ROBERTOLOGIA EM DESTAQUE

12/10/2018

Chegou dezembro, mês de aniversário da Tia Maria do Jongo!

Crédito da foto: Rui Zilnet 
Matriarca da Serrinha terá sua vida contada nos palcos, em três dias de dezembro e um de janeiro; em quatro apresentações gratuitas

Em 30 de dezembro deste ano, a maior referência viva da comunidade da Serrinha, do Império Serrano e do grupo musical, que criou a Casa do Jongo, Tia Maria, fará 98 anos.  As celebrações já terão inicio no dia 8/12, com apresentações do espetáculo escrito em homenagem a ela.

“Tivemos um fim de 2017 e um início de 2018 muito complicado, lá na Casa do Jongo. Desde então não saiu da  minha cabeça que Tia Maria é o nosso maior ícone, com uma história incrível e que merecia estar nos palcos. A partir daí, veio a inspiração de escrever o espetáculo Tia Maria, Rainha do Jongo, e assim celebrar sua vida e história neste ano de 2018”, explica Lazir Sinval, atual coordenadora artística do Jongo da Serrinha e sobrinha neta de Tia Maria.

Em setembro, a peça ganhou o edital do Prêmio Funarte de Teatro Tônia Carrero, sendo então laureada com quatro apresentações em arenas, três delas ainda este mês, aqui na cidade do Rio de Janeiro, e uma no município de Rio das Ostras. O espetáculo tem como atriz principal Ana Cê, e o grupo musical também participa efetivamente da apresentação, com muitos cânticos e dança do ritmo.

Assim como no Jongo, a construção da peça foi feita com muita união da equipe. O figurino, desenhado por Rui Cortez, diretor de arte do espetáculo, e estampado por Luana Ferreira, é algo a se destacar. Bege, com desenhos de fotos históricas do acervo da Tia Maria em suas barras, as roupas trazem ancestralidade e luz ao mesmo tempo. 

 “Eu agradeço a Deus e a todos pelo que estão fazendo por mim. É uma alegria muito grande as pessoas verem o que eu faço pelo Jongo e principalmente pelas crianças. Meu desejo é que esse trabalho nunca acabe”, fala a mestra maior da Serrinha e única fundadora viva da escola de samba  Império Serrano.
      
As apresentações
Com classificação livre e entrada gratuita, durante este mês de dezembro, elas vão ocupar três arenas da cidade, com início do espetáculo às 19 horas.  Em janeiro de 2019, a peça viaja para Rio das Ostras.  Além dos eventos nas areninhas, dia 16/12, às 15h, tem o Projeto Criolice de Portas Abertas, no Parque Madureira – Arena Fernando Torres.

08/12: Arena Carioca Hermeto Pascoal
Praça Primeiro de Maio, s/n - Bangu, Rio de Janeiro - RJ

12/12: Arena Carioca Renato Russo
Parque Poeta Manuel Bandeira, S/N - Cocotá, Ilha do Governador

14 /12: Arena Carioca Dicró
R. Flora Lôbo, 184 - Penha Circular

26/01: Teatro Popular de Rio das Ostras
Av. Amazonas s/nº, 2º piso, - Centro, Rio das Ostras

FICHA TÉCNICA:
*Idealização - Jongo da Serrinha
*Direção de Arte - Rui Cortez
*Direção Musical – Adriano Furtado
*Concepção e Pesquisa De Repertório - Lazir Sinval
*Pesquisa de Texto - Carla Dias (Escola de Belas Artes- Ufrj)
*Design Gráfico e Fotografia - Alcinoo Giandinoto
*Desenho de Luz - Dani Sanches e Jocacy Araújo
* Coordenador de Produção - Marcelo de Brito
*Visagista - Karen Rodrigues
*Figurino - Rui Cortez
*Produção de Figurino: Bárbara Oyá, Gil Alves, Carolina Aranha E Luana Ferreira
*Registro Fotográfico - Rui Zilnet

ELENCO:
Atriz - Ana Cê
Músicos: Tia Maria do Jongo, Deli Monteiro, Lazir Sinval, Luiza Marmello, Adriano Furtado, Rafael Nogueira, Anderson Vilmar, Dilmar José, Vinícius Bastos e Alan Gonzaga.
Dançarinos: Eliane Torres, Suellen Tavares, Suzana Tavares, Andrea França, Karen Rodrigues, Valéria Barros, Aline Oliveira, Ivo Mendes, Custódio Rodrigues, Marquinhos de Minas, Luiz Paulo, Gerson Leal, Brayon Mattos e Renato Mendonça.


Sem comentários:

Enviar um comentário