ROBERTOLOGIA EM DESTAQUE

13 de novembro de 2018

TV Brasil ganha prêmio Patrícia Acioli de Direitos Humanos

Caminhos da Reportagem - Prêmio Patrícia Acioli

Caminhos da Reportagem ganha Prêmio Patrícia Acioli

A TV Brasil ganhou o prêmio Patrícia Acioli de Direitos Humanos na categoria reportagens jornalísticas. A reportagem “Vidas em Trânsito” tratou dos venezuelanos que chegam em São Paulo fugindo da fome e foi ao ar no programa Caminhos da Reportagem no dia 17 de maio deste ano. 

Concedido pela Associação dos Magistrados do Estado do Rio de Janeiro (Amerj), o prêmio Patrícia Acioli foi recebido pela repórter Aline Beckstein,  que representou a equipe do programa Caminhos da Reportagem. A cerimônia de entrega do prêmio, no valor de R$ 15 mil, foi no Tribunal Pleno do Tribunal de Justiça-RJ, na noite de segunda-feira (dia 12 de novembro). A premiação contou com a participação do presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Dias Toffoli.

Criado em 2012, o Prêmio Amaerj Patrícia Acioli de Direitos Humanos celebra a memória da juíza, da 4ª Vara Criminal de São Gonçalo, morta em 2011, em Niterói, por policiais militares. A reportagem “Vidas em Trânsito” concorreu com matérias dos jornais O Globo e Jornal do Commercio (PE), da Record TV e da revista Veja.

Caminhos da Reportagem - Prêmio Patrícia Acioli-repórter Aline Beckstein

Na cerimônia de premiação, a repórter Aline Beckstein disse que a conquista do prêmio reforça a importância da comunicação pública no país. “A juíza Patrícia Acioli foi uma mulher muito corajosa e inspira muito todo mundo. Esse prêmio é uma conquista não só da minha equipe, que trabalha no Caminhos da Reportagem em São Paulo, mas de toda a TV Brasil e da comunicação pública. Esse prêmio realmente demonstra a importância da comunicação pública para o país”, afirmou Aline.

A jornalista pediu ainda uma reflexão sobre o tema dos refugiados em tempos de tensão. “Que a gente possa lembrar não da boca para fora, mas com o coração mesmo, de que realmente, o Brasil é um país formado de imigrantes e cada um de nós tem na sua história, avós, bisavós que vieram de fora do Brasil e em algum momento precisaram da nossa ajuda. Óbvio que todo mundo sabe disso, mas até que ponto a gente sabe no coração e sente isso?”

A reportagem premiada foi de Bianca Vasconcellos, de Priscila Kerch e de Aline Beckstein e Paula Abritta. As duas últimas foram responsáveis também pela produção junto com Thaís Rosa e Henrique Cruz (estagiário). 

As imagens foram de Alexandre Nascimento, Cadu Pinotti, Gilmar Vaz, João Marcos Barboza e Pedro Gomes, com auxílio técnico de Caio Araújo, Daniel Teixeira, Eduardo Domingues, Maurício Aurélio e Rafael Carvalho. A edição de imagens e finalização coube a Maikon Matuyama e Rodger Kenzo e apoio de Karina Scarpa. O roteiro e a direção foi de Bianca Vasconcellos.

A reportagem vencedora acompanhou as famílias venezuelanas no trajeto do avião da Força Aérea Brasileira (FAB) de Roraima a São Paulo, mostrando a vida de quem veio para o país em busca de uma vida melhor.
Alba Maria Fraga Bittencourt

Sobre a autora

Alba Bittencourt - Doutorada em Robertologia Aplicada e Ciências Afins. Redatora do Portal Splish Splash e Administradora/Redatora do site oficial da Confraria Cultural Brasil-Portugal. Leia Mais sobre a autora...

Sem comentários:

Enviar um comentário

OS NOSSOS REDATORES PERMANENTES

OS NOSSOS REDATORES PERMANENTES
clique na imagem para ver os perfis