ROBERTOLOGIA EM DESTAQUE

10 de outubro de 2018

Faculdade Santa Marcelina recebe Festival Internacional de Artes Gráficas


O FINART, principal festival anual que reúne renomados artistas nacionais e internacionais, tem por objetivo promover a disseminação de conhecimentos sobre as artes

A Faculdade Santa Marcelina sedia o II Festival Internacional de Artes Gráficas (FINART). O evento tem como objetivo proporcionar o encontro de renomados artistas nacionais e internacionais, por meio de exposições, workshops, mesas de conversa e mostras de cinema, que trazem visibilidade para a cultura e à arte. A instituição sedia a mostra principal e algumas atividades paralelas. 

Idealizado por Carola Trimano, formada em artes plásticas pela Escuela de Bellas Artes de La Pampa e psicopedagoga pela Universidad del Salvador de Buenos Aires, o FINART nasceu de forma colaborativa entre artistas e parceiros entusiastas. “Decidimos criar um festival anual com o objetivo de reunir e proporcionar visibilidade e trocas entre a produção gráfica nacional e internacional. Com foco educativo e independente, é permeado por meio de um prisma de arte e cultura como elementos de transformação”, explica. 

“O FINART é uma oportunidade incrível de conectar alunos do curso de Artes Visuais, bem como apreciadores das artes, com renomados artistas nacionais e internacionais, promovendo o intercâmbio de conhecimentos entre eles. Como artista, é uma satisfação expor minhas obras em um Festival dessa importância. Como professor, sinto-me gratificado de poder proporcionar esta experiência aos meus alunos”, afirma Evandro Angerami, professor do curso de Artes Visuais da Faculdade Santa Marcelina e um dos principais artistas contemporâneos brasileiros que irá expor suas obras no festival. 

De acordo com Jorge Pereira, agente literário e CEO da Casa Philos, a integração de literatura e artes gráficas é algo muito interessante e desafiador. “Por isso, nossa programação no Festival quer debater a história da gravura na América Latina, os movimentos urbanos, a arte de rua, o movimento do skate, a importância das intervenções poéticas e artísticas na periferia”, diz o também produtor cultural, enfatizando que a programação será repleta de hibridismos, com cursos de formações, Cine Philos e um novo formato de comunicações orais, os dossiês.   

Confira a seguir as atividades gratuitas da programação que irão ocorrer na Faculdade Santa Marcelina, unidade Perdizes, que está situada na rua Emílio Ribas, nº 89:  

DIA 9 DE OUTUBRO (TERÇA-FEIRA)  
Curso: Territórios das palavras – coesão social, arte e literatura na América Latina 
Com Cristián Rojas Román, Guadalupe Gil Vietri, Cintia Ribas e Lucas Fonseca 
Local: Auditório 
Horário: 19h às 19h50 

Workshop: Escrevendo nas margens: Visibilidades e visualidades LGBTQ+ na literatura e nas artes 
Com Cristina Judar, Alexandre Rabelo, Diogo Luiz e Marianne Crestani 
Local: Auditório 
Horário: 20h às 20h50 

Workshop: Dossiê Paulo Klein – no lugar em que já estamos 
Com Paulo Klein 
Local: Auditório 
LOCAL: AUDITÓRIO - FASM 
Horário: 21h às 21h45  

DIA 10 DE OUTUBRO (QUARTA-FEIRA)  
Debate: Onde mais houver poesia 
Com Pam Araujo, Giulia Ramos, Lara Braga, Rennan Leta e mediação de Arthur Lungov 
Local: Auditório 
Horário: 19h às 19h50  

Debate: Narrativas em processo: novas literaturas, os clássicos e as pertinências dos mitos 
Com Flávia Bechtinger, Rafael Zveiter, Nara Tosta e Thassio Ferreira 
Local: Auditório 
Horário: 20h às 20h50  

Dossiê Carlos Cardoso – percursos estéticos da nova poesia brasileira 
Local: Auditório 
Horário: 21h às 21h45 

DIA 11 DE OUTUBRO (QUINTA-FEIRA)  
Dossiê: Cine Philos – Mostra de cinema etnográfico 
Com curadoria de Priscila Urpia 
Local: Sala Multimídia 
Horário: 18h às 19h30   

Para mais informações acesse o site www.festivalartesgraficas.com.br

Sobre a Faculdade Santa Marcelina 
A Faculdade Santa Marcelina é uma instituição mantida pela Associação Santa Marcelina – ASM, fundada em 1º de janeiro de 1915 como entidade filantrópica. Desde o início, os princípios de orientação, formação e educação da juventude foram os alicerces do trabalho das Irmãs Marcelinas. Em São Paulo, as unidades de ensino superior iniciaram seus trabalhos nos bairros de Perdizes, em 1929, e Itaquera, em 1999. Para os estudantes é oferecida toda a infraestrutura necessária para o desenvolvimento intelectual e social, formando profissionais em cursos de Graduação e Pós-Graduação (Lato Sensu). Na unidade Perdizes os cursos oferecidos são: Música, Licenciatura em Música, Artes Visuais, Licenciatura em Artes Plásticas e Moda. Já na unidade Itaquera são oferecidas graduações em Administração, Ciências Contábeis, Enfermagem, Fisioterapia, Medicina, Nutrição e Tecnologia em Radiologia. 
Alba Maria Fraga Bittencourt

Sobre a autora

Alba Bittencourt - Doutorada em Robertologia Aplicada e Ciências Afins. Redatora do Portal Splish Splash e Administradora/Redatora do site oficial da Confraria Cultural Brasil-Portugal. Leia Mais sobre a autora...

Sem comentários:

Enviar um comentário

OS NOSSOS REDATORES PERMANENTES

OS NOSSOS REDATORES PERMANENTES
clique na imagem para ver os perfis