ROBERTOLOGIA EM DESTAQUE

8/22/2019

Claudia Jaguaribe expõe em Bruxelas


A artista brasileira Claudia Jaguaribe, em Belo Horizonte representada pela Galeria Celma Albuquerque, vai expor suas obras em uma das galerias mais importantes da Europa, a Hangar em Bruxelas.

A partir do dia 06 de setembro até o dia 26 de outubro, ela fica em cartaz ao lado de outro brasileiro, Oscar Oiwa. “O processo criativo da Cláudia é muito instigante. É uma artista que está sempre viajando pelo mundo e traduzindo essa experiência através da fotografia. Seu olhar muito aguçado permite criar associações entre lugares, fatos e personagens de modo muito peculiar. Essa profusão de imagens acaba criando uma espécie de universo em paralelo; uma outra realidade muito convincente que surpreende o espectador pela sua potência imagética” conta Flavia Albuquerque, diretora da galeria Celma Albuquerque.

“Em muitas obras da Cláudia podemos ver a imagem fotográfica se relacionando com o espaço onde ela está instalada, o que cria uma relação muito coerente entre as fotografias/objetos, as imagens e o ambiente. No ano passado, o trabalho instalado na Casa de Vidro, da Lina Bo Bardi, em São Paulo, traduz bem o que estou falando aqui. Nessa exposição, o espaço da casa, os jardins e as obras se integraram de modo surpreendente, criando um corpo único que resignificava os espaços interno e externo do museu”, completa.

Sobre a exposição

A galeria Hangar convidou dois brasileiros com expressões e sensibilidades radicalmente diferentes. Entretanto, a força da conexão ao país de origem é o que os une.

Claudia Jaguaribe, fotografa, explora diferentes facetas e antagonismos brasileiros com um olhar contemporâneo e de perspectiva realista. Oscar Oiwa, multi influenciado pelo Brasil, Japão e Estados Unidos, usa a pintura e o desenho para nos fazer viajar num mundo onde natureza e civilização estão conectados.

Graça ao talento combinado dos dois artistas, a galeria Hangar poderá oferecer aos visitantes uma perspectiva particular em paisagens, real ou imaginárias.

“The Nature of things” – Claudia Jaguaribe

Uma instalação que questiona o poder da natureza sobre sua destruição, inerente ao progresso econômico. O conceito da mostra nasceu da vontade do mostrar um entendimento visual dos extremos brasileiros, natural e urbano.

O Brasil passou por desastres ambientais promovidos pelo homem, incluindo aí o crescimento desordenado das grandes cidades. As tensões e consequências dessa situação especifica tem despertado o interesse de Claudia por um bom tempo e é tema de pesquisas de onde vieram varias fotografias expostas na Hangar.

Explorando os temas de paisagem urbana e problemas ambientas, Claudia Jaguaribe cria diferentes camadas de entendimento e narrativa. As primeiras imagens são de 2009 e as últimas deste ano.


Sobre Claudia Jaguaribe
Claudia Jaguaribe é carioca, mora e trabalha entre São Paulo e o Rio de Janeiro. É formada em história da arte, artes plásticas e fotografia, pela Boston University, EUA. Desenvolve um trabalho voltado para a questão da paisagem urbana, do meio ambiente, e principalmente questões voltadas para a representação do real enquanto um registro conceitual. Ao misturar realidade e subjetividade, estimula a percepção que temos do que estamos vendo criando camadas de entendimentos e narrativas. A materialidade de suas obras questiona a própria natureza da fotografia. Expande os formatos tradicionais da fotografia, transforma imagens em fotoesculturas, integrar e utiliza o video e a internet em suas instalações. Sua produção desde o início foi ligada a pesquisa editorial. Muitas de suas séries encontram a sua expressão final em formato de livro. Tem 13 livros publicados e reconhecidos pela singularidade da integração fotográfica e projeto gráfico. Em 2013 co-fundou a editora de fotolivros Editora Madalena. Seus trabalhos estão em diversos museus e coleções brasileiras e internacionais tais como Museu de Arte Moderna – São Paulo, Inhotim – Instituto de Arte Contemporâneo – Brumadinho, Itaú Cultural, Instituto Moreira Salles – Rio de Janeiro, Victoria and Albert Museum, Maison Européene de la Photographie – Paris, Instituto Ítalo Latino Americano – Roma entre outros.
Alba Maria Fraga Bittencourt

Sobre a autora

Alba Bittencourt - Doutorada em Robertologia Aplicada e Ciências Afins. Redatora do Portal Splish Splash e Administradora/Redatora do site oficial da Confraria Cultural Brasil-Portugal. Leia Mais sobre a autora...

Sem comentários:

Enviar um comentário

COPIE O SEU EMOTICON E COLE NOS COMENTÁRIOS


👍😀😁😄😇😉😊😋😌😍😎😏😐😕😘😛😞😤😥😧😩😭😮😰😴🐞🐢👄💗💙👻👽🎃🎄🎅🎂🍺🍻🍹🍷

VARIAÇÕES EM A DISTÂNCIA (PARTE 2 DE 2)

OS NOSSOS REDATORES PERMANENTES

OS NOSSOS REDATORES PERMANENTES - Clique para ver o perfil