ROBERTOLOGIA EM DESTAQUE

9 de outubro de 2018

Porque no Natal, o bom mesmo era ganhar o vinil do Rei


Por: Rosemeire Barbosa
Facebook
https://www.facebook.com/rosemeire.barbosa.9

No Natal dos brasileiros, certos rituais são inevitáveis: a ceia, a distribuição de presentes e o Especial de Roberto Carlos na Rede Globo. Durante décadas, o presente de Natal mais esperado do público do cantor Roberto Carlos, era o LP lançado dias antes. Para fãs do Rei, a chegada do Natal representava ter novas canções para contemplar durante o ano todo. Com isso, a corrida às lojas de discos se tornavam um hábito da maioria dos brasileiros. Namorados, familiares e amigos, registravam em seus “presentes”, um pouco da muita emoção que sentiam ao presentear seu ente querido e demonstravam esses sentimentos através das dedicatórias que escreviam na própria capa do disco.

Garimpando o passado nos sebos

Ao idealizar o Estúdio Azul, uma das minhas práticas cotidianas era buscar materiais antigos que registrassem a carreira do Rei. Como fã, vi a necessidade de começar a garimpar na minha cidade, verdadeiros tesouros que fizeram parte do passado e trazê-los para o presente, para serem compartilhados com os outros fãs do cantor. Visitando os sebos em Piracicaba, vi diversos discos e revistas amontoadas e amareladas pelo tempo. O cheiro de mofo, não impediu de, pacientemente, garimpar todos aqueles “tesouros”. No primeiro sebo que entrei havia infinitas caixas com diferentes cantores. Nesse dia, durante horas, tive a companhia de uma amiga, Camen Faggione Novaes, no auxílio em separar os vinis que eram do Rei. Sentadas em um banquinho muito desconfortável, passamos horas organizando em uma outra caixa, os LPs afinal, facilitaria até para o dono da loja caso mais pessoas viessem à procura do mesmo material do rei. Pelas minhas contas, haviam pelo menos umas cinco centenas de vinis misturados e conseguimos organizar pelo menos duas centenas somente do rei.












Haviam muitos discos repetidos, mas como buscávamos o registro dos presentes de Natal, um a um, eram abertos e avaliados. Em um deles encontrei até o selo de qualidade do fabricante. Apesar de cansadas, o que mais fazíamos era rir o tempo todo. Minha amiga não se conformava em me ver naquela situação. Achava loucura demais. Foram pelo menos três horas ali, sob os olhares curiosos dos funcionários do sebo. Porém, a nosso contento, achamos verdadeiras relíquias, muitas dedicatórias e até poemas. E é isso que quero compartilhar com vocês, essas EMOÇÕES!!!  Estão preparados?

Como Antigamente

É tão gostoso sentir o calor do seu corpo no meu
É tão gostoso sentir o sabor de um beijo seu
Sentir os seus sentidos 
Ouvir os seus gemidos 
Delirando me implorando mais e mais 
E muito mais amor 
Entrar nesse seu mundo, lá dentro bem fundo 
Dos seus sentimentos 
Até chegar no seu coração 
Num forte momento de paixão 
E preso nos seus braços 
Voar pelos espaços, flutuar além das emoções 
Matar essa vontade 
Que acumulou saudades em nossos corações 
E como antigamente, apaixonadamente 
A seu lado descansar 
Ouvindo esse "Roberto"
Dizer como eu te quero
Te amo
É tão gostoso...

24/12/80
O.R.G

Vídeo
https://www.facebook.com/rosemeire.barbosa.9/videos/2467786529928904/
Rosemeire Barbosa Estúdio Azul

Sobre a autora

Rosemeire Barbosa Estúdio Azul - Redatora do Portal Splish Splash e do site oficial da Confraria Cultural Brasil-Portugal. Leia Mais sobre a autora...

2 comentários:

  1. Eu também esperava esse dia pra dar e receber o disco do Roberto Carlos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Que maravilha Carlos Antonio. Vc ainda tem os discos com você? Momentos MARAVILHOSOS em que o Rei Roberto Carlos fez parte de nossas vidas. Um abração!!!

      Eliminar

OS NOSSOS REDATORES PERMANENTES

OS NOSSOS REDATORES PERMANENTES
clique na imagem para ver os perfis