ROBERTOLOGIA EM DESTAQUE

5/01/2019

Índice brasileiro de mães adolescentes está acima da média latino-americana e mundial


Especialistas falam sobre a importância do Planejamento familiar para reverter este quadro

São Paulo, Abril de 2019 – De acordo com dados divulgados pela Organização Mundial da Saúde em 2018, o Brasil tem 68,4 bebês nascidos de mães adolescentes a cada mil meninas de 15 a 19 anos. O índice brasileiro está acima da média latino-americana, estimada em 65,5. No mundo, a média é de 46 nascimentos a cada mil.

Para muitos especialistas, a resposta para este problema, entre outros fatores, está numa importante ferramenta conhecida como Planejamento Familiar. É por meio dele que os casais obtêm informações corretas que irão auxilia-los a tomarem decisões mais claras e com menor impacto no futuro.

“Muitos confundem planejamento familiar como uma simples questão para quem não quer ter filhos naquele momento. Muito mais do que simplesmente evitar uma gravidez indesejada, é um conjunto de ações que auxiliam a planejar a gravidez, oferecendo cuidados antes, durante e até mesmo depois da gestação”, revela a Dra. Fernanda de Oliveira Ramos, ginecologista e obstetra do Grupo NotreDame Intermédica. “Este planejamento engloba uma série de aspectos importantes para a sociedade, como a prevenção de DSTs e AIDS, planejamento psicológico e financeiro, controle de doenças, dieta equilibrada, perda de peso e até mesmo questões envolvendo aborto, abandono, adoção e conflitos familiares”, esclarece.

No caso específico de uma gravidez precoce, segundo Dra. Fernanda, são diversos os impactos negativos a serem considerados, começando pela imaturidade psicológica. “Além de um pré-natal tardio, ela prejudica também a formação educacional e profissional, sem falar dos fatores psicológicos e do próprio corpo da mulher, como problemas com hipertensão, diabetes e parto prematuro”, exemplifica.

Adriana Dantas Jordão, psicóloga do GNDI, lembra que o aspecto emocional é algo fundamental em todo o processo. “É por isso que a estrutura familiar é tão importante. Hoje, parece que tudo acontece cada vez mais cedo e de maneira muitas vezes precoce, o que traz complicações. Mas não podemos nos enganar. Independentemente da idade, uma gravidez sem planejamento pode impactar de forma bastante negativa a vida do casal e até mesmo de seus familiares”, pondera.

Dicas para os casais que pretendem engravidar
Aparentemente, nove meses pode parecer tempo suficiente para um casal se planejar, pensar nos detalhes e se sentir preparado para a chegada de um filho. Porém, nem sempre é assim.

O Preparo financeiro: é preciso considerar, quando se decide ter um filho, que equilíbrio profissional e financeiro, emocional e racional devem estar em harmonia.

Ajuste a sua casa: quanto ao espaço físico, é recomendado pensar se há lugar na casa para um bebê e se a região em que reside é legal para criar um filho. Caso não seja, este é o momento para pensar em uma possível reforma ou mudança de casa.

Saúde em Pauta
Estes cuidados e orientações foram apresentados em 22 de abril no encontro “Saúde em Pauta” – promovido mensalmente pelo Grupo NotreDame Intermédica em suas Unidades de Medicina Preventiva – QualiVida. O tema deste mês foi “Planejamento Familiar”. Nestas oportunidades, beneficiários e convidados participam de palestras e debates com especialistas de diferentes áreas.

Compartilhando e incentivando hábitos saudáveis
O Grupo NotreDame Intermédica mantém em seu canal no YouTube diversos vídeos com dicas e orientações valiosas que visam melhorar a qualidade de vida e auxiliar na prevenção de riscos e doenças da população em geral, além de campanhas e vídeos institucionais. O canal pode ser acessado clicando no link abaixo:
Rosemeire Barbosa- Estúdio Azul

Sobre a autora

Rosemeire Barbosa- Estúdio Azul - Natural e residente na cidade de Piracicaba, interior de São Paulo, formada em Magistério pela E.E.S.G. “Sud Mennucci” com habilitação para exercer a profissão de professora em 1996. Aprovada no Concurso Público de prova e Títulos para provimento de emprego de Professor do Ensino Fundamental em 14 de janeiro de 1999. Em 1 de fevereiro de 2001, foi contratada pela Prefeitura Municipal de Piracicaba, na pasta da Secretaria da Educação com habilitação para alunos do 1º ao 5º ano. Leia Mais sobre a autora...

Sem comentários:

Enviar um comentário

TANGOS ROBERTOCARLISTICOS

OS NOSSOS REDATORES PERMANENTES

OS NOSSOS REDATORES PERMANENTES - Clique para ver o perfil