ROBERTOLOGIA EM DESTAQUE

7/08/2019

Ansiedade X processo seletivo- por psicóloga Ellen Moraes Senra


Por: Ellen Moraes Senra* 

A ansiedade, assim como outras emoções, possui uma função protetiva do nosso organismo. Ela faz parte da gente desde sempre, do choro do bebê faminto exigindo ser atendido, até o momento de aguardar ansiosamente um telefonema ou uma vaga de emprego. Caso alguém esteja participando de um processo seletivo, a ansiedade pode se tornar um obstáculo ou ajudar a conquistar a tão sonhada colocação.  

Quando algo pode atrapalhar tantas áreas da nossa vida, não é de se admirar que quando estamos sendo postos à prova, essa emoção se intensifica e toma conta do nosso controle emocional, extinguindo-o quando mais necessitamos dele. É isso o que ocorre com muitas pessoas no momento de arrumar uma vaga de emprego, fazendo com que a pessoa não tenha um bom desempenho durante o processo seletivo ou até mesmo fique impedida de sair de casa.  

Alguns dos momentos que geram mais ansiedade são aqueles em que o candidato precisa fazer contato direto com alguém que o avalie, normalmente um gestor de RH. Ao perceber que esse pode ser o momento do ‘é tudo ou nada’, ou seja, quando o candidato percebe que o seu desempenho, mais até do que o seu conhecimento, irá determinar se passa ou não para a próxima fase do processo seletivo. É comum que durante as dinâmicas de grupos, o indivíduo fique demasiadamente preocupado com a forma com a qual os concorrentes estão desenvolvendo as atividades propostas e acabe perdendo o foco na sua própria forma de resolver a mesma atividade, prejudicando-o e até mesmo fazendo com que o mesmo seja eliminado nessa fase do processo.  

Já na etapa final, a ansiedade pode atrapalhar desde o momento da escolha de vestimenta adequada até a escolha das palavras que utilizará durante a entrevista, visto que a vestimenta e a linguagem adequadas podem ser determinantes no momento da escolha de um colaborador. Além disso podem ter situações em que o candidato passe mal como uma manifestação psicossomática da ansiedade, o efeito em cada indivíduo pode variar, mas há como saber se é uma manifestação da ansiedade ou um mal-estar eventual através da avaliação das situações que antecedem os sintomas. 

Porém, a ansiedade pode demonstrar o quanto o indivíduo deseja aquela oportunidade, o que pode promover o impulso para que o indivíduo se prepare melhor, pois se o mesmo está ansioso provavelmente é por conta de seu desejo. Logo, quanto maior a vontade de passar no processo seletivo, mais nervoso se fica. Para lidar com isso, pode-se procurar estudar a empresa, conhecer mais sobre a vaga, preparar-se mais e, inclusive, buscar técnicas de relaxamento para lidar com a ansiedade do momento.

Soluções mágicas para acabar com a ansiedade não existem, mas algumas técnicas podem, sim, ajudar nos momentos de nervoso intenso. Como, por exemplo, as técnicas de respiração controlada provenientes da Yoga, técnicas de mindfulness ou atenção plena e até mesmo a prática de meditação. Todas são técnicas muito úteis e que podem ser aprendidas superficialmente através de vídeos disponíveis na internet ou da leitura de material específico.  

Porém, caso da ansiedade for de fato patológico, as técnicas não serão eficazes. Afinal, nada substitui um tratamento adequado com psicoterapia e, em alguns casos, acompanhamento psiquiátrico. Na dúvida, informe-se com um profissional.

*Ellen Moraes Senra
Psicóloga e Especialista em Terapia Cognitivo Comportamental
CRP 05/42764
Psicóloga atuando na área clínica através da abordagem cognitivo comportamental. Formada pelo Centro Universitário Celso Lisboa. Com curso de formação em Terapia Cognitiva Comportamental (TCC ) no Instituto Brasileiro De Hipnose, Educação e Psicologia (IBH). Atendimento individual a crianças, adolescentes e adultos
Alba Maria Fraga Bittencourt

Sobre a autora

Alba Bittencourt - Doutorada em Robertologia Aplicada e Ciências Afins. Redatora do Portal Splish Splash e Administradora/Redatora do site oficial da Confraria Cultural Brasil-Portugal. Leia Mais sobre a autora...

Sem comentários:

Enviar um comentário

OS NOSSOS REDATORES PERMANENTES

OS NOSSOS REDATORES PERMANENTES - Clique para ver o perfil