ROBERTOLOGIA EM DESTAQUE

8/14/2019

MEC, reitores e políticos discutem Educação em congresso da Jeduca


A deputada federal Tabata Amaral (PDT-SP) participa de debate sobre pautas do Congresso Nacional; jornalistas do setor mediam conversas

São Paulo, agosto de 2019 - O  secretário de Ensino Superior do MEC (Ministério da Educação), Arnaldo Lima, confirmou presença no 3º Congresso Internacional de Jornalismo de Educação da Jeduca.  No dia 19, o representante do governo Jair Bolsonaro (PSL) divide o palco com Denise Pires de Carvalho, reitora da UFRJ (Universidade Federal do Rio de Janeiro), Vahan Agopyan e Flavia Calé, presidente da ANPG (Associação Nacional de pós-Graduandos). 

Cortes no orçamento de universidades e declarações polêmicas do governo federal marcaram o primeiro semestre. Na última semana, o MEC anunciou o “Future-se”, programa que pretende aumentar a participação da iniciativa privada em instituições federais de todo o país. A medicação será de Mônica Weinberg, jornalista da revista VEJA.  

O congresso da Jeduca será realizado nos dias 19 e 20 de agosto, no Colégio Rio Branco, em São Paulo. Os interessados em acompanhar os painéis podem conhecer a programação e se inscrever pelo link: congresso.jeduca.org.br. 

Em outra mesa, quatro parlamentares de partidos diferentes e perfis distintos vão discutir a visão novo Congresso sobre educação. A deputada federal Tabata Amaral (PDT-SP), que já entrou em embates tanto com o ex-ministro da Educação Ricardo Vélez Rodrigues quanto com o atual, Abranham Weintraub, já está confirmada. 

Além da paulistana, estará presente Caroline de Toni (PSL-SC), ex-líder do MBL (Movimento Brasil Livre) de Santa Catarina. Ela defende que Paulo Freire deixe de ser o patrono da Educação brasileira. Também participam os deputados Pedro Cunha Lima (PSDB-SP), presidente da Comissão de Educação da Câmara dos Deputados, e Rosa Neide (PT-MT), também integrante da Comissão. A mediação será do repórter Paulo Saldaña, da Folha de S. Paulo.

"A Jeduca tem como missão ampliar e qualificar o debate sobre educação, através do jornalismo de qualidade. O debate com diferentes atores do cenário educacional é condizente com nossos valores de independência e pluralidade. Há pautas relevantes sendo discutidas no Congresso Nacional, caso do Fundeb, que precisam de mais atenção da sociedade", afirma Antonio Gois, presidente da Jeduca.  

Mais política

No segundo dia de evento, um papo sobre a atual tumultuada cobertura do Ministério da Educação no governo Bolsonaro terá a mediação da repórter especial e colunista do Estadão, Renata Cafardo, também diretora da Jeduca. Participam da conversa a comentarista da GloboNews e colunista do Estadão, Eliane Cantanhêde, e os repórteres Caio Junqueira, da revista Crusoé, e Hugo Passarelli, do jornal Valor Econômico. 

SERVIÇO
O que: 3º Congresso Internacional de Jornalismo de Educação 
Como: Inscrições no congresso.jeduca.org.br - Valores: estudantes de jornalismo R$20,00; associados Jeduca R$ 40; jornalistas não associados, assessores de comunicação, educadores e outros R$80,00
Quando: Nos dias 19 e 20 de agosto, das 9h às 18h30
Onde: No Colégio Rio Branco, em São Paulo (SP)
* O local do evento conta com rampas de acesso e elevadores. As sessões realizadas no auditório terão tradução em Libras.

Sobre a Jeduca
A Jeduca é uma associação criada por jornalistas que cobrem educação, para apoiar colegas que trabalham com o tema. A organização também produz materiais que auxiliam os jornalistas na cobertura dos diversos temas dentro da área como guias, reportagens e bastidores das apurações. A entidade ainda oferece uma rede com os jornalistas de educação, para troca de ideias e de informações, e cursos de formação para profissionais já em atividade e para estudantes de jornalismo.
Rosemeire Barbosa- Estúdio Azul

Sobre a autora

Rosemeire Barbosa- Estúdio Azul - Natural e residente na cidade de Piracicaba, interior de São Paulo, formada em Magistério pela E.E.S.G. “Sud Mennucci” com habilitação para exercer a profissão de professora em 1996. Aprovada no Concurso Público de prova e Títulos para provimento de emprego de Professor do Ensino Fundamental em 14 de janeiro de 1999. Em 1 de fevereiro de 2001, foi contratada pela Prefeitura Municipal de Piracicaba, na pasta da Secretaria da Educação com habilitação para alunos do 1º ao 5º ano. Leia Mais sobre a autora...

Sem comentários:

Enviar um comentário

GALERIA DA LUSOFONIA

OS NOSSOS REDATORES PERMANENTES

OS NOSSOS REDATORES PERMANENTES - Clique para ver o perfil