LightBlog
>

ROBERTOLOGIA EM DESTAQUE

8/17/2018

Osklen e o Instituto-e apresentam o documentário A.S.A.P. no IMS do Rio de Janeiro


Em sessão especial para convidados, filme narra a trajetória da marca durante os seus 20 anos de práticas sustentáveis

Oskar e Nazareth Metsavaht 7203 Nesta quinta-feira, 09, a Osklen e o Instituto-e apresentaram pela primeira vez o documentário sobre os principais fundamentos da história, visão e inspiração da Osklen, em exibição especial para imprensa e convidados no Instituto Moreira Salles, No Rio de Janeiro. Antes da abertura da sessão, Oskar Metsavaht comentou sobre o trabalho do Instituto-e, do qual é presidente e sobre o pionerismo da Osklen na utilização de matérias primas sustentáveis e práticas de responsabilidade social.

O filme explora o conceito A.S.A.P. | as sustainable as possible, as soon as possible | em uma discussão mais profunda dos processos, as parcerias com cooperativas, fundamentais para o ciclo de produção, e outras iniciativas da marca, todas realizadas de mãos dadas com o Instituto-e.
O documentário será exibido em São Paulo pela primeira vez na próxima quarta-feira e em seguida estará disponível ao público no canal da marca.

Sobre o Instituto-E 

O Instituto-e é uma OSCIP - Organização da Sociedade Civil de Interesse Público – que acredita que compartilhar informações é o primeiro passo para promover o desenvolvimento humano sustentável. A partir dessa concepção e do desejo de inovar, recorre a uma linguagem alternativa e multimídia para canalizar a energia da sociedade e direcioná-la para a defesa da nossa biodiversidade, do direito à informação e à educação e do patrimônio histórico e cultural do Brasil. O Instituto-e visa cumprir sua missão por meio da criação e gestão de uma rede que potencialize sinergias entre diferentes iniciativas e agentes da sociedade. institutoe.org.br

Sem comentários:

Publicar um comentário

ESTIMADO LEITOR: esteja à vontade para partilhar e comentar este post em qualquer rede social, mas não esqueça de comentar aqui no próprio post. O autor agradece,

Topo