ROBERTOLOGIA EM DESTAQUE

22 de junho de 2018

Jongo da Serrinha faz homenagem à Vovó Maria Joana com uma grande comemoração aberta ao público


O evento terá aula de jongo adulto, almoço, exibição de vídeos, contação de história e fecha com uma grande roda, celebrando os ensinamentos deixados pela matriarca jongueira

O Jongo da Serrinha está em festa! Neste sábado, 23, a partir das 10h, a sede da Organização, a já conhecida Casa do Jongo, em Madureira, estará aberta ao público para celebrar e homenagear a matriarca do Jongo, Vovó Maria Joana, que se estivesse viva completaria 116 anos, no dia 24 de junho. Mãe de santo, rezadeira, líder comunitária e uma das fundadoras da escola de samba Império Serrano, graças a sua atuação e a de sua família, o jongo transformou-se em patrimônio imaterial.

Na programação haverá uma roda de jongo adulto, registro da memória da vovó e a famosa e deliciosa feijoada (R$15,00), sempre servida nos eventos da Casa. “É muito gratificante  para nós podermos realizar esse evento e homenagear a nossa precursora. Estamos em um momento de muito trabalho e comprometimento com a nossa comunidade e os nossos patrocinadores que chegaram para que o Jongo da Serrinha desse uma respirada e conseguisse tocar os projetos. Entretanto, não podemos deixar de agradecer aos colaboradores da Benfeitoria, que foram os responsáveis por continuarmos lutando”, explica Lazir Sinval, coordenadora da Instituição.

Os projetos da Casa do Jongo atendem cerca de 400 crianças, jovens e adultos através das suas diversas oficinas de dança, capoeira, percussão, teatro, inglês entre outras. Essas atividades voltaram a funcionar a todo vapor devido ao apoio da Fundação Banco do Brasil e da Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro, Secretaria Municipal de Cultura  e da TV Globo, por meio da Lei Municipal de Incentivo à Cultura – Lei do ISS.

 “Para mantermos nossos projetos sociais vivos, é essencial que tenhamos apoio e enfatizamos que a campanha na Benfeitoria continua. Estamos abertos de terça a domingo com diversas oficinas, aulas e atividades. Para manter tudo isso, buscamos o engajamento da sociedade em geral. Estamos aqui trabalhando pela cultura, educação, memória e desenvolvimento social, que são importantes não só para a comunidade da Serrinha, mas para a cidade e o estado do Rio de Janeiro”, finaliza a coordenadora Lazir.    


Para conhecer o projeto Jongo da Serrinha e participar da campanha é só entrar no site https://benfeitoria.com/casadojongo.  Com contribuições que variam de R$20,00 a R$100,00 é possível se tornar assinante e ajudar este Centro de Memória permanente e as crianças por ele assistidas.
Alba Maria Fraga Bittencourt

Sobre a autora

Alba Bittencourt - Doutorada em Robertologia Aplicada e Ciências Afins. Redatora do Portal Splish Splash e Administradora/Redatora do site oficial da Confraria Cultural Brasil-Portugal. Leia Mais sobre a autora...

Sem comentários:

Enviar um comentário

OS NOSSOS REDATORES PERMANENTES

OS NOSSOS REDATORES PERMANENTES
clique na imagem para ver os perfis