ROBERTOLOGIA EM DESTAQUE

9/09/2019

DIA DO BRASIL NO PORTO | O luso-brasileiro Portal Splish Splash esteve na festa


Por: Armindo Guimarães

No âmbito da Declaração de Independência do Brasil do Império Português, assinada a 7 de setembro de 1822, tal data é comemorada no Brasil com um feriado nacional e, no que a Portugal se refere, a efeméride também passou a ser celebrada pelos brasileiros que de acordo com dados recentes, lideram a lista das principais nacionalidades residentes no país.


Pelo segundo ano consecutivo a Associação Batucada Radical organizou o DIA DO BRASIL NO PORTO com apoio municipal através da Porto Lazer.

O luso-brasileiro Portal Splish Splash esteve lá e gostou do que viu. Gostou tanto como gostou da caipirinha (refiro-me à bebida, é claro) que o recebeu logo à entrada do Jardim da Cordoaria onde se realizou o evento.

Depois de visitarmos os vários stands de especialidades brasileiras, bastante concorridos por brasucas e não só, já que a festa era de acesso livre e dirigida a todas as idades e nacionalidades, estava a ter início o anunciado Worhshop de Forró e Samba de Gafieira com a participação em palco de Aide Queiroz e Eduardo Holanda que incentivaram a malta, quero dizer, a galera, a participar com "samba no pé".


A certa altura do "samba no pé", Aide Queiroz, incansável na arte de dançar e de animar, decide sair do palco, mas antes tira os sapatos e diz: "espero não me aleijar, como dizem os portugueses!". Nessa altura eu estava a filmar e pensei para os meus botões: que o normal seria dizer "portugas" e não "portugueses", tal como nós portugueses dizemos muitas vezes "brasucas" em vez de brasileiros, mas por certo a Aide optou pelo que se costuma dizer "politicamente correto", não vá estar entre a malta alguém que não gostasse do termo sem saber muito bem porquê, tal como eu, sendo portuga, não sei como há quem não goste de anedotas sobre portugas quando há tantas para se retribuir aos brasucas porque, está cientificamente provado, rir é mesmo o melhor remédio, mas enfim...


Com Aide Queiroz em terra, quero dizer fora do palco e junto com o pessoal, o samba foi de arrasar. E só foi pena eu estar na ingrata mas necessária missão de filmar para poder mostrar que não exagero no que agora deixo escrito, que eu próprio entraria naquele embalo dando um "samba no pé" à maneira. Mas para o ano não pode falhar. Alguém vai ter que fazer a videoreportagem por mim pois agora o que eu quero é sambar. Ora, pois!

Nota mais para as placas colocadas nos troncos das árvores com os Estados do Brasil e respetivas distâncias entre a cidade do Porto, onde mais uma vez se prova que até mesmo as pequenas coisas dão nas vistas.


E por falar em pequenas coisas que dão nas vistas, uma delas andava pelo Jardim da Cordoaria de mão em mão e até eu larguei a minha máquina fotográfica para pegar na coisa e deixar-me fotografar com ela ao menos por uma vez. Refiro-me à arte da moldura sem fundo a servir de cenário fotográfico do evento, para mais tarde recordar.

Acho que vai ter que acontecer o "51.º Bate-papo entre Roberto Carlos e eu" para dizer ao cara: "Ó Roberto, estive nas comemorações do Dia do Brasil na minha cidade do Porto e foi muito fixe, pá! Só faltavas lá tu, carago!".

Parabéns à organização e a todos que a apoiaram.

Armindo Guimarães

Sobre o autor

Armindo Guimarães - Doutorado em Robertologia Aplicada e Ciências Afins e Escriva das coisas da Vida e da Alma. Administrador, Editor e Redator do Portal Splish Splash e do site oficial da Confraria Cultural Brasil-Portugal. Leia Mais sobre o autor...

6 comentários:

  1. Nobre colega Armindo,

    Sensacionaaaaaal! Que bonito ver as cores verde amarelo colorindo esse pedacinho de Portugal, além da música levando alegria e fazendo as pessoas a mexer o corpo em movimentos sensuais. Surpreendeu o nosso cinegrafista em momento algum tremeu a câmara, apesar da música estimular o balanço do corpo. Seguiu a regra de que não se brinca enquanto trabalha. Ficou sempre atento nos pequenos detalhes, como as placas indicativas dos estados brasileiros e as respectivas distâncias entre os dois países.

    Foi uma linda manhã de sol, onde se comemorou essa data tão importante para nós brasileiros. Você teve a oportunidade de sentir o calor brasileiro por dentro e por fora, pois experimentou a nossa tradicional caipirinha.
    Parabéns Armindo por nos trazer um pouquinho do Brasil na cidade do Porto. Foi bonito ver você dentro do Brasil no registro do quadro. Uma prova do seu amor por nossa terra. Da próxima vez queremos ver você sambando também.

    Um forte abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado pelas palavras, amigo Marley. Esqueci-me de dizer que nos stands era fixe ouvir uns a falar brasuca e outros portuga. Grande abraço.

      Eliminar
  2. Oi maninho, também gostei muito do que vi.
    Parabéns aos organizadores do evento onde tudo foi bem organizado.
    Obrigada a você por nos mostrar essa maravilha, num vídeo e texto bem explicadinho.
    Gostei muito da foto do quadro sem fundo, onde aliás o fundo é muito bonito...
    Te amo!
    Beijinho.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá, ma ninha linda. Obrigado. Gostei de saber que gostaste do fundo da foto do quadro. eheheheh Te amo! Beijinho.

      Eliminar
  3. Que sensacional, já que o querido menino Armindo não veio ao Brasil, o Brasil foi até o Menino, como mostra a linda foto e levou a tradicional "caipirinha" e o "samba".
    Parabéns e obrigada Armindo, pois através do belo texto e maravilhoso vídeo, me senti presente nesse evento.
    Beijinhos!

    ResponderEliminar
  4. Olá, menina Albinha! Obrigado pelo comentário. Parece que para o ano vai haver caipirinhas gaúchas. eheheheh Beijinho.

    ResponderEliminar

MÚSICA LUSÓFONA

OS NOSSOS REDATORES PERMANENTES

OS NOSSOS REDATORES PERMANENTES - Clique para ver o perfil