ROBERTOLOGIA EM DESTAQUE

7/13/2019

Cantor e compositor mineiro comemora 70 anos, lançando novo disco em única apresentação

Nelson Angelo/Monica Botkay 
Nelson Angelo apresenta Vitral do Tempo no Espaço Do Ar

O Espaço Do Ar recebe a celebração dos 70 anos de Nelson Angelo, um dos mais importantes compositores mineiros. A única apresentação, no dia 19 de julho, sexta-feira, às 20h, mostrará parte do repertório do seu novo disco, “Vitral do Tempo”, além das clássicas “Tiro Cruzado”, “Canoa Canoa”, “Reis e Rainhas do Maracatu”, “Fazenda”, entre outras. No palco, o power trio formado por Esdra Neném Ferreira (bateria) e Enéias Xavier (Baixo), Nelson Angelo (violão) e participação de Eugênio de Castro, cantor e compositor mineiro proprietário a QUAE Distribuidora de Música, lançando seu single, intitulado “Caminhar”, e da cantora Camila de Ávila, interpretando com o artista a canção “Um a zero”, de Pixinguinha e Benedito Lacerda, com letra de Nelson. Os ingressos custam R$ 15, antecipado, e R$ 20, na hora do evento. Classificação: livre.

Foram dez anos para as canções do CD "Vitral do Tempo" serem gravadas. O trabalho está nas plataformas digitais desde o dia 15 de junho, aniversário do artista, por meio da QUAE Distribuidora de Música. São de diferentes estilos e sem nenhuma unidade sonora, a não ser o fio do tempo que se prolongou de 2009 até 2019, quando o disco foi editado, mixado e masterizado. O álbum possui oito faixas sendo quatro de Nelson e as outras em parceria com Cacaso (1944- 1987), na regravação da canção “Quando eu vi o mar”, com João Evangelista Rodrigues, na canção “Mrs. Blues”, e a primeira música com letra de Frei Beto, “Negritude”, mesmo título do texto publicado pelo jornalista e frade dominicano em 2004. Em entrevista para o jornal O Tempo, o artista contou que “essa música simboliza o envolvimento do Brasil com a África, no sentido de reconhecer a beleza da convivência. A negritude é uma coisa ampla, não tem a ver só com cor de pele. Principalmente para a gente, de Minas Gerais, ela está no âmago do nosso ser”, explica.

Nelson Angelo é um dos mais importantes nomes da música nacional. Estudou violão com os professores Raul Marinuzzi e José Martins. Ainda em Belo Horizonte conheceu Milton Nascimento, Marcio e Marilton Borges, Marcio José, Fernando Brant, Toninho Horta e Helvius Vilela. Iniciou sua carreira em casas noturnas, teatros e televisão, tornando-se músico profissional em 1966. No mesmo ano, mudou-se para o Rio de Janeiro onde conheceu Dorival Caymmy, Tom Jobim, Vinícius de Moraes, Luiz Eça, Edu Lobo, Marcos e Paulo Sérgio Valle, Rui Guerra e Ronaldo Bastos.  

Deu aulas de violão, tocou na noite e gravou com artistas brasileiros e estrangeiros como Sarah Vaughan, Björk Telly Savalas, Egberto Gismonti, Gonzalo Rubalcaba e John McLaughlin. Depois de um tempo, quando as diferenças de idade não mais eram determinantes para as companhias, Nelson se aproximou de Lô Borges. Importante ressaltar que o último disco de inéditas de Lô, lançado em maio de 2019, intitulado “Rio da Lua”, todas as faixas são poemas de Nelson musicados por Lô. No processo de criação de “Rio da Lua”, ao longo de 2018, Lô recebia os textos enviados por Nelson, por meio de mensagens digitais, e prontamente, ao violão, concebia as canções.

O artista integrou o movimento musical mineiro Clube da Esquina e fez parte do Quarteto Livre, Clube do Samba, Conjunto Luiz Eça e a Sagrada Família, A Tribo e Turma do Funil. Atuou como músico, compositor, cantor, arranjador e produtor. Hoje, Nelson é um artista independente que faz shows por todo o Brasil e em países das Américas do Sul, Central e do Norte e na da Europa como França, Inglaterra, Bélgica, Portugal, Espanha, Áustria, Dinamarca e Noruega.

SERVIÇO:
Nelson Angelo – Vitral do tempo
Data: 19 de julho, sexta-feira
Horário: 20h
Local: Espaço Do Ar (rua Amoro Costa, 32. Santa Lúcia)
Classificação: livre

Sobre a Do Ar

A DO AR é um espaço de múltiplas experiências. O principal objetivo da casa é proporcionar ao público vivências únicas, individuais e coletivas. Café, coworking, restaurante, casa de show, bar, espaço para arte e design e muito mais. Todas essas vertentes se encontram e conversam num ambiente agradável, elaborado por Éolo Maia, importante nome da arquitetura pós-moderna.

No cardápio, produtos locais são protagonistas desde os pratos até os drinks e vinhos, passando pelos chopes especiais. Na casa, mirante com pufes, rede para descanso, salão para shows, jardim e bar. Diversidade, multiplicidade e plasticidade.
Carmen Augusta

Sobre a autora

Carmen Augusta - Administradora e Redatora do Portal Splish Splash. Redatora do site oficial da Confraria Cultural Brasil-Portugal. Leia Mais sobre a autora...

Sem comentários:

Enviar um comentário

OS NOSSOS REDATORES PERMANENTES

OS NOSSOS REDATORES PERMANENTES - Clique para ver o perfil