LightBlog
>

ROBERTOLOGIA EM DESTAQUE

10/14/2018

Amistoso de Portugal - Vitória (3-1) sobre a Escócia.


Depois de uma exibição muito bem conseguida para a UEFA Liga Europa (3-2 na Polónia), Portugal, aproveitando esta DATA FIFA, agendou um amistoso com a Escócia em Glasgow. Um jogo para Fernando Santos observar outros jogadores que não foram utilizados frente à Itália e agora no confronto com a Polónia.

ESCÓCIA - PORTUGAL - Portugal com algumas ausências e, por outro lado, a entrada de jogadores que não foram titulares no esgrimir com a Polónia. Como se previa, a Escócia mais perigosa. E recorde-se que, em Glasgow, Portugal só venceu um jogo o que remonta ao ano de 1966. A seleção dos "Magriços". 

Portugal revelou um futebol lento, ao invés da Escócia que estava a ser mais objetiva em termos de velocidade. Mas pertenceu a Bruma a melhor oportunidade de golo, com a bola a ser desviada para canto por um defensor escocês. A partir dos 30 minutos, Portugal surgiu mais ofensivo, numa fase de toada equilibrada. Mas foi Éder que levou o perigo à baliza da Escócia, com Gordon a rechaçar a bola para a frente. E veio mesmo o golo de Portugal, apontado por Hélder Costa, na sua primeira internacionalização. Mais um que entrou no processo de renovação. Mas uma distração da defensiva portuguesa, a Escócia reduziu para 1-3.

À semelhança do início do jogo, também no recomeço (etapa complementar), a Escócia surgiu mais na ofensiva.Portugal reagiu sempre, mais esclarecido com as substituições operadas pelo técnico Fernando Santos. E em corolário dessa melhor disposição, Portugal chegou aos 2-0 por intermédio do regressado Éder, o "herói" da final do Europeu de 2016. Mas ainda houve tempo para mais um. Foi um golaço de Bruma. Mas uma desatenção da defensiva portuguesa, permitiu à Escócia reduzir para 1-3.


Poder-se-á dizer que uma formação totalmente diferente, Portugal chegou para as encomendas. Com esta vitória portuguesa acentuou-se a crise do futebol escocês. E,, também, para Portugal um jogo para três estreias. Renovação saudável.

Sem comentários:

Publicar um comentário

ESTIMADO LEITOR: esteja à vontade para partilhar e comentar este post em qualquer rede social, mas não esqueça de comentar aqui no próprio post. O autor agradece,

Topo