desta coleção foram feitas com tecidos de refugo da indústria local, ou seja, de restos de tecidos de fábricas que iriam para o aterro sanitário e foram reaproveitados por ela. Os retalhos são sinônimo de oportunidade para o “Mulheres fazendo Arte”, um grupo de 25 mulheres que se descobriram como habilidosas bordadeiras no desafio de ornar as peças de Vanuza, sempre ricas em detalhes manuais, uma marca da artista visual. Nas mãos das artesãs, supervisionadas pela estilista, os tecidos se transformam em obra de arte e o talento em fonte de renda para quem está em casa com mãos e corações dispostos a se integrar a parte social do projeto da artista.

SERVIÇO:
Exposição Uma Linha para Contar História
Período: 10 a 28 de setembro de 2019
Local: Galeria Hideo Kobayashi, Centro Cultural Usiminas
Horário: terça a sábado, das 10h às 21h
Classificação: livre
Visitação gratuita. Agendamento escolar na Ação Educativa pelos telefones: (31) 3824-3731 e (31) 3822-2212.

Sem comentários:

Enviar um comentário

ESTIMADO LEITOR: esteja à vontade para partilhar e comentar este post em qualquer rede social, mas não esqueça de comentar aqui no próprio post. O autor agradece,

Topo