ROBERTOLOGIA EM DESTAQUE

9 de novembro de 2018

Escrita na veia - As tricas entre verdes e encarnados


Sempre gostei nas habituais cavaqueiras do café (hoje já pouco usuais) de presenciar discussões entre amigos de fações clubísticas opostas, sobretudo quando se tratava das cores verdes e encarnadas. Os dos Açores os de Portugal Continental e por aí em diante... Esses encontros foram-se perdendo pelo tempo fora por diversos fatores. Porém, com o surgimento das redes sociais, nomeadamente o facebook, voltamos a esses bons-velhos-tempos, mas aqui, e ao invés do que se passava anteriormente, com uma forma que, em muitos casos, descamba para as ofensas pessoais. De resto, até gosto de alguma ironia postada por uns e outros, citando, por exemplo, lá do Algarve o meu bom amigo Délio Saial, um “vermelhão” dos sete costados. Por outro lado, e um tanto curiosamente, quando perdem não vêm à ribalta. Na semana seguinte, se o rival é derrotado lá vêm eles eufóricos manifestar-se. 

Mas, só em parte, o facebook substituiu as antigas cavaqueiras à mesa dos cafés. Entre umas e outras, preferia voltar com a discussãozinha do futebol à mesa do café, como eram os casos do Atanásio, Chá Barrosa, Atlântico e Freitas Mariano, isto no que concerne ao burgo de Angra do Heroísmo. Tempos que já lá vão. Agora é com “armas” mais fortes no facebook. E aqui o melhor mesmo é utilizar a velha máxima dos alentejanos: “Deus queira que empatem”. Sempre...
Carlos Alberto Alves

Sobre o autor

Carlos Alberto Alves - Jornalista há mais de 50 anos com crónicas e reportagens na comunicação social desportiva e generalista. Redator do Portal Splish Splash e do site oficial da Confraria Cultural Brasil-Portugal. Colabora semanalmente no programa Rádio Face, da Rádio Ratel, dos Açores. Leia Mais sobre o autor...

Sem comentários:

Enviar um comentário

OS NOSSOS REDATORES PERMANENTES

OS NOSSOS REDATORES PERMANENTES
clique na imagem para ver os perfis